Tag: humano (page 1 of 2)

Uma nova visão de homem pode salvar o mundo.

Nossa sociedade cria pessoas para ficarem doentes, acho que isso todo mundo já está a par, mas por quê?

Se você não está agora, provavelmente já esteve ou vai ficar estatisticamente falando.

É muito difícil atingir um equilíbrio em nossas vidas, há muito o que  fazer, muita coisa pra pagar e pouco tempo para recuperar as energias.

São desejos implantados em nós toda nossa vida, vontades/necessidades essas que não buscam uma vida equilibrada, não pensaram nisso na sua criação, o que acontece é uma busca incansável por algo que muitas vezes não existe, ou é simplesmente impossível.

Na primeira palestra do curso de psicologia que participei um dos palestrantes mencionou estudar a psicologia positiva, que seria uma nova, mas na verdade esquecida visão do homem, ou melhor, de seu entendimento, ele focaria apenas em melhorar o indivíduo e não tratar a doença em si.

Depois de um tempo comecei a pensar que tipo de visão de homem deixaria a humanidade equilibrada, existem armadilhas que são óbvias para muitos, como por exemplo a busca do príncipe encantado, o corpo perfeito, uma vida materialista, mas mesmo assim, talvez pela falta de julgamento ou senso crítico, quase nunca trabalhada nas crianças, ainda temos uma grande porção da população que acredita nesse, vamos dizer assim, conto de fadas, nesse plano belo, porém irreal.

Na psicologia é chamado de Shouldism ou deverismo quando acreditamos no que deveríamos acreditar e não no que de fato nos satisfaz.

Acreditamos em muitas ilusões e muitas delas nos satisfazem por um tempo, mas a falta de enfrentamento e atrito com essas realidades nos causa angústia.

Vivemos em um mundo que nos adoece, que demanda tempo demais, esforço demais, e nos deixa em alerta o tempo inteiro, criando poucas oportunidades para sermos nós mesmos, de tirar todo o peso que colocam em nós e os que deixamos colocar também, até acrescentamos nós mesmos.

É peso demais.

 

Autoconhecimento é algo fundamental na vida de qualquer um, mas para isso é preciso pausar, desacelerar, olhar para dentro, mas hoje em dia trabalhamos mais para ganhar o mesmo que nossos pais, tudo ficou mais caro, principalmente no Brasil, e o custo da sobrevivência aumentou.

Quando se está encurralado você não pensar em resolver suas questões, há muitas preocupações, e o ciclo continua, e todos deixam a saúde mental de lado, o autoconhecimento e a satisfação de ser quem você gostaria de ser é deixado de lado e gradativamente esquecido.

Para o ser humano do futuro nascer, ou melhor, ser projetado, seria preciso criar uma sociedade, uma cultura em que a necessidade de se preocupar com a sobrevivência fosse vencida, e a partir daí outras questões e desafios entrariam na vida dessa pessoa, veja você, como é diferente a vida dos europeus e outros países de primeiro mundo, as prioridades são totalmente outras.

Viés otimista é o nome dado para quando imaginamos algo, um mundo, um homem, e tentamos construir essa ideia que não é realidade ainda e essa qualidade é encontrada em todos os líderes.

Essa mudança já começou, mas vai demorar bastante até alcançar metade da população, ela deve ser projeto, assim como os acordos ambientais, a humanidade deveria se juntar para criar o ser humano do futuro também, espalhando conhecimento e fórmulas que dão certo.

Talvez com a colonização de Marte e a Lua enxergaremos a noção de planeta, de raça humana, de que não dá pra colonizar Marte do jeito que fizemos na Terra. Temos que ser o melhor de nós lá e em tantas outros lugares que a humanidade ainda irá explorar.

O Segredo da vida é saber que você é frágil e estar Ok com isso

EnlightenmentalityTumblr_Monk-Balancing_December-2011

Como diminuir, ou aproximar nossa concepção de realidade dela própria?

Muitas pessoas nem sabem que não enxergam fora de suas bolhas, construiram todo uma realidade dentro de seus universos que se fecharam para as experiências novas, aliás, nem sabem que elas existem.

É preciso nos olhar de vários lugares para ter noção que somos realmente seres humanos.

Os casos alarmantes de depressão não são atoa, ou por que as pessoas ficaram mais frescas ou fracas, somos seres que devem ficar em constante equilíbrio, e tudo que vemos de propaganda e valores nos diz o contrário hoje em dia. Estamos seguindo um caminho que faz mal para a humanidade.

Continue reading

10 Poderes que Você Pode Ganhar Com Implantes no Cérebro

http://www.businessinsider.com/10-brain-implant-superpowers-2014-5

Um minúsculo chip de computador embutido cirurgicamente em seu cérebro poderia lhe dar superpoderes. Parece loucura , mas os cientistas já usam esses dispositivos para restaurar a visão para algumas pessoas cegas e audição para o surdo.
No futuro estes implantes também conhecido como neuroprosthetics serão capazes de fazer muito mais, como no caso de olhos ou ouvidos implantes super- sensíveis, usando sinais eletrônicos para estimular partes do cérebro , esses chips podem agora fornecer sinais visuais e auditivos e restaurar conexões que foram cortados por trauma. Uma vez que nossa compreensão do cérebro melhorou, pesquisadores prevêem uma melhora na velocidade e qualidade de entrega dados para a mente.

