Tag: farsa (page 2 of 3)

Documentário: “Expulso” – Teoria da Evolução Refutada

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=P8hIlSWBAHU]

O resto está nesse canal.
Clique Aqui.

O Documentário fala de forma bem humilde e direta, como se fosse uma jornada de uma pessoa qualquer, ou de uma pessoa que se sente incomodada com a resposta da evolução, e tudo começa com a “expulsão”, ou demissões de professores ligados ao Deisgn Inteligente.
Apesar do modo patriota que é mostrado como os Eua sempre tiveram e valorizavam a liberdade de expressão e pensamento, o que considero errado, mas é costume dos americanos fazerem isso.
É mostrado como o Design inteligente pode ser uma resposta para a evolução, mas é uma resposta que não deixa dúvidas, pois substitui Deus em questão de escala. Pois assim como muitos crentes falam que Deus é a resposta para muita coisa desconhecida, com o DI é possivel explicar quase tudo desse assunto.
Por tanto peço pra quem veja, veja com a mente aberta, pois se for uma possibilidade, sendo que o paradigma(teoria da evolução) está errado ou incompleto, devemos ver outras opções.

Pra quem se interessa por mais teorias sobre o assunto:
saiba mais sobre Campos Morfogenéticos aqui.

Por Trás da Gripe Suína

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=CcgCBiyGljM&feature=player_embedded]

Quando o vírus da gripe suína H1N1 se espalhou pelo mundo, aparece uma droga que promete resolver a questão, o agora famoso Tamiflu. Quem detém a patente e comercialização desse remédio? Os laboratórios Roche e a empresa Gilead Sciences. E quem é o chefão da Gilead? Nada menos que Donald Rumsfeld, ex-secretário de Defesa do governo Bush, um dos ideários da invasão do Iraque.

Em 2005, quando a mídia pulava feito pipoca divulgando o “pânico” mundial da gripe aviária (H5N1), a administração Bush determinou a vacinação de todos os soldados que se encontravam fora do país. O próprio Rumsfeld fez o anúncio da compra pelo governo de U$ 1 bilhão em doses do remédio. Dias depois, a Casa Branca enviou um pedido ao Congresso dos EUA para a compra de mais U$ 2 bilhões em estoques do Tamiflu. Com isso, sua venda passou de 254 milhões em 2004 para mais de 1 bilhão em 2005.

Segundo dados de abril de 2009, da Organização Mundial de Saúde, a gripe aviária matou em todo o planeta 257 pessoas. A gripe comum mata, em média 500 mil por ano. O Rumsfeld ex-diretor presidente da Gilead certamente agradeceu ao Rumsfeld então secretário de Defesa.

O Tamiflu era até 1996 propriedade da Gilead Sciences Inc., empresa que nesse ano vendeu sua patente aos laboratórios Roche, e sabe quem já foi seu presidente? O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, que ainda hoje é um dos seus principais acionistas. Enquanto se falava sobre a gripe aviária, a Gilead Sciences Inc. quis recuperar o Tamiflu, alegando que a Roche não fazia esforços suficientes para fabricá-lo e comercializá-lo. Ambas as empresas se colocaram a “negociar” e chegaram em um acordo em tempo recorde, constituído de dois comitês, um encarregado de coordenar a fabricação mundial do remédio e decidir autorizações para terceiros fabricarem, e outro para coordenar a comercialização das vendas aos mercados mais importantes, incluindo os Estados Unidos. Além do que, a Roche pagou a Gilead Sciences Inc, algumas “regalias” retroativas no valor de 62,5 milhões de dólares. Sem contar que a Gilead ficou com mais 18,2 milhões de dólares extra por vendas superiores às contabilizadas entre 2001 e 2003.

E o que Donald Rumsfeld tem com tudo isto? Absolutamente nada. Segundo o comunicado emitido no mês de outubro pelo Pentágono, o secretário de defesa dos Estados Unidos não interviu nas decisões que tomou o governo de seus amigos Bush e o vice-presidente Dick Cheney sobre as medidas preventivas adotadas para prevenir uma pandemia. O comunicado afirma que ele se absteve, que não teve nada com a decisão da administração americana em apoiar e aconselhar o uso do Tamiflu no mundo todo. E claro nós acreditamos, assim como ele assegurou solenemente que no Iraque havia armas de destruição em massa.

Além disso, seu nome já apareceu junto a uma vacinação massiva contra uma suposta gripe durante a administração de Gerald Ford, na década de 70, que teve como resultado mais de 50 mortes por causa dos efeitos colaterais. Ou quando a FDA aprovou o “aspartame”, três meses após Rumsfeld incorporar-se ao gabinete de Ronald Reagan (mesmo que nos dez anos anteriores de estudos ninguém havia tomado qualquer decisão). Só alguém muito “mal intencionado” acreditaria que existiu um lobby, só porque um pouco antes de Rumsfeld entrar para o governo americano ele era presidente do laboratório fabricante do “aspartame”. E creio que tampouco ele teve algo a ver na compra de milhares de Vistide, remédio adquirido em massa pelo Pentágono para evitar efeitos colaterais da Varíola, e que foi usado nos soldados antes deles embarcarem para o Iraque. É preciso dizer que o Vistide também era produto da Gilead Sciences Inc.?

