Tag: mako abe (page 1 of 2)

O dever da morte e dos que ficaram

O que se deve fazer?

A morte para muitos é um tema distante, ficcional até, só existe nas telas e nas notícias, mas quando ela se torna presente na maioria das vezes é instantâneo, e apesar de ser meteórico ele não faz barulho, muito pelo contrário, sua presença traz o silêncio.

Após a ausência de som, assim como a calmaria antes da tempestade, vem o caos, a falta de ordem, um choro e sofrimento que nos pega além da forma racional, é um som que nos alerta, desorganizado, fora do tom, o som do muito, do demasiado, uma represa abrindo as comportas de tanto sofrimento que esse momento acumulou e tudo o que a ausência do ente representa.

E como disse, a ausência nos desconcerta, cria um vácuo, e ninguém sabe como preencher, pouca gente sentiu a gravidade forte desse buraco negro, não se sabe o que há lá, e nada o escapa.

A morte é assim.

E para ela não há remédio, pelo menos até agora, apesar de procurarmos ele desde que adquirimos consciência.

Mas há remédio para o buraco negro, não que seja possível evitá-lo, mas com certeza é possível evitar mais sofrimento criado por ele.

A morte é algo que é sentido de várias formas, e todas diferentes, envolve relações, tempo e significado.

Mas quando ela acontece é preciso estar lá, por você, pelo outro, não é preciso dizer nada, até porque ninguém está escutando direito, é preciso estar presente, apesar de sua inconveniência, pois ela não escolhe hora para acontecer, não esperava as você terminar a jornada de trabalho.

A morte não avisa, ela é como uma visita indesejada, mas que nunca mais vai embora, deixa seu rastro, e quem sofre vai determinar se esse rastro vai fazer doer mais que o necessário, pois não existe morte não doída, existe morte não sentida agora, mas sua presença será percebida.

E a presença de amigos traz um conforto, não para o morto, é claro, mas para quem sofre, quem se importa, quem está perto do evento do horizonte desse buraco negro, e isso, é importante, você direciona os olhos dessas pessoas para todo o universo, as estrelas que o falecido tocou, em vez do abismo que uma ausência criou.

Hipnotizante escuridão.

Por isso fale tudo que precisar, não há tempo como o agora para expressar o que é preciso.

Não pude confortar do jeito que gostaria algumas ausências da minha vida, mas talvez seja assim para todos, mesmo pensando estar fazendo o bem, não temos a perspectiva de quem mais sente a escuridão.

Ter uma boa vida com a pessoa nos garante uma tranquilidade, uma sensação de existência completa, e de que fizemos tudo o que era necessário, o que podia ser feito.

Garante uma recuperação rápida também, e a lembrança de bons momentos em vez de arrependimentos.

A morte não é culpa de ninguém, não há justiça divina e nem porquê dela acontecer.

Tudo é passageiro na vida até ela própria.

Damos significado a esse sopro e a sua inexistência, assim nos impulsionamos , e como o vento não tem controle de onde vai apenas aceita seu movimento e perpetua a ideia de que tudo continua e vai continuar apesar de tudo.

A ideia de inexistência surgiu e é dever dos que ficam relembrar que existe um grupo em que os que sofrem fazem parte e o que deixou de existir deixou sua marca, ela ainda vive e é nosso dever continuar o movimento que um dia ela criou.

Uma nova visão de homem pode salvar o mundo.

Nossa sociedade cria pessoas para ficarem doentes, acho que isso todo mundo já está a par, mas por quê?

Se você não está agora, provavelmente já esteve ou vai ficar estatisticamente falando.

É muito difícil atingir um equilíbrio em nossas vidas, há muito o que  fazer, muita coisa pra pagar e pouco tempo para recuperar as energias.

São desejos implantados em nós toda nossa vida, vontades/necessidades essas que não buscam uma vida equilibrada, não pensaram nisso na sua criação, o que acontece é uma busca incansável por algo que muitas vezes não existe, ou é simplesmente impossível.

