Tag: gene

Documentário: A verdade sobre a mentira

Sinopse:
A verdade é… somos todos mentirosos.Os cientistas dizem que aos 4 anos nós já aprendemos a mentir. Mentimos para proteger nós mesmos e os outros. Mentimos para proteger os sentimentos dos outros, e para conseguir o que queremos e precisamos. A maioria de nós mente em uma a cada quatro conversas que durem mais de 10 minutos. Um estudo mostrou que estudantes universitários mentem para suas mães 50% do tempo. Mentimos em 1/3 das conversas com nossos parceiros, e contamos as mentiras mais sérias para as pessoas com quem mais nos importamos.”A Verdade sobre a Mentira” revela que a única coisa que sabemos com certeza sobre a mentira é: todos fazem isso, e não conseguimos detectá-la facilmente.Aliás, pra todos que já viram a série Lie to Me sabe que tem muito a ver com essas micro-expressões e não é atoa, a série toda foi inspirada nos livro e na vida do Paul Ekman, o cara que foi estudar expressões faciais na áfrica. (Vou comprar o livro dele e depois conto o que acho)

Dados do Arquivo:
Direção: Andy Blicq
Qualidade: TVRip
Áudio: Inglês
Legenda: Português (Embutida)
Tamanho: 567 MB
Duração: 00:52:53
Formato: AVI
Servidor(es): Depositfiles (DF) | Rapidshare (RS)
————————————————————————————————————————————–
Download (DF)
Download (RS):
Fonte:Docprimus

Documentário: Patente para o Porco: O Grande Negócio da Genética / Patent For a Pig: The Big Business Of Genetics (2007)

 

Sinopse:
O documentário exibido pelo canal Management TV debate a partir de opiniões da comunidade científica e de ativistas na defesa dos consumidores a tentativa da multinacional Monsanto em patentear genes do porco, alguns deles encontrados naturalmente em animais não submetidos à modificação genética.
Especialistas, e até um ex-funcionário, demonstram como funciona o poderoso lobby realizado pela empresa junto ao governo e a agência regulamentadora do setor nos EUA, o FDA, para estabelecer, com base no discurso assistencialista, o domínio da multinacional sobre a produção de alimentos em todo o mundo. Também mostra sua atuação predatória para com os produtores de grãos norte-americanos, e as consequências nas taxas de fertilidade de bovinos e suínos alimentados exclusivamente a partir de rações de soja e milho geneticamente modificados.
Dados do Arquivo:
Direção: Christian Jentzsch
Qualidade: TVRip
Áudio: Inglês (Dublado)
Legenda: Português (embutida)
Tamanho: 376 MB
Duração: 00:43:00
Formato: AVI
Servidor: Peeje
————————————————————————————————————————————–
————————————————————————————————————————————–

———————————————————————————————————–

Cientista Genético do Futuro

Esse texto vai exigir a leitura de outros, o link estará no próprio texto.

Comecemos com afirmativas.

De acordo com o Casal Kirlian, a doença aparece primeiro no campo eletro-magnético da pessoa em forma de uma cor mais escura e aí sim essa doença poderá aparecer em sua forma física no corpo da pessoa, podemos dizer que é primeiro necessário que haja uma reação no corpo sutil da pessoa, ou seja, na aura, para que ela se materialize fisicamente.

A teoria dos Campos Morfogenéticos diz que a explicação para muitas mutações físicas de um ser vivo, como a borboleta ter sido uma larva, ou a mudança de cor do pelo de alguns animais, pode ser explicada por um campo que fica ao redor de cada ser vivo que organizaria essa mudanças, simplificando, seria como se fosse um super DNA invisível controlando de forma maestral o corpo físico.

Agora podemos pensar que o campo eletro-magnético afeta o corpo e talvez esse corpo magnético seja parte do campo morfogenétio, podemos observar vários estudos espirituais sobre que tipo de cor a aura de uma pessoa tem em diferentes situações e como essa aura está organizada ou fluindo, e isso nos diz que nossos sentimentos podem afetar nosso campo eletro-magnético, ou além, como podem afetar coisa físicas como a água, e não apenas com sentimentos, mas com música também.

Pego como exemplo/suposição o Deus Enki da mitologia sumério, que por interpretação dada por Zecharias Sitchin ele teria sido um cientista genético do Planeta X, ou Herchobolus, ou Nibiru, são muitos os nomes dados a esse planeta, e que ele teria dado o salto da evolução humana e isso explicaria o porque de não acharmos o “elo perdido”.

Peguemos essas informações e vejamos como seria que um cientista genético do futuro trabalharia. Ele usaria o campo morfogenético para mudar sua estrutura física, e talvez até certos tipos de música ou sons.

Se não me engano foi platão que primeiro disse que os humanos tem certas semelhanças, ou melor, certos padrões físicos que se assemelham com a personalidade, e para ver isso basta vermos os esteriótipos usados em filmes e seriados, o malvado sempre tem certo tipo de sobrancelhas ou um nariz alongado e pontudo,  obonzinho e inocente sempre tem um rosto mais arredondado e por aí vai, com certeza você já encontrou alguém que se parecia muito com uma pessoa que você conhecia tanto física quanto psicologicamente.

Essas idéias postas juntas formam uma lógica, mas claro que é puramente teórico, mas talvez apenas cedo demais para ter certeza.

Facebook