Tag: notícia (page 1 of 2)

Deus não é o criador, afirma estudiosa da Bíblia

velho-testamento-grande

Uma respeitada estudiosa do Velho Testamento acredita que a visão de Deus como criador de todas as coisas é falsa, e que a Bíblia foi traduzida erroneamente durante milhares de anos. Ellen van Wolde, da Universidade de Radboud, na Holanda, afirma que a primeira frase da Bíblia, “No começo, Deus criou o Céu e a Terra”, não é uma tradução fiel do texto original, em hebreu.

Wolde afirma ter realizado uma análise textual que sugere que os escritores da Bíblia não tinham a intenção de afirmar que Deus criou o mundo – e que, de fato, a Terra já existia quando ele criou os humanos e os animais. A pesquisadora analisou os escritos originais do hebreu e colocou-os no contexto da Bíblia como um todo, e no contexto de outras histórias de criação da antiga Mesopotâmia.

Segundo a pesquisadora, a palavra “bara”, que aparece na frase, não significa “criar”, e sim “separar”, no sentido espacial. Deste modo, o significado original da frase seria “No início, Deus separou o Céu e a Terra”.

Wolde diz que sua análise mostra que o início da Bíblia não é o início dos tempos, e sim o início de uma narração. “A ideia da criação a partir do nada é um grande mal-entendido”, diz a pesquisadora.

http://hypescience.com/22537-deus-nao-e-o-criador-afirma-estudiosa-da-biblia/

Documentário: End Game – O Plano Para A Escravidão Global legendado Pt

O documentário também mostra o nascimento das Nações Unidas e a revelação magistral do secreto “Grupo Bilderberg” que, graças aos esforços dos média alternativos e de jornalistas veteranos como Jim Tucker e Daniel Estulin, teve de renunciar ao seu bem resguardado anonimato. Alex Jones entrevistou Tucker e Estulin exaustivamente por ocasião do seu encontro, em 2006, em Ottawa, no Canadá. Daniel Estulin explica que o Grupo Bilderberg governa o mundo através de um processo chamado “método sistémico”
Dos Beatles ao 11 de Setembro, tudo teria sido planejado pelo secreto Clube Bilderberg, diz o jornalista Daniel Estulin.
Existiria um clube formado pelas maiores fortunas e as personalidades poderosas do planeta, cujas reuniões anuais, bem longe dos olhos da multidão, determinariam os grandes acontecimentos do planeta. Este clube teria promovido a ascensão dos Beatles, teria feito eclodir o caso Watergate e agido com firmeza para definir o resultado das últimas eleições norte-americanas.
Esta organização de “auto-eleitos”, criada há 52 anos, seria composta por todos os presidentes dos EUA vivos, os dirigentes da Coca-Cola, da Ford, do Banco Mundial, do FMI, da Otan, da OMC, da ONU, diversos primeiros-ministros, representantes de várias casas reais européias e dos mais influentes meios de comunicação, por Henry Kissinger, pelas famílias Rockefeller e Rotschild, entre outros. Seria uma sociedade secreta, aristocrática e global, que controlaria não só os governos mais poderosos do mundo, mas que também decidiria os rumos de todos os setores da vida sobre a Terra.

Esse documentário é um complemento para o Zeitgeist.
Download do documentá: Em torrent e com legenda em Pt-Br
Ver Online

Download do filme via torrent (911MB): ThePirateBay, clique aqui. Torrentreactor, clique aqui. (Aprenda a baixar arquivos .torrent). Para fazer o download da legenda clique aqui.

Pandemia do Lucro

zumbi walk

DUAS MIL pessoas contraem a gripe suína e todo mundo já quer usar máscara.

VINTE E CINCO milhões de pessoas têm AIDS e ninguém quer usar preservativo.

PANDEMIA DE LUCRO

No mundo, a cada ano morrem milhões de pessoas vitimas da Malária, que se podia prevenir com um simples mosquiteiro.

Os noticiários, disto nada falam!

No mundo, por ano morrem 2 milhões de crianças com diarréia que se poderia evitar com um simples soro que custa 25 centavos.

Os noticiários disto nada falam!

Sarampo, pneumonia e enfermidades curáveis com vacinas baratas, provocam a morte de 10 milhões de pessoas a cada ano.

Os noticiários disto nada falam!

Mas há cerca de 10 anos, quando apareceu a famosa gripe das aves…

…os noticiários mundiais inundaram-se de noticias…

Uma epidemia, a mais perigosa de todas… Uma Pandemia!