Na primeira palestra do curso de psicologia que participei um dos palestrantes mencionou estudar a psicologia positiva, que seria uma nova, mas na verdade esquecida visão do homem, ou melhor, de seu entendimento, ele focaria apenas em melhorar o indivíduo e não tratar a doença em si.

Depois de um tempo comecei a pensar que tipo de visão de homem deixaria a humanidade equilibrada, existem armadilhas que são óbvias para muitos, como por exemplo a busca do príncipe encantado, o corpo perfeito, uma vida materialista, mas mesmo assim, talvez pela falta de julgamento ou senso crítico, quase nunca trabalhada nas crianças, ainda temos uma grande porção da população que acredita nesse, vamos dizer assim, conto de fadas, nesse plano belo, porém irreal.

Na psicologia é chamado de Shouldism ou deverismo quando acreditamos no que deveríamos acreditar e não no que de fato nos satisfaz.

Acreditamos em muitas ilusões e muitas delas nos satisfazem por um tempo, mas a falta de enfrentamento e atrito com essas realidades nos causa angústia.

Vivemos em um mundo que nos adoece, que demanda tempo demais, esforço demais, e nos deixa em alerta o tempo inteiro, criando poucas oportunidades para sermos nós mesmos, de tirar todo o peso que colocam em nós e os que deixamos colocar também, até acrescentamos nós mesmos.

É peso demais.

 

Autoconhecimento é algo fundamental na vida de qualquer um, mas para isso é preciso pausar, desacelerar, olhar para dentro, mas hoje em dia trabalhamos mais para ganhar o mesmo que nossos pais, tudo ficou mais caro, principalmente no Brasil, e o custo da sobrevivência aumentou.

Quando se está encurralado você não pensar em resolver suas questões, há muitas preocupações, e o ciclo continua, e todos deixam a saúde mental de lado, o autoconhecimento e a satisfação de ser quem você gostaria de ser é deixado de lado e gradativamente esquecido.

Para o ser humano do futuro nascer, ou melhor, ser projetado, seria preciso criar uma sociedade, uma cultura em que a necessidade de se preocupar com a sobrevivência fosse vencida, e a partir daí outras questões e desafios entrariam na vida dessa pessoa, veja você, como é diferente a vida dos europeus e outros países de primeiro mundo, as prioridades são totalmente outras.

Viés otimista é o nome dado para quando imaginamos algo, um mundo, um homem, e tentamos construir essa ideia que não é realidade ainda e essa qualidade é encontrada em todos os líderes.

Essa mudança já começou, mas vai demorar bastante até alcançar metade da população, ela deve ser projeto, assim como os acordos ambientais, a humanidade deveria se juntar para criar o ser humano do futuro também, espalhando conhecimento e fórmulas que dão certo.

Talvez com a colonização de Marte e a Lua enxergaremos a noção de planeta, de raça humana, de que não dá pra colonizar Marte do jeito que fizemos na Terra. Temos que ser o melhor de nós lá e em tantas outros lugares que a humanidade ainda irá explorar.

Somos todos Pavões apaixonados pelas nossas próprias caudas

Somos quem nós somos, mas o que mais somos?

Todos temos características, personalidades, estilo, preferências, movimentos, muitas coisas diferentes.

Ao nos enxergarmos como indivíduos percebemos que somos nós mesmo, não nos confundimos com outros, apesar de muitas vezes encontrarmos pessoas parecidas.

Mas o mundo não é apenas nosso reflexo na superfície de um lago como Narciso viu, somos também o que os outros vêem, somos muitas vezes o que não somos para os outros.

Proposital?

Sim e não.

Continue reading

Frases 2014

shaolin-monk-training-1320987604-2185

Quando a violência perde seu poder corretor e gera mais violência, ai sabemos que somos capazes de aprender de outras maneiras estamos preparados

Não existe porta que se abre melhor do que aquela que já está aberta.

O passado é uma historia que contamos a nós mesmos, mas demoramos pra aprendê-la.

Cair não é vergonhoso, vergonhoso é nunca reconhecer a força da gravidade.

