Tag: inovação

Escola Troca Seguranças Por Professores de Artes e Melhora Desempenho de Alunos

Orchard Gardens, em Boston, chegou figurar entre as cinco piores do estado americano de Massachusetts e pulou para uma das que aprimorou o ensino mais rapidamente
Escola chegou a proibir que alunos levassem mochilas por medo de armas escondidas

RIO – Cercado por crianças indisciplinadas e pelo aumento de violência dentro das salas de aula, o diretor de uma escola pública de ensino médio da cidade de Boston, nos Estados Unidos, tomou uma medida que, à primeira vista, pareceu loucura: ele demitiu todos os funcionários da segurança e, com o dinheiro, reinvestiu contratando professores de arte.

Em menos de três anos, o colégio Orchard Gardens, que figurava entre os cinco piores do estado Massachusetts, tornou-se uma das unidades onde houve maior salto de qualidade no aprendizado de alunos. O segredo?

– Não há um único jeito de se fazer uma tarefa. E a arte te ajuda a compreender isso. Se você levar isso a sério, o mesmo acontecerá na parte acadêmica e em outras áreas. Eles precisam mais do que um teste preparatório e mais do que simplesmente responder de um jeito uma questão – disse à rede de TV NBC o diretor Andrew Bott, o sexto a gerir a unidade em menos de sete anos.

Continue reading

Documentário: Educação Proibida

 
Sinopse:
A escola completou mais de 200 anos de existência e ainda é considerada a principal forma de acesso à educação. Hoje em dia, a escola e a educação são conceitos amplamente discutidos em fóruns acadêmicos, políticas públicas, instituições de ensino, mídia e espaços da sociedade civil. Desde sua origem, a instituição escolar tem sido caracterizada por estruturas e práticas que atualmente são consideradas obsoletas e anacrônicas, e que não acompanham as necessidades do século XXI. Seu principal defeito está em um projeto que não considera a natureza da aprendizagem, a liberdade de escolha e a importância do amor e dos laços humanos no desenvolvimento individual e coletivo.A partir dessas reflexões críticas surgiram ao longo dos anos opiniões, propostas e práticas que pensaram e pensam a educação de forma diferente. “A Educação Proibida” é um documentário que procura recuperar muitas delas, explorar suas idéias e divulgar as experiências que ousaram mudar a estrutura do modelo educativo da escola tradicional.Mais de 90 entrevistas com educadores, acadêmicos, profissionais, autores, mães e pais, gravadas em oito países da América Latina, pesquisando 45 experiências educacionais não convencionais; mais de 25 mil seguidores nas redes sociais antes de seu lançamento e um total de 704 co-produtores que participaram do financiamento coletivo fizeram de “A Educação Proibida” um fenômeno único. Um projeto completamente independente de magnitude inédita, que mostra a necessidade urgente do surgimento e crescimento de novas formas de educação.
Dados do Arquivo:
Direção: German Doin e Verónica Guzzo
Qualidade: DVDRip
Áudio: Espanhol
Legenda: Português
Tamanho: 1.13 GB
Duração: 02:25:18
Formato: AVI
Servidor(es): 1Fichier (1F) | Rapidshare (RS)
————————————————————————————————————————————–

Download (1F)
Download (RS):
————————————————————————————————————————————–

———————————————————————————————————–

Fonte: Docprimus

Capitalismo: Excesso de Produção e Escassez de Novidades


Qual a real diferença?

 Olá Leitores deste blog. Sei que meus últimos posts mostravam algumas de minhas especulações teóricas próprias. Creio que esse não vai ser diferente, e peço desculpas, já que especulações não são teorias fundamentadas, mas acredito que elas podem nos fazer pensar, por isso continuo nessa onda.

O capitalismo é um regime que se mantém pelo desequilíbrio. Não mantém um nível de produção equivalente com a capacidade de consumo, mas aprendeu muito bem a criar desejos, a fazer com que as pessoas busquem consumir cada vez mais, aumentando assim sua produção, seus investimentos e consequentemente seu lucro. Quando pensávamos que o capitalismo ia consumir desenfreadamente nossos recursos naturais, vemos surgir uma nova forma de lucrar, sob o nome do “sustentável”. Já deixo claro aqui que esse “sustentável” que vemos nos produtos vendidos e nas sacolas plásticas reutilizáveis nada tem de sustentabilidade, pois a lógica da produtividade constantemente em alta ainda é válida. Entretanto, não podemos pensar que o sistema capitalista seja tão ingênuo de deixar que os recursos naturais se acabem, já que é o que ele explora para se mantém dominante.
Continue reading

Escola na Suécia sem Classes de Aula – Será o Futuro da Educação

 

Se a sua escola fosse assim, você não teria chorado, se fingido de doente ou batido o pé tantas vezes com seus pais para poder faltar, não é mesmo?

Basta olhar para as fotos. Essa é uma verdadeira “escola do futuro”, saída de um filme de sci-fi. Ou, melhor ainda, não é muito diferente de um escritório do Google.

Os alunos parecem estar funcionando de forma independente em seus laptops, em qualquer lugar que lhes seja confortável e conveniente. Claro que o ambiente não parece propício para uma boa postura – tantos puffs e posições “confortáveis” podem levar a dor nas costas. Tirando isso, você se sentiria bem à vontade, não?

Essa escola é uma ideia da organização escolar sueca Vittra. Eles operam 30 escolas ao redor da Suécia, com o objetivo de garantir que a aprendizagem ocorra em todos os lugares.

Por todos os lugares, eles querem dizer qualquer lugar. Tanto que eliminaram totalmente as salas de aula.

A escola da foto é a mais recente, chamada Telefonplan, inaugurada em agosto passado. Projetada e construída pela empresa de arquitetura Rosan Bosch, lá os alunos são livres para trabalhar de forma independente, e se quiserem colaborar com os colegas em um projeto, eles têm algumas opções para isso também.

A “aldeia” é uma pequena casa destinada a trabalhos em grupo, e “móveis orgânicos conversacionais” permitem que as crianças interajam umas com as outras também. Cada aluno recebe um computador da escola, que é usado como uma ferramenta importante para a aprendizagem.

 

Na Vittra Telefonplan, eles acreditam que, ao quebrar as divisões de classe físicas, as crianças podem ser ensinadas a viver com a curiosidade intelectual, autoconfiança e comportamento comunal responsável.

De acordo com a diretora da escola, Jannie Jeppesen, o projeto se destina a permitir que “a curiosidade e a criatividade” floresçam nas crianças. A melhor parte? Lá você nunca receberia uma nota vermelha, porque eles não dão notas.

O que você acha? Esse tipo de instituição é melhor ou pior para as crianças e para o futuro da educação?[OddityCentral]

Fonte: Hypescience

Talvez dar o poder de decisão e responsabilidade para as crianças seja o melhor caminho, e claro, ilimitar e despadronizar o ensino com certeza é uma pista de que essa idéia é algo que vai melhorar o ensino, o ensino não muda desde que foi inventado praticamente, está na hora de pegarmos ela pela mão e fazer andar com a cultura e a tecnologia.

Bairro Solar na Alemanha produz Quatro vezes mais Energia do que Consome

São 52 casas em uma combinação de construções residenciais e comerciais, que criam uma região habitável com o menor impacto ambiental possível l Fotos: Rolf Disch

Continue reading

Facebook