Tag: realidade (page 1 of 4)

Google explica como funciona seu computador Quântico que é 100 milhões de vezes mais rápido que um computador comum

A nova plataforma é capaz de resolver problemas 100 milhões de vezes mais rápido do que um PC convencional.

Ao contrário dos computadores regulares que codificam dados para bits que pode conter tanto “1” ou “0”, os computadores quânticos usam bits quânticos que podem processar ‘1’ e ‘0’ simultaneamente.

Usando técnicas especiais para manipular unidades de informação quântica, isso permite que o computador possa realizar toda uma série de cálculos matemáticos, tudo ao mesmo tempo.

Continue reading

O Segredo da vida é saber que você é frágil e estar Ok com isso

EnlightenmentalityTumblr_Monk-Balancing_December-2011

Como diminuir, ou aproximar nossa concepção de realidade dela própria?

Muitas pessoas nem sabem que não enxergam fora de suas bolhas, construiram todo uma realidade dentro de seus universos que se fecharam para as experiências novas, aliás, nem sabem que elas existem.

É preciso nos olhar de vários lugares para ter noção que somos realmente seres humanos.

Os casos alarmantes de depressão não são atoa, ou por que as pessoas ficaram mais frescas ou fracas, somos seres que devem ficar em constante equilíbrio, e tudo que vemos de propaganda e valores nos diz o contrário hoje em dia. Estamos seguindo um caminho que faz mal para a humanidade.

Continue reading

Por Que Acreditamos Que Tudo de Ruim Acontece Com o Outro?

otimismo

-“Isso nunca vai acontecer comigo”

Nos preocupamos com quem fala isso, e infelizmente são muitas as pessoas que se negam a enxergar a realidade. Todos somos afetados por algo imprevisto, ou que neglicenciamos, praticamente sempre somos pegos de surpresa com relação a alguma doença, acidente ou mesmo uma prova.

Isso é causado porque 80% da população sofre do que é chamado de Viés otimista, que seria uma criação própria de uma hiper realidade, algo além, como por exemplo a idéia de que um motoqueiro ainda ande de moto apesar de saber das incríveis chances de acabar morrendo por causa do veículo e de sua direção agressiva, a pessoa cria uma realidade em que é seguro e que nada vai acontecer com ele.

Continue reading

Documentário: Sonhos, do Filme “Inception”

Um filme que vem nos extras do Dvd do Filme Inception (A Origem).

Devo dizer que muitas obras e invenções foram criadas a partir de sonhos, certa parte da Divina comédia foi recebida por um sonhos, e invenções foram criadas deles também, por ser o processador de informações do dia ou de uma época ele daria uma visão única das coisas.

Separei algumas frases do documentário.

  1. Sonhos fazem as pessoas mudarem suas opiniões, suas vidas.
  2. Sonhos parecem reais, assustam.
  3. Sonhos sintetizam situações.
  4. Sonhos nos ajudam a simular situações de medo para que estejamos preparados na hora (teoria da evolução)
  5. Sonhar é a percepção livre de limites.
  6. Índios pensam que o sonho são outras realidades
  7. Nosso cérebro não consegue diferenciar o sonho do real, temos emoções reais nos sonhos, e qual seri a diferença entre o sonho e a realidade, nenhuma, os dois são ilusões.
  8. O cérebro tem um simulador de realidade nele mesmo.

A Molécula do Espírito / The Spirit Molecule (2010)

Sinopse:
Documentário que tece uma visão sobre as pesquisas pioneiras do Dr. Rick Strassman com DMT (dimetiltriptamina), com uma abordagem multifacetada a este intrigante alucinógeno encontrado no cérebro humano e em milhares de plantas. Utilizando entrevistas com uma variedade de especialistas para explicar seus pensamentos e experiências com DMT em suas respectivas áreas, e com os relatos  dos voluntários  da pesquisa de Strassman, o documentário traz à luz os incríveis efeitos deste composto, e teorias de longo alcance sobre o seu papel na consciência humana.Vários temas abordados incluem possíveis papéis para o DMT endógeno; seu papel nas experiências de quase-morte e de nascimento, nas experiências de abdução alienígena; e semelhanças sinistras com textos proféticos da bíblia que descrevem experiências similares à do DMT. Nossos especialistas colaboradores oferecem um conjunto abrangente de informações, opiniões e especulações sobre o uso de DMT em populações indígenas, a história e o futuro das pesquisas psicodélicas, e as recentes pesquisas com DMT. Tudo isso, para ajudar a entender a natureza da experiência com DMT, e seu papel na sociedade humana e na evolução.