O diabo não entra pela janela.

A distância as vezes é o melhor remédio, e as más escolhas o melhor anestésico.

A pessoa que pensa que se abrir é tolice nunca olhou dentro de si.

A Criatividade não é uma epifania, mas sim a arte de construir, planejar e conectar.

Quando se entorpecer se torna o único objetivo da vida não é de se surpreender que aproveitá-­la se tornaria difícil.

Diariamente as pessoas se perguntam porque a humanidade comete os mmesmo erros, e a conclusão que cheguei é: porque as vezes pessoas precisam cometer o seus próprios erros.

Só quando soubermos de outras vidas em outros planetas que começaremos a ter o mesmo sentimentos que temos pelo nosso país e nossa casa com o nosso planeta.

Na sua Jornada não é preciso um mestre para começar, é preciso um aluno.

Somos tele espectadores sem TV.

As pessoas freqüentemente confundem estar ocupadas com falta de disposição.

Conhecer pessoas é o ato de conhecer a si mesmo através dos outros.

Não é difícil ser gentil, isso é óbvio, difícil é acreditar que ninguém o é.

Críticas e implicâncias de gente ignorante e infantil é igual jogar uma pedra numa montanha, não faz diferença nenhum, a não ser aumentar a própria montanha.

Cansado de olhar para o céu a procura dos deuses das estrelas, o homem antigo resolveu gravar sua marca eterna de forma colossal, para que todo ser que olhe de novo para o céu e o horizonte não importando quão distante do reino possa ver sua tentativa de se endeusar, através das pirâmides, suas montanhas artificiais.

Não importa se você nunca fez isso na sua vida, faça com confiança e agilidade, aplicando a experiência do segundo anterior no agora, e resolvendo as novas dificuldades em tempo real. Esse é o pensamento certo.

Quem se ilude geralmente é porque não tem controle sobre oo que se ilude, acabando assim deixando ao acaso e ao imaginário a função de segundo messias.

Escrever um texto é como um debate, mas com a chance de pensar duas vezes.

Não há dom que supere a disposição.

O ser de consciência implica uma mudança.

Uma pessoa ruim só quer uma vantagem para ser pior ainda, pois é o único caminho que conhece, o dele mesmo.

A maioria das mudanças não são revoluções.

A vida não acontece sem movimento.

Minha Segunda experiência com o Daime, ou melhor, a Ayahuasca

Devo dizer primeiramente que foi disparada uma das experiências mais incríveis que já tive.

E gostaria muito de compartilhar essa experiência, pois que maneira melhor de desmistificar isso pro leitor do que eu mesmo ir lá e estudar como tudo funciona e ter as experiências  que o chá proporciona.

Nessa minha segunda jornada para experimentar o daime o meu amigo Paulo Castilho me levou para Jarinu, uma cidade próxima de São Paulo, e infelizmente chegamos atrasados.

O lugar que o ritual acontecia era em uma casa construida para esse intuito no meio do mato. Chegamos lá e já tomamos o chá, uma versão mais forte e maior do que a ultima e primeira vez que tomei, aproximadamente uns 250 ml.

Meditamos um pouco, e rapidamente fechar os olhos já era diferente, comecei a receber imagens de obras de arte, mas que não me marcaram muito.

Depois de uns 20 minutos comecei a ter pensamentos negativos, podres, sexuais, os pensamentos invadiam a minha cabeça, e em um momento eu percebi que passaria mal e minha confiança que adquiri na primeira vez foi-se, e me fiz andar para o banheiro calmo, de alguma forma sabia que no momento exato que eu entrasse no banheiro eu iria vomitar.

Continue reading

Minha primeira experiência com o Daime, ou melhor, a Ayahuasca

Primeiramente tenho que explicar o óbvio que muita gente não sabe sobre a Ayahusca, ela não é droga e muito menos alucinógeno. O cipó mistura com as folhas de um arbusto resulta no chá que faz o ser humano liberar uma substância chamada DMT, ela é considerada a molécula do espírito, essa substância só é liberada quando nascemos, quando morremos e quando estamos em estado de profunda meditação.

