Protestos em São Paulo, falta de representação e manifestações

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

 

 

protesto SP

 

 

Dezesseis dias antes dos protestos de 6 e 7 de junho em São Paulo, publiquei no Blog Destruidor de Dogmas um texto que vim a chamar de Manifesto Occupy your Mind. Nele, fiz uma proposta simples de Ação pela não-ação, como meio efetivo de resposta e comunicação da sociedade para os organismos que a “organizam”.  Publiquei o Manifesto tendo em mente o que venho dizendo desde os últimos meses do ano passado, tanto em palestras, artigos e conversas, quanto no livro que publiquei em Março “O Mensageiro – O Despertar para o Novo Mundo“: o velho mundo, a organização social tradicional, os meios de contenção, a antiga apatia e falta de participação política viveram seu ciclo e estão hoje terminados.

Muitos argumentam que não podem ver as mudanças, senão em pequenos grupos, como que bolsões de ativismo, seja ele positivo ou de caráter não-pacífico. O fato que a sociedade como um todo, assim como os poderes vigentes, não reconheçam a mudança como significativa está muito longe de significar que ela não exista. Ela é tremendamente clara e absolutamente real do ponto de vista de quem procura compreender tendências, especialmente quando existe um conhecimento sobre quais os sinais a serem buscados e devidamente interpretados no conjunto do que representam.

O manifesto – absolutamente pacífico e positivo – foi divulgado através do blog e por meio do Facebook e do twitter, mas obteve um alcance moderado.  E o que fica claro com os protestos, confrontos, prisões e depredações acontecidas esta semana em São Paulo: a sociedade não consegue encontrar meios para mobilizar-se em grande números, em fazer-se representar de um modo efetivo (posto que os políticos que deveriam fazer isto, em sua grande maioria, há muito deixaram de representar A Sociedade e escolheram representar apenas outras “sociedades”, ou seja, as corporações e sociedades comerciais e seus interesses exclusivamente monetários). E na falta de uma representação real, tanto quanto na ausência de uma capacidade de organização pacífica efetiva e grande o suficiente para produzir algum resultado, o que ocorre é que os elementos mais extremos – aqueles que não podem conter internamente sua indignação; acabam por tomar para si a responsabilidade de servir de alerta, de “tocar o sino”, do modo que lhe seja possível, eventualmente com ansiedade, barulho e agitação. Estas características do movimento, por sua vez, atraem uma quantidade de “apoiadores” espúrios, interessados apenas na produção do caos meramente por interesses próprios e egoístas, criando depredação como mero exercício de exibição de poder. Logo, o poder constituído intervém, e instala-se o confronto entre aqueles que não são representados legitimamente e aqueles que representam a “ordem vigente” (que, a rigor, acaba por representar apenas uma ínfima parte da sociedade e seus interesses particulares.)

Seria positivo que fosse logo percebido: o que aconteceu nos últimos dias vai muito além do “barulho pelo preço da passagem”. É um sinal de modificações e tensões sociais que muitas vozes vem sinalizando há tempos, sendo a minha apenas mais uma delas. O que aconteceu nos últimos dias em São Paulo é apenas uma amostra tímida do real significado da sociedade efetivamente “dizendo”: – Não dá mais.

É mais que tempo da sociedade buscar modos pacíficos e mais organizados de representar-se massivamente, o quanto antes. Espero que surjam muitas novas formas. O Manifesto Occupy Your Mind é, certamente, uma delas.

~ Paulo Ferreira

4 Comments

  1. Very interesting points you have noted , thankyou for putting up. “The surest way to get rid of a bore is to lend money to him.” by Paul Louis Courier.

  2. Pauta de reivindicações

    1. Imediato
    * Os preços das tarifas do transporte público devem baixar progressivamente.
    * A PEC 33 e a PEC 37 devem ser rejeitadas e arquivadas.
    * Políticos condenados por corrupção e os fichas sujas devem ser imediatamente destituídos de seus cargos e tornar-los inelegíveis.
    * Exigimos a destituição ou renúncia imediata de: Paulo Maluf, José Genoino, João Paulo Cunha, Renan Calheiros e José Sarney
    * Redução da Maioridade penal.
    * O crime de corrupção deve ser considerado hediondo sem tratamentos especiais, regalias ou fiança.

    2. Curto prazo
    * Reforma do modelo de educação – sistema de ensino brasileiro, em tempo integral, ao longo de todo ensino básico, fundamental e médio
    com inclusão de matérias de direito, administração & empreendedorismo, ética e finanças.
    * Aumento dos salários dos professores.
    * Partidos políticos devem ressarcir os cofres públicos pelos desvios de dinheiro público cometidos por seus membros
    * Fim das regalias para os presos.

    3. Médio prazo
    * Exigimos priorização da educação, saúde, segurança, infra-estrutura e geração de empregos.

    -Não toleramos repressão policial nas manifestações, assim como não toleramos depredação e vandalismo.

  3. I like the valuable information you provide in your articles. I will bookmark your weblog and check again here regularly. I’m quite sure I’ll learn a lot of new stuff right here! Good luck for the next!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×