A sutil combinação de ciência, espiritualidade e filosofia na abordagem do filme lança luz sobre uma série de idéias que podem alterar consideravelmente a forma de o homem entender o universo e se relacionar com ele.

Dados do Arquivo:
Direção: Mitch Schultz
Qualidade: DVDRip
Áudio: Inglês
Legenda: Português
Tamanho: 699 MB
Duração: 01:13:46
Formato: AVI
Servidor: Peeje
————————————————————————————————————————————
————————————————————————————————————————————-

————————————————————————————————————————————-

Fonte Docverdade

O que falta não é energia, mas Teleologia!

 

Pintura de Alex Grey

Estava hoje lendo na internet sobre o conceito de energia. Para falar a verdade, não entendo nada de física, não a estudei na escola nem para o vestibular. Sempre tive problemas com cálculos, e estudar as fórmulas era inútil. Mesmo assim, sempre senti um profundo respeito por essa área, e li algumas coisas sobre vários assuntos dessa disciplina, sobretudo os livros que “romantizam” a física, ou seja, que traduzem as fórmulas em teorias mais fáceis de serem compreendidas por nós, pobres mortais…

Fico sobretudo atento aos novos avanços da ciência física, principalmente a quântica, e os efeitos que elas criam em nossa concepção de realidade. Muitos se baseiam nessas novas teorias, como o caso das ciências noéticas, que mostram o poder da consciência e do pensamento em modificar o mundo. Esse é o novo paradigma: temos o poder para mudar tudo, para criar novas realidades. O pensamento possui um poder gigantesco, que se souber ser usado daria conta dos fenômenos parapsicológicos, como mover objetos (telecinesia) ou ler pensamentos.

O conceito de energia aqui ganha um estatuto essencial: compreende-se que o corpo possui campos energéticos, alguns provados e outros a serem provados, o que daria status científico a essas explicações.

Entretanto, acho que o buraco é mais embaixo… ou seja, compreender a mecânica de como o corpo realiza esses fenômenos ainda não aceitos pela ciência oficial, compreender também que há, para além do corpo físico, um corpo energético capaz de sobreviver após sua decomposição no mundo físico, tudo isso somente possibilita para a gente dizer: tá, é assim que funciona!

Sim, esses fenômenos seriam então considerados reais, novas pesquisas seriam realizadas e o campo científico seria modificado grandemente. Sim, as religiões teriam muito de seus dogmas confirmados ou refutados, as pessoas repensariam na forma como vêem o mundo… mas ainda falta algo, que a explicação em termos da física ainda não dá conta.

- Em primeiro lugar, é o que se chama de Teleologia, o estudo das finalidades últimas das coisas. Esse mundo que temos aqui, ele é gratuito? Ele surgiu do nada, por uma explosão (Big Bang), sem causa e nem motivo? Há algo que age, como em Aristóteles, como causa final, aquilo que explica o porquê de todas as coisas?

- Em segundo lugar, a Liberdade: há alguma liberdade, ou seja, alguma escolha livre e indeterminada, que parte de algum lugar, ou de alguém, ou de algum ponto no espaço? Ou tudo tem uma determinação específica, tem uma causa e um efeito específico?

Ora, não importa que haja uma alma, ou seja, que haja uma espécie de “corpo espiritual” exterior ao corpo material, biológico. Interessa sim se essa alma, ou mesmo esse corpo biológico antes da morte, possui uma liberdade de escolha, uma individualidade que opta por algo. E, no contexto mais geral, como é que fica a questão entre o mundo ter uma finalidade, um propósito, ou em ser aleatório, determinado pela rede de causa e efeito?