Eu fui num lugar previlegiado com o leitor e agora meu amigo Paulo Castilho, fui no CEU Sagrado que fica em sorocaba, um lugar enorme e lindo, onde há uma igreja no meio com paredes de vidro, e lá mesmo é cultivado o cipó e feito o chá.

É preciso ter uma conversa rápida com alguém antes de entrar no ritual, há muitas pessoas para te auxiliar a qualquer instante, e as mulheres são divididas dos homens, deixando a banda no meio de todos.

Continue reading

Votação TOPBLOG 2013 – Religião

selo topblog 2013 religião top blog www.destruidordedogmas.com.br

Olá queridos leitores!

Mais um ano passou e estamos concorrendo a mais um concurso pra ver qual é o melhor blog de religião do Brasil.

A primeira parte do concurso é votação que só irão passar 100 blogs, e depois será escolhido o melhor blog por votos e o melhor pelo júri acadêmico.

Existe também a separação por blogs pessoais e profissionais, e felizmente o DDD conseguiu ficar em segundo como blog profissional e o que foi para nossa surpresa 2 lugar pelo Júri Acadêmico e não por votos,  o que realmente mostra o valor e o esforço que estamos dando aqui no site.

Há a possibilidade de votar com vários emails e utilizando a conta do face e do twitter, então quando mais melhor.

Contamos com a ajuda de vocês leitores, clique na imagem ou no link abaixo para votar.

www.Topblog.com.br/votacao

O Macaco-Homem Ordena

Hoje temos rap para brancos e Hip Hop para ricos, brancos querem ser malandros e negros querem parecer com os burgueses que os condenaram caindo na armadilha social, Che Guevara é vendido nas camisetas de 15 reais, e Gandhi virou o rosto pra qualquer frase na internet.

Ser honesto virou notícia e a morte virou celebridade nas televisões, o medo encontrou seu lugar entre os braços hipotérmicos do indivíduo e entre as grades de poluição vigiamos para sermos vigiados.

A noite não dorme… ela suspira com um olho aberto…

Hoje, o amor se tornou uma porta de emergência em que ninguém grita em desespero alarmante, apenas rasteja com suas línguas cortadas engasgando em sangue seco. Venderam a solitude como solidão, e deram à vida social, o lugar irreal para sossegar. O sexo virou remédio pra alma… uma pena ser apenas placebo.

Rezamos por Deuses que não concordam com o que acreditamos, e nos flagelamos incessantemente por tal assincronia, nos ensinaram que o mundo é assim desse jeito, castrando assim nossas asas, nossas sensações, nossa harmonia.

As mentes doentes erupcionam-se todos os dias nos jornais das 8, a capa das revistas apontam os sintomas como causas e desmedem esforços para subjugar com leis vesgas os que olham para baixo.

O mundo, apesar de redondo, nos achata. A cultura da ostentação tem uma cama em todo lugar onde há um teto, alimentamos todo dia esse parasita com ração de ética de dia e do bom senso de noite.

Olhamos para o outro lado da jaula buscando as soluções dos macaco-homens, quando na verdade nós estávamos dando amendoim e banana  para eles o tempo todo.

Se ao menos olhássemos para nós mesmos para perceber…

Se ao menos…

Percebemos.

– Dedicado à Helisa Quinto Ignácio

Movimento Bandeiras Brancas

Esse é um projeto Parceiro do DDD, o movimento Bandeiras Brancas foi feito pelo meu amigo Brunno Barbosa de Jacareí, interior de São Paulo.

Brunno assim como nós está lutando por algo em que acredita e que futuramente terá um benefício para todos, ele está criando uma campanha publicitária para mudar o feriado de Tiradentes para o dia da Paz, e com isso mobilizando centenas de pessoas e alcançando mídias importantes como a Tv Bandeirantes, alguns jornais do Rio de Janeiro e alguns sites.

Uma citação minha para o documentário e todo o movimento Bandeiras Brancas saiu em quase todos eles.