É atualmente arriscado para perfurar o crânio e colocar um pequeno dispositivo eletrônico lá dentro, mas a tecnologia está avançando rapidamente. Logo as coisas que consideramos superpotências estarão prontamente disponíveis para quem quiser e puder pagar .

Aqui estão algumas das coisas que os implantes cerebrais tornarão possíveis .

1. Ouvir uma conversa do outro lado do quarto, ou em uma balada lotada.

O implante coclear pode restaurar a audição para algumas pessoas, e até mesmo permitir que elas ouçam pela primeira vez . Com a ajuda de hardware especializado eles poderiam ajustar para fora o que você não quer ouvir,ou utilizar equipamentos sensíveis para pegar distantes ondas sonoras .

Continue reading

Lista das 10 Áreas Menos Promissoras – Um Futuro Triste para o Pensamento.

A revista americana Forbes, levando em consideração o mercado de trabalho nos Estados Unidos, fez um ranking com as dez profissões menos promissoras. Foram usados quatro critérios: salário dos recém formados, salários dos profissionais mais experientes, taxa de desemprego entre recém formados e taxa de desemprego entre profissionais mais experientes. A pesquisa considerou recém formados os jovens entre 22 e 26 anos, e os mais experientes, os profissionais com idades entre 30 e 54 anos. Confira abaixo as dez profissões menos promissoras:

  1. Antropologia e Arqueologia
  2. Artes relacionada a vídeo e fotografia
  3. Artes plásticas
  4. Filosofia e teologia
  5. Artes
  6. Música
  7. Educação física
  8. Design gráfico
  9. História
  10. Literatura e letras

Continue reading

O Homem Bicentenário – O que é o Ser humano?

leWfVzSmV50Fb1Idg5qRczw4nww

Estou neste momento assistindo mais uma vez a esse filme que sempre me faz pensar, “O Homem Bicentenário”, baseado na obra de Isaac Asimov. Esse filme é um profundo questionamento sobre o que nos torna humanos, desde a biologia até a psicologia, a filosofia e a ética. Refinando a trama do filme, que conta a história de um robô defeituoso, que misteriosamente nasceu com propriedades comportamentais próximas do humano, como a criatividade. Ele tem um ótimo senso artístico e cria relógios de pêndulo, com formas magníficas. Aos poucos ele revela outro potencial humano: o da interrogação sobre si mesmo. Não chamaria isso de consciência, mas se equivale a ela. Os humanos tem esse potêncial de reconhecer a si mesmos, e a comparar-se com os outros. Mais que isso, tem o potencial de questionar sobre si, suas origens e sobre o que o faz ser o que é.

Continue reading

Documentário: BBC The Code – O Código

Sinopse:
Um código misterioso alicerça o mundo. Mas o que ele significa e o que podemos aprender com ele? Marcus du Sautoy nos leva em uma odisséia para descobrir o código e revelar o seu significado.
Wikipédia (Inglês)
Dados do Arquivo:
Produção: Stephen Cooter e Michael Lachmann
Qualidade: TVRip
Áudio: Inglês
Legenda: Português
Tamanho: Aprox. 700 MB (cada episódio)
Duração: Aprox. 00:59:00 (cada episódio)
Formato: AVI
Servidor: Peeje (PJ) | Uploaded (UL)
Screenshot: Ep.1 | Ep.2 | Ep.3
————————————————————————————————————————————–

Episódio 1: Números
Du Sautoy revela um código numérico oculto que sustenta toda a natureza. Um código que tem o poder de explicar tudo, desde os números e as formas que vemos à nossa volta até as regras que governam nossas vidas. Neste primeiro episódio, ele revela como os números significativos aparecem em todo o mundo natural. Eles fazem parte de um mundo oculto da matemática que contém as regras que governam tudo no nosso planeta e além.
Download (PJ)
Download (UL)

A Constância

O ser humano já foi uma civilização nômade,
O ser humano já foi uma civilização guerreira,
O ser humano já foi uma civilização agrícola,
O ser humano já foi uma civilização escrava,
O ser humano já foi uma civilização meditativa,
O ser humano já foi uma civilização mágica,
O ser humano já foi uma civilização devota,
O ser humano já foi uma civilização castrada,
O ser humano já foi uma civilização de grandes monumentos,
O ser humano já foi uma civilização astronômica,
O ser humano já foi uma civilização aprendiz,
O ser humano já foi uma civilização sobrevivente,
O ser humano já foi uma civilização atroz,
O ser humano já foi uma civilização de amor,

Pra quem diz que as pessoas tem uma natureza, uma essência,
é melhor olhar para tras antes (engraçada a analogia tempo/espaço),
pois o ambiente se mostra muito mais importante do que qualquer pré-disposição. 