Assim, a questão muda de figura. Os espiritualistas querem a física para se mostrarem reais e científicos, mas o que fica de lado é o essencial. Somos livres? somos determinados? há um propósito em tudo isso? Não posso responder diretamente a essas questões. Muito o que diria seria crença, fé, ou apenas opinião. Me entusiasmo mais em achar a verdadeira questão do que em respondê-la. Pergunto à vocês, leitores, o que acham? Qual a opinião de vocês e como vocês defendem essa opinião? Vou deixar aqui duas perguntas, e seria interessante se quiserem se envolver nesse debate.

- Existe liberdade? onde (no espiritual, no material, etc) ou em quem (no homem, em Deus, na alma, em todos os seres, etc)?

- O que existe possui finalidade, propósito? Essa finalidade, se existe, é vontade de alguém (ou seja, os homens ou Deus ou qualquer outro ser é quem deseja e faz o mundo ser o que é), ou ela é fruto do acaso, das coisas como surgiram (por exemplo, somo o que somos pois as vivências que tivemos aumentaram a possibilidade de sermos desse jeito)?

E aí, o que vocês acham?


Respeite Minha Religião

Nessa fase da minha vida de muito trabalho e busca pelo deus mais popular do século XXI – o Sr. Dinheiro –  é tão bom encontrar pessoas que expressam o que sinto! Além de me economizar tempo e “penso”* para organizar a escrita, acabo por me expressar sem me atrapalhar com as palavras!

*penso = a trabalheira de pensar, segundo uma mulher muito prática! Um dia conto a historinha desse “neologismo”.

Então, abaixo está um texto da escritora  Dorothy Murdock, mais conhecida  como “Acharya S”expert em religião. O texto foi traduzido pelo querido fundador deste site: o Mako, a quem sou grata! E o texto expressa o que sinto com relação as religiões, e vou além: quando as pessoas trocarem as religiões dos homens por Meditação, aquela que leva ao autoconhecimento e consciência, então o amor florescerá!

“Respeite minha religião” texto de  Acharya S

“Nos dizem freqüentemente para “respeitar a religião das pessoas.” Em primeiro lugar: muitas idéias religiosas são muito desrespeitosas para com o ser humano, assim, não merecem ser respeitadas. Em segundo lugar: e a troca sobre as pessoas respeitarem a nossa religião?

A palavra “religião” vem do latim religiō, que significa, dentre outras coisas, “consciência” ou “escrupulosidade.” Em minha perspectiva da realidade, eu me esforço para ser extremamente escrupulosa e consciente. Portanto, alguém poderia me chamar de “religiosa” e minha perspectiva de “religião”. Continue reading

Videos Relacionados à Kabbalah

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=8qiosdLjcfo&feature=player_embedded]
Percepção da Realidade

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=XDNId6Vy7nM&feature=player_embedded]
Essência da Kabbalah

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=FviWUSd_Z7g&feature=player_embedded]
A Evolução dos Desejos

Pseudo Anti-Comodismo

Esses dias ouvi a frase ” Eu não quero que mendigos durmindo na rua sejam percebidas como coisas naturais e sem impacto ao meu olhar, quero sempre me indignar quanto a isso”, a frase foi algo assim.

Essa é uma frase muito falada por pessoas que acham que podem mudar o mundo com apenas seu pensamento.
Você não se se acomodar é muito bom, mas está na mesma posição no mundo físico do que um acomodado.

Uma árvore que pensa continua não mudando nada a sua volta a não ser pelos seus ciclos naturais que não exigem nada além do natural.

A indignação deve se materializar em ação para ter seu efeito real, se não é apenas pensamento.

Cito um exemplo, preconceito e discriminação, as pessoas usam essas palavras de modo errado. Preconceito todo mundo tem, é natural e involuntário, acontece sem  a gente perceber, já discriminar é botar esse pensamento mesmo que não natural para fora. Uma situação que isso pode acontecer é quanto vemos pessoas vestidas de forma muito suja e andando rapido em nossa direção, o medo ou preocupação vem rapidamente em nossa mente, fazendo-nos muitas vezes ir para o outro lado da rua.

É algo natural, acontece.Mas devemos lutar contra os preconceitos ruins.

