Tag: violência

Cristo pregava amor e não apredejar meninas de 11 anos de outra religião

menina.11.anos.apredejada.candoble.religiao.intolerancia

 

Realmente essa brincadeira de telefone sem fio com a mensagem de Jesus (verdadeiro nome :Yeshua) está nos chocando cada vez mais hoje em dia.

E ela não vem de agora, veio desde sempre, pessoas já morreram aos milhares por causa das interpretações de cristo, e de outros religiões também mas num número menor.

Essa menina de 11 anos saia de uma festa de candomblé vestida com o pano na cabeça e saia branca, e ao sair pessoas desconhecidas já começaram a gritar que ela iria para o inferno, a xingaram de macumbeira e a apredejaram.

– Continuo na religião, nunca vou deixá-la. É a minha fé. Mas não saio de mais de branco. Nem no portão eu vou. Estou muito, muito assustada. Tenho medo de morrer. Muito, muito medo.

Nessa situação temos diversas coisas erradas acontecendo, e vou pontuá-las para entendermos o panorama da coisa.

Continue reading

A Agressão é o discurso dos Incapazes.

Fronteiras do Século XX, Idade das Trevas.

Por Paulo Ferreira

 

bnw-carlisle-umunna-nigeria-biafra-war-child-casualty-3

“Há poucas coisas mais bizarras do que ver as pessoas defenderem que outro país seja bombardeado, mesmo reconhecendo que não haverá outro resultado positivo exceto salvaguardar a “credibilidade” dos que fazem o bombardeio. É difícil imaginar um sinal mais claro de um império fraco e decadente do que sua “credibilidade” depender de bombardear periodicamente outros países.” ~Glenn Greenwald (traduzido do artigo Obama, Congress and Syria, publicado no The Guardian de 1o de Setembro de 2013)

A Idade das Trevas é uma periodização histórica utilizada para a Idade Média, que enfatiza a deterioração cultural e econômica que ocorreu na Europa Ocidental após a queda do Império Romano. O rótulo tradicional emprega imagens de luz versus escuridão por contraste da “escuridão” do período com períodos anteriores e posteriores de “luz”.  O termo “Idade das Trevas” em si deriva do latim saeculum obscurum. (traduzido da Wikipédia, sob o titulo Dark Ages)

  Continue reading

Documentário: Cortina de Fumaça – Sobre drogas

Um documentário independente sensacional que desmistifica várias drogas, mas a maconha ganha um destaque maior. Várias pesquisas mostradas no documentário falam o como a maconha é útil em milhões de coisas desde tecido até sabonete, e que ela não é tão prejudicial quanto se pensa, e se divulga por aí, a mídia infelizmente continua divulgando esse tipo de pensamento e ainda ligando as drogas a violência, sendo que nunca houve nenhuma pesquisa sobre o assunto, apenas querem colocar esse falso moralismo nas pessoas, mas acaba que se torna meio sem sentido essa busca deles em divulgar essa visão, pois muitas pessoas usam ou já usaram drogas, mesmo sendo elas tabaco e álcool, que como  todos sabemos são bem mais prejudiciais que a maconha, e o álcool ainda potencializa ações violentas.

Continue reading

Líderes Falam, Mas Muitos Não Entendem.

africa-futuro-guerreiro2

De que adianta fazerem tantas campanhas para a PAZ, contra o abuso
infantil, violência contra a mulher e tudo mais?! Muda algo?!

Não adianta muita coisa, pois o desejo deles ainda continuam, reprimir não significa que conseguimos curar essa doença social, e sim que ela vai explodir mais cedo ou mais tarde. Devemos procurar curar a essência desse problema no psicológico das pessoas. Acabando com a necessidade de guerras, abuso infantil e violência de todos os gêneros a paz está feita.

Dizia Mahatma Gandhi que “Não existi um caminho pra Paz, a Paz é o Caminho”, se tivermos paz interior, e conhecermos nossos defeitos, sabendo como enfrentá-los, essas coisas epifenomenais não irão acontecer mais, é nisso que eu e muita gente pensa, pena que as pessoas se preocupam muito com propaganda, jogar frases ao vento e ver se acerta alguém para que ela tenha um insight e pare de fazer as coisas que pensa fazer ou faz, é ter muita sorte, ou ter um dom descomunal.

Devemos estruturar o psico das pessoas, pois todas esses males são resultantes de uma série de outros problemas, quando uma pessoa vai no terapeuta, ele vai por causa de um problema, mas para resolve-lo se busca resposta e outros problemas/traumas menores nas profundezas do ser da pessoa, achando os alicerces que constituíram o problema, fica “fácil” desabar todo o resto.

Muitos Pseudo Líderes propagandistas e populistas falam de sua posição privilegiada do topo da sociedade e não enxergam as raízes do caos.

Facebook