Tag: lei

A Nova Caça as Bruxas de Uganda

Agora em Uganda Gay é considerado criminoso, o que com certeza é um dos maiores retrocessos da atualidade. E para piorar a situação uma lista de 200 pessoas homossexuais foi divulgada pelo jornal Red Pepper, abrindo assim a temporada de caça.

Assim como muitos acham que estupradores tem que morrer, e que é de longe um dos crimes mais deploráveis, ninguém sente culpa quando uma pessoa que cometeu esse crime é linchado em público, pois pra eles é um serviço pra sociedade o que estão fazendo, elas pensam que: “isso não pode acontecer” ou “Pessoas assim são doentes”.

Mas agora temos outro alvo.

Dentro no islamismo podemos ver algo quase tão agressivo em alguns países, pois como a homossexualidade também é proibida eles invetaram uma saída que o Alcorão não aborda, a troca de sexo, portanto todo gay tem que trocar de sexo, o que com certeza acaba causando uma imensa tristeza no ser que é vitima dessa barbárie.

Continue reading

Justiça, e suas Consequências.

animal preso

A diferença de justiça e vingança é que para se condenar alguém pelos seus atos, a justiça diferente da vingança não utiliza sentimentos negativos no processo.

Vendo dessa forma, sugiro que demos um panorama pela nossa sociedade, onde justiça é comprável, pois advogados bons ou influentes podem usar dos furos de leis incabíveis para uma sociedade onde o crime é realidade, onde todos já pensamos em roubar pelo menos uma vez na vida. Estamos muito próximos da violência, e por quê?!

A resposta é o clichê, pelo sistema de ensino, super população, e uma economia baseada em dinheiro, em posses, muitos acabam ficando de fora desse ritmo. O índios da america do norte, quando chegaram os colonizadores e falaram que eles tem certas terras demarcados, que são donos de certas terras, o índio apenas rio de sua inocência em pensar que pode ser dono de algo que todos sabemos que é de todos, e não me limito a falar de humanos e sim seres vivos.
Hoje em dia podemos ver que o sistema de justiça do país é um sistema infantil, pois ele não liga para as pessoas que ingrigiram a lei.

Como um pai irresponsável que apenas por ver seu filho fazendo algo “errado” ou incômodo a sua tranquilidade o coloca de castigo sem motivo, e sem se perguntar se aquilo que fez realmente se mostrou significatico para o aprendizado da criança, infelizmente não vivemos com o sentimento de irmandade ou fraternidade ou mesmo amor pelo próximo, a primeira reação ao incômodo ou errado é a repulsa e a crítica sem intenção de ser construtiva, e sim destruidora, é uma reação natural aos olhos de hoje alguém falar mal de outra pessoa, em vez de tentar entende-la, pois com certeza se ela faz algo que é mal, existe um porquê e muitas vezes a resposta disso pode ser mais forte que a pessoa.

Vemos mais e mais pessoas indo para a cadeia, e o que percemos com isso é que o sistema, é uma máquina, ele não pensa, apenas condena. Podemos ver isso no caso de pessoas boas que em sua situação limite se veem agora como infratoras da lei, não há um entendimento que a maioria das pessoas postas nesse tipo de situação limite vai apenas para um lado, o do crime. Digo a maioria, pois com certeza existem aquelas que conseguem sair e se “dar bem”.

Não apredizado depois de ir para a cadeia, algumas até conseguem tirar algo de todo o sofrmento passado lá, mas aprendizado real é inexistente, pois muitas dessas pessoas são Retratos de uma Sociedade em Colapso, elas se transformaram, se adaptaram a um tipo de sobrevivênci em que tem que viver no underground da realidade imposta pela mídia.

O sistema de justiça deveria ser um pai que ensinasse os valores de uma vida honesta, honestidade essa que é determinada por um governo falho, mas ainda sim chegando perto da honestidade, e de que adianta prendermos esses fora-da-leis se nós mesmos não aprendemos com os erros mútuos?!

Sair da prisão deveria ser uma revolução na vida de alguém, mas quando se dá o primeiro passo para a liberdade, e se sente a mesma brisa gélidamente cortante de um mundo em que nada mudou em sua ausência, não perceberam sua falta, e ainda não lhe dão a possibilidade de voltar melhor que antes, só pior, pior, pior.

Lei Sobre o Cigarro.

sinal de fumaca

Agora já não se pode fumar dentro de ambientes fechados, um vício se torna um crime da noite pro dia.
As pessoas tem que mudar seus hábitos, mudar de lugares que costumam frequentar, talvez até tentar parar com o vício já que o cigarro aumentou o preço consideravelmente.

Não digo que sou a favor do Vício, alias sou contra, mas no meu estilo de vida, e também sou a favor do livre arbítrio e livre circulação de pessoas. Sou totalmente contra uma lei que imposta por uma minoria irá influenciar uma grande maioria, tudo bem, soltei um clichê, mas o que quero dizer é que bares, baladas e afins são lugares que você já está acostumado com a fumaça, aliás, as pessoas vão já sabendo disso, e vão em massa. Acho que alguém que tem o curriculum de pessoa que cuida da saúde do Brasil não pode simplesmente colocar uma lei que intervenha no estilo de vida das pessoas, sendo que foram proibidos até fumódromos, o que me faz pensar numa atitude infantil de tentar eliminar o cigarro da vida das pessoas, e a fonte disso seria a visão pessoal de uma pessoa ou como ele mesmo alega, a tentativa de igualar o Brasil a países europeus.

O que venho escrevendo aqui insistentemente é que não vai ser com uma lei dizendo o que devemos fazer e como que vai mudar a cabeça das pessoas, uma pessoa pode não matar, mas que se ela for devidamente implicada com certeza ela irá pensar nisso, e o desejo já está implantado.

O que se deve visar é mudar a formação de carácter e necessidade das pessoas. O Cigarro só está aí porque nós, e nisso digo todas pessoas, aceitam a imagem/mensagem e lhe dão o valor necessário para se tornar parte da rotina das pessoas, usado como status, tranquilizador, e muitas vezes apenas por estética.

Se você vê uma fumaça na mata e quer apagar o fogo, não adianta nada fica dissipando a fumaça, a essência do problema é mais embaixo/profunda.

Não se dá consciência aos outros através da imposição e sim através da compreensão.

Vilões do Outro Lado da Fronteira.

samurai-mau

Heróis no campo de batalha
é ouvida a trovoada de sua marcha
em seguida vem a chuva de suas flechas
todos valorizam as mesmas coisas,
mas as bandeiras os polarizam nessa peça,
Estandartes ao vento determinam,
O Herói e o vilão
O Vilão e o herói
ambos idolatrados por fracos que se tornarão mártires
mártires de reinos que esquecem de viver
mártires de reinos que não sabem quem é você
eles se preocupam em conflitar, em separar, em classificar
as diferenças causam guerras, igualar, união

Rufem os tambores para o sangue jorrar
Em respota os gritos voam aos ouvidos inimigos
covardes ou valentes
valentes ou covardes
quando a lâmina ti cortar ela não saberá qual é de verdade
no baço ou na virilha
você corta e atira
sobreviver é a questão
alguns esquecem a honra
outros a honra faz questão de deixar.

São todos sanguinários que pensam seguir algo para se confortarem
Deus, conduta, leis ou reis
são todos significantes significados do saber batalhal
o propósito ti deixará em pé
e a falta, ti fará tropeçar e cair,
pois você se torna o mal
que ataca todos sem sentir
que ele é tão ignorante quanto você
para entrar numa guerra sem saber
nada ganha, a não ser que queira mesmo morrer.

Facebook