Tag: mentiras

Documentário: O Século do Ego

Mas é simplesmente um documentário fantástico, tanta pesquisa e informação, e O diretor consegue passar tudo isso com uma sutileza absurda, entenda como o trabalho de relações públicas nasceu e como é a raiz desse problema, o marketing do mal. – Mako

Sinopse:

“Esta é a história do surgimento de uma idéia que veio para dominar nossa sociedade. É a crença de que a satisfação dos sentimentos e desejos individuais é a nossa maior prioridade.”

Um documentário brilhante que fala sobre como nasceu a propaganda para a “paz”, para vender produtos e lucrar, o sobrinho de Freud pegou suas idéias e pois elas na ofensiva para controlar as massas, seu primeiro trabalho foi para fazer as mulheres fumarem em público, invertendo os valores da época e trazendo consigo símbolos e desejos ele conseguiu fazer com que fumar fosse uma atitude de independência, “a tocha da liberdade”. Logo depois todas as industrias de comércio começaram a ditar que era melhor comprar o que se deseja, pois você se sentirá melhor do que o que precisa, roupas tornaram-se expressões de sua personalidade, carros símbolos da masculinidade, e a era do consumismo nasce a todo vapor.

Este polêmico documentário é dividido em 4 episódios: (1) Máquinas de felicidade; (2) Engenharia do consenso; (3) Há um policial dentro de nossas cabeças. Ele deve ser destruído; (4) Oito pessoas bebericando vinho em kettering. Cada epsódio dividido em quatro ou cinco partes, todos legendados e com duração total de cerca de 240 minutos.

Torrent – Legendas pt-br (REVISADAS)

Subtitles ENG 

Todos os filmes e as Legendas

Ver no Youtube

Ver no Vimeo

Fonte: Docverdade

O Maior Segredo Está Bem à Frente de Seus Olhos

Onde estão os maiores segredos?

Quebrar dogmas, esse é uma das direções que o site toma. Dogma não são somente as grandes “verdades” (na maioria das vezes mentirosas) que são defendidas por pessoas com grande poder político, econômico ou com grandes saberes. Dogma é, de certa forma, qualquer verdade tomada em si mesmo, sem que se busque lhe dar um fundamento.

Por exemplo, posso dizer aqui que todo o universo é constituído pelos quatro elementos: água, fogo, terra e ar. Posso crer nisso e interpreta as coisas que acontecem através dessa idéia. Se estou doente, é porque tive um desequilíbrio entre os elementos. Não há nada de errado em agir assim. Entretanto, se o que penso afeta outras pessoas, então é necessário provar que estou certo.

Vou dar um exemplo de como isso é importante. Vamos pensar nessa questão: quando é que se pode dizer que existe um bebê, um humano? Quando espermatozóide e óvulo se encontram? Quando o feto atinge 6 semanas, 12 semanas? Quando nasce? Essa pergunta é um dos argumentos feitos tanto pelos defensores quanto pelos que criticam o uso e células-tronco embrionárias, que poderiam ser usadas para o tratamento e paralisias e outros danos no sistema nervoso, por exemplo.

Não estou aqui querendo entrar nesse assunto. Só estou querendo dizer o quanto é necessário deixar o dogma, ou seja, a certeza sem prova, e fundamentar o raciocínio das coisas que acredita. Dito isso, vou agora explicar o título que coloquei no texto.

Continue reading

Facebook