Pare de falar que nunca vai mudar, nós sempre mudamos.

A mudança é a única constância.

Colisão, um evento Humano

Se esses animais “colidissem”, eles seriam exterminados a muito tempo ou estariam a caminho disso.

Nós, estamos a caminho disso.

Podemos observar na sociedade que não estamos em sincronia com o mundo e nem com os elementos que a compõe, e se pararmos alguns segundos para pensar no assunto conseguimos ver claramente as coisas que incomodam, e o quais são os valores impostos por ela, e claro, nós sabemos de todos eles, mas nos deixamos ser engolidos por eles muitas vezes, apesar de termos consciência deles.

Podemos citar aqui o tanto que há dilemas morais em histórias contadas hoje em dia em séries, filmes, livros, posso citar aqui um dilema da história Os Substitutos, quadrinho e filme, no final nosso herói fica na dúvida se deve destruir todos os robôs para as pessoas começarem a viver suas vidas naturalmente denovo ou continuar com esse rumo que a sociedade tomou, que parece tão doente quanto a nossa hoje em dia.

Deixamos de ser um organismo gigante, pois valorizamos coisas individuais, solitárias, andamos em grupo pensando em nós mesmos apenas, para a maioria no final o grupo não importa mais que você. Esse sentimento só é desperto na gente em horas específicas, mas sempre está lá, e só o nosso conjunto de valores irá determinar se agiremos por nós mesmos, ou pelo grupo inteiro.

Veja a forma como olhamos esses videos, achamos isso impossível, improvável, estonteante, pois não conseguimos conceber a idéia deles (os animais) todos juntos andando num ritmo harmonioso e beirando o caos algumas vezes, mas mesmo assim tudo se encaixando, ninguém esbarrando nos outros, atropelando os outros, e pensando “cada um por si, valorizo minha vida mais que a dos outros”, é algo incrível o que conseguimos ver na natureza, algo tão sutil que mostra uma colossal falha no nosso modo de pensar.

Continue reading

Se Beber, Não Dirija.

São milhares os tipos de campanhas que tentam tratar de modo falho os sintômas da sociedade, mas peguei especificamente essa, pois li ela outro dia na marginal pinheiros, e ela tem tantas implicações.

Primeiro seria a base do problema de acordo com a sociedade, a bebida, ela tem vários efeitos claro (sendo uma delas a alteração de julgamento)*, mas porque no mundo isso de nada importa quando começamos?! Porque nosso julgamente já é afetado, e tudo parece ok, para muitas pessoas, até estão melhores, quem nunca ouviu aquela frase “eu dirijo melhor bêbado”, mas isso só demonstra uma clara falta de auto-conhecimento, no sentido de conhecer seus limites, e algo que eu acho ser o verdadeiro fator para isso, uma boa parte da população hoje em dia não está nem aí pra ninguém! E essa é uma realidade extremamente triste, vemos alguns tentando mudar o mundo (como nós aqui do DDD), mas outras simplesmente não foram tocados pela força da mudança, ainda vivem suas vidas determinadas por terceiros, e tem as reações também previstas pelos mesmos.

O que eu acho que leva a esse pensamento, além da sociedade capitalista que cultiva individualismo e aplaude a competição, é o distanciamento criado pela tecnologia e a sociedade trazem, em prol do sucesso devemos abandonar o nossas raízes e nos transformarmos no que chamam de “humano”, um ser plástico, inventado, algo que não conseguimos ser, pois quebramos tudo o que acreditamos com o que nos apontam como coisas importantes.

Continue reading

Entenda a radiação no Japão e seus Efeitos na saúde humana

As autoridades japonesas estão batalhando para tentar minimizar a  radiação da usina nuclear de Fukushima Daiichi. Apesar de os níveis de radiação terem diminuído após o pico de terça-feira, não há garantia de que não vão subir novamente. O local ainda está muito instável.

Foi imposta a evacuação imediata da zona dentro de um raio de 20 quilômetros da usina e os moradores que vivem dentro da faixa de 30 quilômetros foram aconselhados a deixar a área. Quem resolveu ficar, teve de permanecer nas residências e tentar deixá-las hermeticamente fechadas.

Especialistas salientam que uma ação rápida deve ser capaz de minimizar qualquer impacto sobre a saúde humana.

Quais são os efeitos imediatos para a saúde da exposição à radiação?

A exposição a níveis moderados (1 gray) pode resultar em contaminação por radiação, que produz uma variedade de sintomas. Náuseas e vômitos geralmente começam após algumas horas de exposição, seguidos por diarréia, dores de cabeça e febre.

Depois da primeira etapa de sintomas, pode haver um breve período sem a manifestação da doença. Porém, os sintomas costumam voltar ainda mais graves dentro de algumas semanas.

Em níveis mais altos de radiação, todos esses sintomas podem ser imediatamente aparente, juntamente com generalizada danos aos órgãos internos, o que é potencialmente fatal.
A exposição a uma dose de radiação de quatro grays é o bastante para matar cerca de metade de todos os adultos saudáveis.
Continue reading

Older posts
Facebook