Só se falava da terrífica enfermidade das aves.

Não obstante, a gripe das aves apenas causou a morte de 250 pessoas, em 10 anos…25 mortos por ano.

A gripe comum, mata por ano meio milhão de pessoas no mundo. Meio milhão contra 25.

Um momento, um momento. Então, por que se armou tanto escândalo com a gripe das aves?

Porque atrás desses frangos havia um “galo”, um galo de crista grande.

A farmacêutica transnacional Roche com o seu famoso Tamiflu vendeu milhões de doses aos países asiáticos.

Ainda que o Tamiflu seja de duvidosa eficácia, o governo britânico comprou 14 milhões de doses para prevenir a sua população.

Com a gripe das aves, a Roche e a Relenza, as duas maiores empresas farmacêuticas que vendem os antivirais, obtiveram milhões de dólares de lucro.

– Antes com os frangos e agora com os porcos.

– Sim, agora começou a psicose da gripe porcina. E todos os noticiários do mundo só falam disso…

– Já não se fala da crise económica nem dos torturados em Guantánamo…

– Só a gripe porcina, a gripe dos porcos…

– E eu me pergunto-: se atrás dos frangos havia um “galo”… atrás dos porcos… não haverá um “grande porco”?

A empresa norte-americana Gilead Sciences tem a patente do Tamiflu. O principal acionista desta empresa é nada menos que um personagem sinistro, Donald Rumsfeld, secretário da defesa de George Bush, artífice da guerra contra Iraque…

Os acionistas das farmacêuticas Roche e Relenza estão esfregando as mãos, estão felizes pelas suas vendas novamente milionárias com o duvidoso Tamiflu.

A verdadeira pandemia é de lucro, os enormes lucros destes mercenários da saúde.

Não nego as necessárias medidas de precaução que estão a ser tomadas pelos países.

Mas se a gripe porcina é uma pandemia tão terrível como anunciam os meios de comunicação.

Se a Organização Mundial de Saúde (conduzida pela chinesa Margaret
Chan) se preocupa tanto com esta enfermidade, por que não a declara como um problema de saúde pública mundial e autoriza o fabrico de medicamentos genéricos para combatê-la?

Prescindir das patentes da Roche e GSK e distribuir medicamentos genéricos gratuitos a todos os países, especialmente os pobres. Essa seria a melhor solução.

Divulguem esses números para que ninguém sinta esse terror que tentam nos passar.

Dr. Carlos Alberto Morales Paitán, Peru


CONVIVA Núcleo de Promoção à Saúde e Prevenção de Violências Vigilância à Saúde – SMS
Tel:4043-8219
Fax: 4043-8182

Email mandado por Felipe Bartorilla

Como Limpar um País em um Dia?

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=T7GzfMD6LHs&feature=player_embedded]

A força do povo é impressionante mesmo, como podemos ver pelo esforço conjunto do povo da Estônia.
Um país com a população de um pouco mais de um milhão conseguiu fazer isso, qualquer outro país poderia fazer muito mais se tivesse a vontade que eles tiveram, pois se fossemos esperar o governo agir, esperariamos o próximo presidente se eleito para ver se ele pode dar atenção ao seu país.
Eles tinham que ter 40.000 pessoas para limpar o país em um dia, e conseguiram mais de 50.000 voluntários, e resolveram tudo em 5 horas.
Se nos juntássemos para fazer isso pelo menos uma vez no ano para uma meta diferente, o mundo seria outro.

Fonte:arautodofuturo.wordpress.com

O Troco da natureza na Monsanto

Broto no tronco

Nos EUA, agricultores precisaram abandonar cultivos de 5 mil hectares de soja transgênica e outros 50 mil estão gravemente ameaçados. Esse pânico deve-se a uma erva daninha que decidiu se opor à gigante Monsanto, conhecida por ser a maior predadora do planeta. Insolente, essa planta mutante prolifera e desafia o Roundup, o herbicida total à base de glifosato, ao qual “nenhuma erva daninha resiste”.

