Tag: japão

Japão vai construir a maior usina solar flutuante do mundo

Espaço é um problema para projetos de energia limpa

O Japão tem cerca de 233.000 quilômetros quadrados, mais ou menos o tamanho do estado de São Paulo. Mas tem 128 milhões de habitantes, e o estado brasileiro tem 44 milhões. A falta de espaço  é um problema não só para atividades como agricultura. Também é para um governo que pretende adotar uma política de abandonar a energia nuclear, depois do acidente da usina de Fukushima.

Onde estes projetos podem ser construídos? Em parte na água, segundo planejaram conjuntamente duas grandes corporações do país, Kyocera e Century Tokyo Leasing.

Elas se associaram para montar duas enormes ilhas de painéis solares que irão flutuar em dois reservatórios e gerar 2.9 megawatts de energia.

Uma das “mega usinas”, conforme o anúncio, ficará sobre a superfície do lago Nishihira, e vai gerar 1.7 megawatt, o que fará dela a maior instalação de seu tipo no mundo. A segunda estará localizada no lago Dongping, com capacidade de 1.2 megawatt. A construção começa este mês e deverá estar pronta em abril de 2015.

Continue reading

Duas Pirâmides de Vidro achadas submersas no Triângulo das Bermudas

Pirâmides de vidro são encontradas submersas no Triângulo das Bermudas.

Segundo um artigo, do site apparentlyapparel.com, pirâmides gigantescas de vidro (ou algo semelhante) teriam sido encontradas submersas no triângulo das bermudas, seriam construções da lendária Atlântida? Confira um trecho do artigo:

Estas estruturas em pirâmide estranhas subaquáticas a uma profundidade de dois mil metros foram identificadas com a ajuda de um sonar de acordo com oceanógrafo Dr. Verlag Meyer. Estudos de outras estruturas, como Yonaguni atualmente no Japão, permitiram aos cientistas determinar que as duas pirâmides gigantes, aparentemente feitas de algo como um vidro de grande espessura, são realmente impressionantes – cada uma delas é maior que a pirâmide de Quéops, no Egito.

Recentemente, cientistas americanos e franceses, bem como de outros países que estão conduzindo pesquisas em áreas do leito do mar do Triângulo das Bermudas, afirmam ter encontrado uma pirâmide de pé no fundo do mar, que nunca foi descoberta. O comprimento da base dessa pirâmide atingiu os 300 metros, 200 metros de altura, e à distância desde a base até a ponta da pirâmide é de cerca de 100 metros acima do fundo do mar. Os resultados preliminares mostram que esta estrutura parece ser feita de vidro ou um material semelhante a vidro (cristal?), como é totalmente lisa e parcialmente translúcida.

Quando se fala de tamanho, esta pirâmide recém re-descoberto é maior em escala do que as pirâmides do antigo Egito. No topo da pirâmide existem dois furos muito grandes, água do mar em movimento, à alta velocidade, passa através do segundo orifício e, portanto, as ondas turbulentas rolam pela formação de um vórtice gigante, que faz com que as águas em torno desta, causem um aumento maciço de ondas e névoa sobre o mar, na superfície. Esta nova descoberta faz com que os cientistas se perguntem se este está tendo um efeito sobre a passagem de barcos e aviões, o que poderia ser a razão para todo o mistério que cerca a área.

Continue reading

Documentário: A Guerra que Você Não Vê – Legendado

Com vocês, todas as mentiras sobre a guerra dos Estados Unidos.

Sinopse:

Neste documentário, John Pilger expõe como os grandes meios de comunicação dos países imperialistas (assim como seus representantes nos países periféricos) manipulam as informações com o objetivo de justificar suas guerras de rapina e outras políticas contrárias aos interesses das maiorias populares. John Pilger revela como estes meios agem de modo orquestrado para beneficiar as políticas imperialistas dos Estados Unidos, por exemplo, e de seus agentes no Oriente Médio (Israel). A vida humana nada conta para estas potências imperialistas (ou sub-imperialistas) nem para a mídia que as defende. Nada está por cima dos interesses econômicos ou estratégicos militares dos estados e grupos econômicos que exergem a hegemonia política no planeta. As cenas das atrocidades cometidas no Iraque, no Afeganistão e na Palestina são amostras do grau de perversidade a que se pode chegar com o objetivo de garantir privilégios.

*

Algumas informações rápidas que o documentário apresenta.

Durante a I Guerra Mundial 10% das mortes eram de civis.
Durante a II Guerra Mundial 50% das mortes eram de civis.
Durante a Guerra do Vietnã 70% das mortes eram de civis.
Durante a Guerra do Iraque mais de 90% das mortes eram de civis.