O site Inteligemcia e Comunicavale também falaram do movimento, e ele está crescendo a cada dia, e aproveito aqui para divulgar essa parceria e o trabalho de meu amigo.

Fico extremamente feliz de poder ajudar esse projeto e que um dia trabalhemos juntos.

É preciso trabalhar em projetos que sejam úteis, ou que tenham impacto social, pois se formos pensar que outro objetivos temos na vida?!

Apenas crescermos como indivíduo, coletivo e sociedade.

Frases 2012

Como a burguesia sendo a expressão da auto-corrupção e da imoralidade pode ditar valores na sociedade?!

Somos os Deuses dos homens de ontem.

Religião não é algo ridículo para pessoas ignorantes, Ateismo não é para pessoas inteligentes, as pessoas se confundem e se confirmam independente da cor que vestem.

Redes Sociais, a  mentira que você conta antes do “Oi Tudo bem?”.

As pessoas tem tão pouca informação que qualquer idéia nova parece utopia.

Quando o Homem viu que podia subir no cavalo ele percebeu que não iria parar até subir às estrelas.

Estamos Aterrorizados com a Solidão desde que inventamos a idéia de que estar acompanhado é a única forma natural de se viver.

Se nós tratássemos as pessoas como se fossem produtos lucrativos, estaríamos cultivando educação, e semeando moral há muito tempo.

De que adianta auto-confiança demais quando você está no caminho errado? Ele te cegará mais tempo aos sinais de que você não devia estar ali.

Tem pessoa que é muito sincera pra ser orgulhosa, e outras são muito orgulhosas pra serem sinceras.

A Maioria das tatuagens de hoje em dia são arquétipos emprestados. Apenas vitrines que escondem a falta de propósito.

A Alma não tem boca nem aparência, ela usa a arte para concretizar sua existência.

O Acaso é Nosso Escravo. E quem perceber isso vislumbrará um pouco da mecânica do Universo.

Pensávamos que a Terra era quadrada, que era o centro do Universo. Hoje pensamos que somos o único planeta com vida, e talvez ainda pior, pensamos que somos os únicos seres inteligentes a pisarem no solo da Terra. Quando provado o contrário será a derrocada do ego humano.

Se o nosso carro vaza óleo a gente conserta logo, não deixa vazar tudo até parar de funcionar, mas se ele continuar a dar outros problemas, é melhor pensar em trocar o carro inteiro. Assim deveria ser a sociedade.

Ser diferente hoje em dia é apenas estar na tribo errada, ou ser autentico demais para ligar para convenções sociais.

Em uma discussão não precisamos saber quem está certo, basta ver quem está errado, ou melhor, basta criar alguém errado.

Tudo é Utopia pra quem é ignorante.

Muito mais difícil do que ler pessoas, é saber o que elas estão ouvindo.

Nos distraímos pelas coisas que menos querem dizer sobre alguém.

A pessoa que não consegue imaginar um mundo livre, o chama de utopia, isso só acontece pois ela ainda não se desprendeu dos grilhões e viseiras sobre si.

Você só é intimo de alguém quando você se sente a vontade em silêncio do lado dela.

Os momentos em que mudamos a nossa respiração com certeza são os melhores da vida, quando respiramos rápido, ficamos ofegantes, tranquilizamos ela, damos uma profunda respirada e sentimos o cheiro, ou quando perdemos totalmente o ar.

Há 3 modos de conhecer realmente uma pessoa, quando bebemos com ela, quando jogamos com ela e quando trabalhamos com ela.

A revolução não é verdadeira se ela não for sua.

Preferimos acreditar nas histórias do que criar elas, pois nos identificamos mais com o povo que segue o herói do que ele mesmo.

Você não assopra na cara de um cachorro pois sabe que ele pode te morder. Assim também é com as pessoas. Considere.

O que alegra os olhos com certeza é subjugado pela opinião do coração uma hora ou outra.

Você não precisa conhecer o mundo para conhecer a si mesmo, mas precisa conhecer a si mesmo para entender realmente o mundo.

Older posts
Facebook