Em 2004, um agricultor de Macon, situada a 130 km de Atlanta, no Estado da Geórgia, EUA, notou que alguns brotos de amaranto resistiam ao Roundup que ele utilizava em suas lavouras de soja. As lavouras vítimas dessa erva daninha invasora tinham sido semeadas com grãos Roundup Ready, que receberam um gene resistente ao Roundup ao “qual não resiste nenhuma erva daninha”

Desde então, a situação tem piorado e o fenômeno se estendeu a outros Estados, como Carolina do Sul e do Norte, Arkansas, Tennessee e Missouri. Segundo um grupo de cientistas do Centro para a Ecologia e Hidrologia, organização britânica situada em Winfrith, Dorset, produziu-se uma transferência de genes entre a planta modificada geneticamente (OGM) e algumas ervas indesejáveis como o amaranto. Essa constatação contradiz as afirmações peremptórias e otimistas dos que defendem os organismos modificados geneticamente, que afirmam que uma hibridização entre uma planta modificada geneticamente e uma não modificada é simplesmente “impossível”.

Para o geneticista britânico Brian Johnson, especializado em problemas relacionados com a agricultura, “basta que aconteça somente um cruzamento, que pode ocorrer entre várias milhões de possibilidades. Uma vez criada, a nova planta possui uma enorme vantagem seletiva e se multiplica rapidamente. O potente herbicida aqui utilizado, à base de glifosato e amônia, tem exercido uma pressão enorme sobre as plantas, que por sua vez aumentaram ainda mais a velocidade de adaptação”.

Assim, ao que parece, um gene de resistência aos herbicidas deu origem a uma planta híbrida surgida de repente entre o grão que se supõe que ele protegeria e o amaranto, que por sua vez se torna impossível eliminar.

A única solução é arrancar à mão as ervas daninhas, como se fazia antigamente, mas isso já não é possível dadas as dimensões das áreas de cultivo. Além disso, por terem raízes profundas, essas ervas são extremamente difíceis de arrancar, razão pela qual simplesmente se abandonaram 5 mil hectares de soja.

Muitos agricultores pretendem renunciar aos OGM e voltar para a agricultura tradicional, ainda mais por que os cultivos OGM estão cada vez mais caros, e a rentabilidade é primordial para esse tipo de lavoura. Assim, Alan Rowland, produtor e vendedor de sementes de soja em Dudley, Missouri, afirma que já ninguém pede sementes do tipo Roundup Ready, da Monsanto, que ultimamente representavam o 80% do volume de seus negócios. Hoje as sementes OGM estão desaparecendo de seu catálogo e a demanda por sementes tradicionais não deixa de aumentar.

Já em 25 de julho de 2005, o jornal The Guardian publicava um artigo de Paul Brown que revelava que os genes modificados de cereais tinham passado para as plantas selvagens e criado uma “super semente”, resistente aos herbicidas, algo “inconcebível” para os cientistas do Ministério do Meio Ambiente. Desde 2008 os meios de comunicação ligados à agricultura dos EUA informam cada vez mais casos de resistência, ao mesmo tempo em que o governo daquele país tem realizado cortes importantes no orçamento da Secretaria da Agricultura, que o obrigaram a reduzir e depois interromper algumas de suas pesquisas nessa área.

Planta diabólica ou sagrada?
Resulta divertido constatar que o amaranto, essa planta “diabólica” para a agricultura genética, é sagrada para os incas. Pertence aos alimentos mais antigos do mundo. Cada planta produz uma média de 12 mil sementes por ano e as folhas, mais ricas em proteínas que as da soja, contém sais minerais e vitaminas A e C.

Assim, esse bumerangue, devolvido pela natureza à Monsanto, não neutraliza somente essa empresa predadora, mas instala em seus domínios uma planta que poderia alimentar a humanidade em caso de fome. Ela suporta a maioria dos climas, tanto as regiões secas, como as de monção e as terras altas tropicais, além de não ter problemas nem com os insetos nem com doenças, com o que nunca precisará de aplicação de agrotóxicos.

Assim, o amaranto enfrenta a muito poderosa Monsanto como David se opôs a Golias, e todo mundo sabe como acabou o combate, mesmo que muito desigual. Se esses “problemas” ocorrerem em quantidade suficiente, que é o que parece que vai acontecer, em seguida não restará opção à Monsanto a não ser fechar as portas. Além de seus empregados, quem realmente se compadecerá com essa fúnebre empresa?

Fonte: http://www.aenoticias.pr.gov.br/modules/news/article.php?storyid=48376

Video Sobre Kirlian

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=wd6JxKEsZWw&feature=channel_page]

Mais uma vez posto um video curto, mas interessante sobre Kirlian, o homem que conseguiu tirar foto da “aura” ou campo eletro-magnético.

Para saber mais, leia os outros post.