A matança de Civis e causar-lhes grande sofrimento é crime de Guerra – IV Convenção de Genebra

A ONU era usada para travar um guerra invisível contra o povo iraquiano, que carecia de medicamentos, causando a morte de milhões de crianças com idade abaixo dos 5 anos. Lembrando que a ONU é principalmente financiada pelos EUA.

Destruir as estruturas bases do país como escolas, hospitais e moradias são os principais alvos das guerras atuais, assim como lucrar com os recursos do país dominado, como o petróleo no caso do iraque,  e claro, testar novas armas como a bomba de fósforo que é proibida ser usada em guerras, mas foi usada no iraque como mostrado no documentário e Israel (financiada pelos EUA) também usou uma em uma escola de crianças na palestina.

Após um helicóptero atirar em civis, e matar duas crianças  uma pessoa fala “isso é culpa deles, quem mandou trazerem crianças para a batalha?”. Impressionante!

Mais de 300 jornalistas foram mortos desde a guerra do Iraque.

Obs: Terrorismo é uma das palavras mais usadas hoje, principalmente na época da guerra do Iraque e que na verdade não significa nada, pois perdeu seu significado e valor durante os anos, pois o terrorismo que as nações ricas apontam tanto são apenas epifenômenos de todo o período em que essas pessoas governaram, o descaso traz revolta, e a forma dos revoltados agirem é usada para justificar mais atrocidades. E o ciclo continua… até todos percebermos os mecanismo usados pela propaganda e não nos deixarmos enganar mais.

Torrent

Megaupload

Legendas

Opção de legenda e torrent

Entenda a radiação no Japão e seus Efeitos na saúde humana

As autoridades japonesas estão batalhando para tentar minimizar a  radiação da usina nuclear de Fukushima Daiichi. Apesar de os níveis de radiação terem diminuído após o pico de terça-feira, não há garantia de que não vão subir novamente. O local ainda está muito instável.

Foi imposta a evacuação imediata da zona dentro de um raio de 20 quilômetros da usina e os moradores que vivem dentro da faixa de 30 quilômetros foram aconselhados a deixar a área. Quem resolveu ficar, teve de permanecer nas residências e tentar deixá-las hermeticamente fechadas.

Especialistas salientam que uma ação rápida deve ser capaz de minimizar qualquer impacto sobre a saúde humana.

Quais são os efeitos imediatos para a saúde da exposição à radiação?

A exposição a níveis moderados (1 gray) pode resultar em contaminação por radiação, que produz uma variedade de sintomas. Náuseas e vômitos geralmente começam após algumas horas de exposição, seguidos por diarréia, dores de cabeça e febre.

Depois da primeira etapa de sintomas, pode haver um breve período sem a manifestação da doença. Porém, os sintomas costumam voltar ainda mais graves dentro de algumas semanas.

Em níveis mais altos de radiação, todos esses sintomas podem ser imediatamente aparente, juntamente com generalizada danos aos órgãos internos, o que é potencialmente fatal.
A exposição a uma dose de radiação de quatro grays é o bastante para matar cerca de metade de todos os adultos saudáveis.
Continue reading

Pirâmides Submersas do Japão

É um documentário bem curto, mas o mais esclarecedor até porque é o Graham Hancock que o apresenta e investiga. E acaba nos mostrando um outro lado dos megalitos japoneses.
São gigantes, muitos são feito de uma pedra só, é de um povo que durou milhares de anos antes do fim da era glacial, existem outras estruturas e desenhos de pedras que indicam vários monumentos debaixo da água.
O que parece é que realmente existe muita história debaixo dágua, e o japão não investe um centavo nisso, o que é muito triste.
E o que parece, não querem que pensem que é feito pelo homem.
O que me deixa muito intrigado, é que as escadas feitas nessa estrutura não são usáveis, pois são gigantes, o que me leva a pensar em níveis, andares, deveria existir alguma porta para dentro da estrutura, ser só uma pedra gigante e alta é meio sem sentido, e se foi feito mesmo antes de um enchente total, como subiriam até lá? talvez com alguma estrutura do lado, mas não vejo lógica nisso.
Talvez seja um modo de se defender, assim como antigamente faziam castelos bem no alto ou numa colina, para dificultar o acesso, e especulando talvez seja a Atlântida perdida, em que pra quem não sabe, Platão cita no seu livro chamado Timeo. Ou pode ser Lemúria.
japan piramid map

Facebook