Esse documentário é muito interessante, pois realmente nos mostra o quanto nosso corpo apenas interpreta fatos a nossa volta, a realidade seria a interpretação de tudo, nada verdade nunca chegaremos a experimentá-la como corpo físico, para experimentar a realidade verdadeira, essencial deveriamos estar no mesmo nível essencial.

Se pensarmos só no fato que o azul que vejo pode ser totalmente diferente do seu, ou que como um tipo de camarão que existe que enxerga mais de 100 mil cores a mais que o homem. A combinação de sentidos de diferente pontecialidades nos dá uma infinidade de interpretações da mesma coisa que na minha opnião não dá pra se sentir no plano físico.