Kirliangrafia
Kirliangrafia 2

Lei Sobre o Cigarro.

sinal de fumaca

Agora já não se pode fumar dentro de ambientes fechados, um vício se torna um crime da noite pro dia.
As pessoas tem que mudar seus hábitos, mudar de lugares que costumam frequentar, talvez até tentar parar com o vício já que o cigarro aumentou o preço consideravelmente.

Não digo que sou a favor do Vício, alias sou contra, mas no meu estilo de vida, e também sou a favor do livre arbítrio e livre circulação de pessoas. Sou totalmente contra uma lei que imposta por uma minoria irá influenciar uma grande maioria, tudo bem, soltei um clichê, mas o que quero dizer é que bares, baladas e afins são lugares que você já está acostumado com a fumaça, aliás, as pessoas vão já sabendo disso, e vão em massa. Acho que alguém que tem o curriculum de pessoa que cuida da saúde do Brasil não pode simplesmente colocar uma lei que intervenha no estilo de vida das pessoas, sendo que foram proibidos até fumódromos, o que me faz pensar numa atitude infantil de tentar eliminar o cigarro da vida das pessoas, e a fonte disso seria a visão pessoal de uma pessoa ou como ele mesmo alega, a tentativa de igualar o Brasil a países europeus.

O que venho escrevendo aqui insistentemente é que não vai ser com uma lei dizendo o que devemos fazer e como que vai mudar a cabeça das pessoas, uma pessoa pode não matar, mas que se ela for devidamente implicada com certeza ela irá pensar nisso, e o desejo já está implantado.

O que se deve visar é mudar a formação de carácter e necessidade das pessoas. O Cigarro só está aí porque nós, e nisso digo todas pessoas, aceitam a imagem/mensagem e lhe dão o valor necessário para se tornar parte da rotina das pessoas, usado como status, tranquilizador, e muitas vezes apenas por estética.

Se você vê uma fumaça na mata e quer apagar o fogo, não adianta nada fica dissipando a fumaça, a essência do problema é mais embaixo/profunda.

Não se dá consciência aos outros através da imposição e sim através da compreensão.

Cinco mitos sobre a HIV e Aids

cemitério

A Aids, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (do inglês Acquired Immune Deficiency Syndrome, conhecida como SIDA em Portugal), é uma doença do sistema imunológico causada pelo vírus HIV. Mesmo com todas as evidências que provam a relação entre o vírus e a síndrome, ainda existe um grande grupo de pessoas que negam isso. Confira a seguir esse e outros quatro mitos comuns sobre a Aids:

MITO: A AIDS NÃO É CAUSADA PELO VÍRUS HIV
Este é um dos maiores mitos. Em 1983, pesquisadores isolaram o vírus HIV em pessoas que tinham Aids. Em 1985, foi desenvolvido um teste que mostrava que a maior parte das pessoas com Aids apresentavam anticorpos para o HIV no sangue. O teste também mostrava que as pessoas que têm o vírus HIV e parecem saudáveis a princípio acabam desenvolvendo Aids, na maior parte das vezes.

As pessoas que negam a relação entre a doença e o vírus afirmam que o HIV nunca chegou a ser identificado com os postulados de Koch, desenvolvidos no século XIX pelo cientista alemão Robert Koch. Na época, os postulados se aplicavam apenas a bactérias, e vírus não tinham sido descobertos ainda, então é controversa a aplicação dos princípios para a Aids. Mesmo assim, os postulados se aplicam à Aids, se não forem levados tão rigorosamente:

Postulado 1: O agente deve ser encontrado em todas as pessoas que apresentem a doença. Em 1993, uma pesquisa feita em Atlanta, nos Estados Unidos, mostrou que em 230,179 casos de pessoas com doenças parecidas com a Aids, apenas 47 não tinham o vírus HIV.

Postulado 2: O agente deve ser isolado de alguém doente e então cultivado em uma cultura em laboratório. O HIV já foi isolado, seguindo as mais rigorosas regras da virologia moderna, mas mesmo assim um pequeno grupo de cientistas australianos, chamados de Grupo Perth, afirmam que não existem provas que o HIV existe.

Postulado 3: O agente deve causar a doença quando entrar em contato com uma pessoa saudável. Não há pesquisas feitas com isso, pois ninguém deliberadamente tentará se infectar com o vírus, mas em três acidentes separados nos Estados Unidos trabalhadores de laboratórios que entraram em contato com o vírus purificado desenvolveram Aids.