Vou citar um acontecido dessa semana que aconteceu comigo; tinha um cara com o carro quebrado na marginal pinheiros e estava tendo uma puta chuva, tinha uma pessoa acenando para parar, e decidi parar, ele estava precisando de 36 reais para comprar uma peça do carro que quebrou, e eu só tinha duas notas de 20, e dei pra ele, instantaneamente meus amigos me olharam com a cara (você vai fazer isso mesmo?!), ele me prometeu ligar e depositar o dinheiro pra mim, o que não aconteceu ainda.

É esse tipo de mudança que devemos viver, simplesmente ação, não adianta nada você simplesmente ver alguém precisando de ajuda e se sentir mal, se sentir mal é assumir uma derrota ao estilo de vida capitalista, e esse estilo preve uma acomodação, ser ativo

É quebrar um ciclo.

É acordar do modo zumbi,

É ser um dos poucos sóbrios do bar.

Portanto, não fique aí sentindo a realidade, vá e a modele ao seu modo.

Como Fazer Alguém Virar Ateu?

darth-vader-star-wars

Como Fazer Alguém Virar Ateu?

Frequentemente ouço isso, antigamente me perguntava isso também.

Fazia esquemas, juntava argumentos imaturos usando a bíblia como fonte, e as contradições dela e das pessoas que pensam viver segundo sua palavra.

Um ateu nasce de uma revolta para com o sistema religioso que nos envolve hoje, pela descrença nas divindidades, por um simples trauma ou por ter uma falsa idéia que é o mais lógico não acreditar em Deus e tirar o crédito de milhares de anos de sabedoria escrita em todas as religiões.
Ser ateu é apenas o outro lado da moeda, é ser tão cego quanto um crente fanático, devemos como diria Buda, “Seguir o caminho do meio”,pois apenas com o equilíbrio é que se consegue viver feliz e em harmonia.
Mas o que venho falar aqui na verdade não são palavras zen apenas, e sim mostrar uma outra razão por trás das crenças religiosas.

Ateus geralmente estudam bastante as ciências para ter argumentos contra religiosos, mas esquecem um fator muito importante, “Como viver a vida?”. Qual seria a importância de saber, ou pensar saber, sobre todas as ciências e esquecer de como se comportar, como tratar as pessoas, como respeitar e ser alguém moral? Além de estudarem algo totalmente distorcido como é a ciência que nos apresentam hoje em dia (resultados são manipulados para o bem das multinacionais), pois me responda uma coisa, você leitor, acreditar em algo sem você mesmo ter tirado de veracidade dela, é ter naquele que dizem que é certo? E isso se assemelha muito ao que as pessoas religiosas fazem, mas existe uma diferença, e claro existem exceções em todos os casos, uma pessoa que procura Deus não como fim, mas como meio, é muito tranquila e geralmente está feliz, sim, muitas vezes isso é uma felicidade ilusória passada pela igreja, mas ela encontra tranquilidade, e existem muitas pessoas sábias e inteligientes que gostariam de acreditar ou acreditam, e a bíblia foi a primeira experiência e a mais próxima que apareceu para eles.

Dizem que a religião roubou a moralidade, e sim muitos religiosos afirmam isso com seus discursos sobre bem e mal, mas existe muita coisa por trás do que simples mitologias.

Mas o que eu quero dizer na realidade é, de que adianta tentar converter um religioso, mostrar as “falhas” ou “má compreensões” de seus ensinamentos se ela vive tranquilamente, tem gente que não está preparado para ouvir certas coisas, e existem pessoas que precisam de certezas para viver suas vidas, como crentes e ateus, já outras apenas vivem, como os agnósticos, e na realidade é isso que importa, é o jeito que você vive a vida.

Se tudo fosse destruido, e nada sobrasse do mundo, você ateu ia ser uma pessoa melhor que um religioso? Essa é a questão, crenças as vezes ajudam as pessoas a se tornarem melhores.

Tem uma frase da bíblia que me lembro, “os justos terão o caminho eterno”, algo parecido.
E com certeza é nisso que devemos nos focar.

Não tente converter ninguém, tente compreendê-lo, pois até por que como venho mostrado aqui no site a compreensão do que é Deus verdadeiramente está longe das que nos vendem em igrejas e mesquitas no mundo.

Veja o Episódio de South Park que serve para tirar uma dos Mormons, mas no final eles mostram essa visão que tenho.
Baixe por aqui.

Older posts