Levy Fidelix, a bolha e muitas viagens – um texto sobre nós mesmos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

10426726_766121820101488_4115359730282769393_n

Todos nós estamos alarmados com o discurso homofóbico de Fidélix, encarando a sexualidade como algo doentio e que deve ser eliminado, um pensamento que não se deve falar nem que é atrasado, pois a homossexualidade vem antes mesmo do conceito dela existir, o que é uma ironia das mais tristes.

Historicamente podemos ver a homossexualidade desde a Epopéia de Gilgamesh da Mesopotâmia, bem como na história bíblica de Davi e Jonas. Na Epopéia de Gilgamesh, a relação entre o protagonista Gilgamesh e o personagem Enkidu, foi vista por alguns como homossexual em sua natureza. Do mesmo modo, o amor de Davi por Jonas é “maior do que o amor das mulheres.” Só para ressaltar a obviedade da situação, Gilgamesh provavelmente foi um monarca do fim do segundo período dinástico inicial da Suméria (por volta do século XXVII a.C.), ou seja, 4600 anos atrás, sem contar que essa história foi uma das primeiras escritas do mundo. (Sem contar que até os Neandertais apresentavam comportamento homossexual, comportamento esse não exclusivo da raça humana, mas de praticamente toda a fauna do Planeta)

 Pra quem perdeu essa incrível fala do candidato veja no vídeo abaixo.

E tenho uma simples frase para dizer aos contrário a idéia de liberdade sexual.

A homossexualidade não é uma questão de você aprovar ou não, é um fato, assim como a heterossexualidade é um fato também. – J.Krishnamurti

Por que o homem fez da sexualidade algo tão importante assim?

Eu respondo essa pergunta dizendo que o homem deseja Sentir, precisa sentir, ele deseja mudar sua consciência, experimentar coisas, e o mercado acaba nos dizendo essas coisas que devemos ansiar e experimentar. E uma delas é o sexo.

A homossexualidade faz parte da vida, assim como andar, olhar, sentir, cheira, se aventurar, ter um filho, amar. Então por que não viver?!

Se vive meia vida? Acho que não, e não estou dizendo para todos experimentarem a homossexualidade, isso cabe a cada um ver se interessa, estou dizendo que: por que discutir sobre um fato?

Muito Provavelmente já tivemos algum parente gay em algum momento da história, e se isso te incomoda, está na hora de rever seus conceitos, ou melhor, atualizar eles.

Levy Fidélix infelizmente foi a voz de muitos brasileiros nesse debate, por ser uma pessoa já mais velha, não acostumada com seres humanos homossexuais, e por entender a vida de forma simplista como ele falou: “aparelho excretor não reproduz”.

Levy não é doutor, ou estudado no assunto, podemos ver claramente pela atitude criminal que se deu ao vivo no debate, mas tudo isso é claramente derivado de uma doença social que temos hoje em dia, A Bolha.

A bolha é algo que venho percebendo cada vez com mais força. As pessoas pensam que seu grupo de amigos representam a opinião do Brasil, não tem consciência das milhões de pessoas no nível de subsistência, as pessoas de outros estados, a classe média baixa, que são a maioria, e nosso querido e infeliz Levy vive nessa bolha, achando que todos no Brasil concordam com isso, e devo dizer que ele, Marina, e Everaldo estão mega atrasados no assunto, a homossexualidade não é algo a se combater, é algo a se abraçar.

mark_ruffalo_marina_silva_gay_marriage_hulk_homossexual

Como vemos no caso de Mark Ruffalo, o ator que fez o Hulk, ele apoiava uma candidata sem sequer saber suas idéias.

Os EUA já passaram pelo Boom gay há algum tempo, e estão mais avançados no debate dessa questão.

E queria falar pra todos os Levys, Marinas, e Everaldos do mundo que não percam esperança, ainda há cura pra vocês, viajem, mas viajem bastante, conheçam pessoas, saiam de suas bolhas, façam uma caminhada, saiam da rotina, se questionem, não há por que separar quando o mundo precisa de união, o Brasil não precisa de mais espaço entre nós, ele é grande demais, precisamos nos alcançar, nos entender, nos abraçar.

Mas temos uma grande lição de casa para fazer, nos reeducar com relação ao assunto, nos acostumar, e sair da zona de conforto e perceber que a raça humana, não apenas o seu grupo de amigos e família.

Viaje!

1 Comment

  1. Excelentes pontuações quanto ao assunto.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×