MITO: DROGAS ANTI-RETROVIRAIS SÃO “VENENOS”
A terapia anti-retroviral, usada para o controle da Aids, causa efeitos colaterais em muitas pessoas. Os efeitos vão desde a náusea a sonhos estranhos, e até mesmo danos nos nervos. Para as pessoas que usam as mais novas formas do remédio, os efeitos colaterais são diminuídos. Independente disso, testes experimentais mostram que os benefícios da terapia são muito maiores que os riscos. Por exemplo, um estudo com 1255 pacientes, feito durante dois anos, mostrou que a mortalidade do grupo caiu de 29% por ano para 9% ao ano.

MITO: EXAMES DE HIV SÃO IMPERFEITOS
Os dois testes mais comuns para a descoberta do HIV no sangue são o ELISA e western blot. O primeiro pode causar um falso positivo ao reagir com anticorpos da gripe, se a pessoa tomou vacina contra a gripe antes de fazer o teste, por exemplo. Desde que foi aperfeiçoado nos anos 90, o teste parou de causar esse tipo de problema. Ainda assim, a pessoa só pode ser considerada como portadora do vírus HIV depois de fazer o teste ELISA, que é mais caro, mas também mais eficaz. Menos de um em cada mil testes tem resultados falsos – e é sempre recomendável fazer outro teste, para confirmar o resultado.

MITO: A AIDS É CAUSADA PELA POBREZA OU PELA DESNUTRIÇÃO
Este engano é muitas vezes usado como desculpa à grande concentração da doença na África. Uma pesquisa feita em Uganda, país do nordeste da África, mostrou que, das 20 mil pessoas estudadas, a maior parte das que morreram devido à Aids tinham maior escolaridade e pertenciam à classe média, como empregados do governo. Na África do Sul, a quantidade de mortes por Aids aumentaram 57% entre 1997 e 2002, mesmo com o aumento da renda e a diminuição da pobreza no país.

MITO: PORQUE NÃO HÁ UMA EPIDEMIA NO OCIDENTE?
No início da década de 80, foram feitas previsões que logo o HIV sairia dos grupos de risco, como homens gays e usuários de drogas, para atingir a população em geral. Na África subsaariana, o HIV é muito comum entre heterossexuais, atingindo até 18% dos homens. Mesmo assim, em muitos países africanos e no ocidente, a Aids continua confinada em certos grupos.

Por que isso acontece ainda é um mistério. Uma teoria diz que o tipo do vírus mais comum na África é mais facilmente transmitido pelo sexo vaginal, enquanto o tipo comum nos outros lugares é transmitido pelo sexo anal. Outra explicação afirma que em países africanos é comum que as pessoas tenham dois ou mais parceiros sexuais de longa data, fazendo com que a transmissão do vírus seja mais provável. Em relacionamentos heterossexuais no ocidente, as pessoas infectadas geralmente são monógamas, ficando muitos meses ou até anos com o mesmo parceiro, diminuindo assim a chance de infecção para outras pessoas. [New Scientist]

MITO BÔNUS: A CURA DA AIDS, OU VACINA, JÁ FOI ENCONTRADA

Há pouquíssimos casos comprovados, como este, em que não é possível mais detectar o vírus no sangue de pessoas previamente contaminadas. Geralmente estes casos são atribuídos a falsos positivos nos exames de HIV.

Mas o mito real é de que a indústria para a manutenção da Aids é tão valiosa para as companhias farmacêuticas que, apesar de já haverem descoberto a cura/vacina, ainda não a divulgaram para permanecerem lucrando. Apesar de soar plausível, além de particularmente perversa, esta idéia não faz real sentido econômico.

Qualquer companhia farmacêutica que descobrir uma vacina ou cura real para a Aids não hesitará em colocá-la no mercado o mais rápido possível por causa da chance de lucro pelo monopólio temporário. Todo novo medicamento é patenteado e sua fórmula é de uso exclusivo do fabricante por alguns anos. Neste período não há competição com outras marcas que poderiam oferecer os mesmos resultados. É por esta causa que quando foi a lançada a vacina contra o vírus HPV, que causa um mortal câncer uterino, ela custava mais de R$ 900 no Brasil. Quando começaram a surgir outras opções de vacinas o preço caiu vertiginosamente, mas foi uma mina de ouro exclusiva durante um bom período e continua sendo, mesmo com a concorrência atual. [New Scientist]

fonte:http://hypescience.com/

Caos na USP.

Estamos em Greve

Sinto a necessidade de explicar e dar minha opinião sobre o que acontece na Usp.
Moro do lado dela e tenho alguns amigos que estudam lá dentro e consigo sentir o que se passa lá através deles.
O primeiro fator causador dessa greve ou caos, é a imaturidade e egocentrismo de jovens que como todos sabem dedicaram anos estudando para entrar numa faculdade, deixando de sair, deixando de experimentar, deixando de viver, uma pessoa sem contato real com o mundo não sabe como funciona a realidade, e acaba achando que seu mundo pode ser como os livros que ouve falar, de Marx ou Chê.
Muitos que estão lá são crianças querendo apenas baderna, fazendo assim com suas atitudes perderem o valor impactante da conquista, ao usar o movimento de invadir a reitoria como primeira ação pseudo-revolucionária, a greve deveria ser o ultimo recurso, deveria estar além das negociações, além do modo “civilizado” de negociar.
Mas a USP é um universo a parte do outros, pois é auto-sustentável, muitas pessoas vivem lá do dinheiro mandado dos pais, e praticamente não precisam sair de lá. Fazendo com que a maioria siga uma linha de racioncínio, e também uma estética muito parecida. Quando também se invade a reitoria são roubados objetos de lá, fazendo perder o significado da ação por alguns badernistas.
Mas o Catalisador da greve não foi isso, e sim várias outras, pois como dito a invasão da reitoria já tinha perdido seu efeito, e também devo dizer que muitas pessoas não queriam a greve, mas duas coisas mudaram a cabeça das pessoas.
A Reitora pediu para a policia entrar na USP, e não foram poucos, chegando a mais de 200 policiais armados parados lá, formando uma barreira de escudos, mas até então parados, até que os estudantes começaram a cercá-los para intimidar, mas ainda assim fisicamente pacifico, porém xingando muito os policiais, e eles(policiais) não perderam e começaram a jogar bombas de efeito moral para dispersar as pessoas, o que sempre é em efetivo, e certas pessoas correram para os prédios onde os professores estavam, o que também seria inteligente. Mas a policia não se intimidou e além de espantar todos para abrigos mandaram bombas de efeito moral dentro dos abrigos, fazendo as pessoas entrarem em pânico, pois a frase clichê foi posta em prática, ” se fica o bicho come, se correr o bicho pega”, e foi nesse abuso de poder desnecessário em que a maioria da Usp hoje se encontra a favor da greve. Até porque existe a lei que a policia não pode entrar na Usp e todos querem viver no seu mundo seu repressão.

Na minha opinião e acho que na de muitos, os dois lados são muito errados.

O Mnn, pra quem não sabe é o movimento negação da negação, as pessoas desse grupo estão em peso nos C.A.’s da USP, e são os Pseudo-revolucionários que como vimos não argumentam, apenas agem sem negociar, onde já aconteceu de falarem dada seguinte maneira com pessoas importantes da USP: ” Cala Boca, seu Idiota!”. Para mim é o mesmo que ir discutir com uma criança e quando ela ve que vai perder a discussão ela mostra o dedo do meio.

Infelizmente as pessoas que tem comprometimento com algo, são as menos preparadas. Usam a faculdade como trampolim para a política.

O que eles não percebem é que a polícia só estava cumprindo ordens superiores, e que eles são apenas sobreviventes de um sistema educacional falho, em que não se cria pessoas corretas, apenas se valoriza a dedicação para algo que na sua essência não vai ti tornar uma pessoa melhor.

O Maior Laser do Mundo

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=dmIHD6P3rdo&feature=player_embedded]

A Nacional Ignition Facility estadunidense, no valor de 3,5 bilhões de dólares, está em funcionamento. Hospedada num prédio de dez andares, do tamanho de três campos de futebol, vai emitir 192 raios laser numa bola de gás hidrogênio congelado de 2mm para atingir a fusão nuclear – em 2040.

Se obtiver sucesso, será a descoberta mais monumental da era moderna, basicamente resolvendo todos os nosso problemas de energia. Mas as chances de o experimento dar certo são remotas.

Infelizmente, vai demorar um bom tempo até descobrirmos se vai dar certo ou não. Está aberto agora, mas têm testes agendados até 2040.

Esquentando o hidrogênio para 100 milhões de graus celsius os cientistas querem causar a fusão nuclear que formará o hélio, transformando esta na primeira máquina da história a criar mais energia do que consome.

Fonte:http://hypescience.com/o-maior-laser-do-mundo-entra-em-funcionamento/

Older posts