Fonte: saindodamatrix.com

Documentário: A Farsa do Aquecimento Global legendado Pt

 

Exibido em 8/3/2007 pelo Channel 4 britânico, “A Grande Farsa do Aquecimento Global” (de Martin Durkin) vai na contramão de “Uma Verdade Inconveniente” (de Al Gore), reunindo os depoimentos de cientistas reconhecidos para denunciar que a teoria do aquecimento global causado pelo homem não tem base científica e que a elevação da temperatura decorre de um ciclo natural. Depoimentos de Carl Wunsch, Eigil Friis-Christensen, Frederick Singer, Ian Clark, James Shikwati, John Christy, Lord Lawson de Blaby, Nigel Calder, Nir Shaviv, Patrick Michaels, Patrick Moore, Paul Reiter, Philip Stott, Piers Corben, Richard Lindzen, Roy Spencer, Shun-Ichi Akasofu e Tim Ball. Vødeo com legendas em português.

Download do documentário: Torrent com legenda em Português

Um post sobre o Documentário:
Aquecimento Global Existe?

Pandemia do Lucro

zumbi walk

DUAS MIL pessoas contraem a gripe suína e todo mundo já quer usar máscara.

VINTE E CINCO milhões de pessoas têm AIDS e ninguém quer usar preservativo.

PANDEMIA DE LUCRO

No mundo, a cada ano morrem milhões de pessoas vitimas da Malária, que se podia prevenir com um simples mosquiteiro.

Os noticiários, disto nada falam!

No mundo, por ano morrem 2 milhões de crianças com diarréia que se poderia evitar com um simples soro que custa 25 centavos.

Os noticiários disto nada falam!

Sarampo, pneumonia e enfermidades curáveis com vacinas baratas, provocam a morte de 10 milhões de pessoas a cada ano.

Os noticiários disto nada falam!

Mas há cerca de 10 anos, quando apareceu a famosa gripe das aves…

…os noticiários mundiais inundaram-se de noticias…

Uma epidemia, a mais perigosa de todas… Uma Pandemia!

Só se falava da terrífica enfermidade das aves.

Não obstante, a gripe das aves apenas causou a morte de 250 pessoas, em 10 anos…25 mortos por ano.

A gripe comum, mata por ano meio milhão de pessoas no mundo. Meio milhão contra 25.

Um momento, um momento. Então, por que se armou tanto escândalo com a gripe das aves?

Porque atrás desses frangos havia um “galo”, um galo de crista grande.

A farmacêutica transnacional Roche com o seu famoso Tamiflu vendeu milhões de doses aos países asiáticos.

Ainda que o Tamiflu seja de duvidosa eficácia, o governo britânico comprou 14 milhões de doses para prevenir a sua população.

Com a gripe das aves, a Roche e a Relenza, as duas maiores empresas farmacêuticas que vendem os antivirais, obtiveram milhões de dólares de lucro.

– Antes com os frangos e agora com os porcos.

– Sim, agora começou a psicose da gripe porcina. E todos os noticiários do mundo só falam disso…

– Já não se fala da crise económica nem dos torturados em Guantánamo…

– Só a gripe porcina, a gripe dos porcos…

– E eu me pergunto-: se atrás dos frangos havia um “galo”… atrás dos porcos… não haverá um “grande porco”?

A empresa norte-americana Gilead Sciences tem a patente do Tamiflu. O principal acionista desta empresa é nada menos que um personagem sinistro, Donald Rumsfeld, secretário da defesa de George Bush, artífice da guerra contra Iraque…

Os acionistas das farmacêuticas Roche e Relenza estão esfregando as mãos, estão felizes pelas suas vendas novamente milionárias com o duvidoso Tamiflu.

A verdadeira pandemia é de lucro, os enormes lucros destes mercenários da saúde.

Não nego as necessárias medidas de precaução que estão a ser tomadas pelos países.

Mas se a gripe porcina é uma pandemia tão terrível como anunciam os meios de comunicação.

Se a Organização Mundial de Saúde (conduzida pela chinesa Margaret
Chan) se preocupa tanto com esta enfermidade, por que não a declara como um problema de saúde pública mundial e autoriza o fabrico de medicamentos genéricos para combatê-la?

Prescindir das patentes da Roche e GSK e distribuir medicamentos genéricos gratuitos a todos os países, especialmente os pobres. Essa seria a melhor solução.

Divulguem esses números para que ninguém sinta esse terror que tentam nos passar.

Dr. Carlos Alberto Morales Paitán, Peru


CONVIVA Núcleo de Promoção à Saúde e Prevenção de Violências Vigilância à Saúde – SMS
Tel:4043-8219
Fax: 4043-8182

Email mandado por Felipe Bartorilla

A Verdade Sobre a Igreja Universal.


Edir Macedo – Rede Globo – Denuncia

O Encosto

Resumo de artigo da Revista Época:

Nas sessões de descarrego da Igreja Universal, o fiel em transe é levado ao púlpito. O pastor puxa o seguidor pelos cabelos e interroga o suposto espírito diante de uma platéia extasiada. Em pleno horário nobre da televisão, demônios e almas de má índole estrelam uma estranha atração, com ares de reality show. O programa Coisas da Vida exibe cenas super-realistas captadas em cultos da Igreja Universal do Reino de Deus.

Dramas de toda sorte – martela o programa – são causados por encostos’, almas penadas que, segundo os ditames das religiões afro-brasileiras, têm o dom de entravar a vida das pessoas. Provocam de tudo: de dores de cabeça e crises de depressão a ataques de formigas na cozinha. Às vezes, a retórica fica ainda mais macabra. Em vez de encostos, exibe-se o que seria a manifestação do próprio demônio.

“As pessoas são sugestionadas pela voz autoritária do pastor até atingirem uma espécie de estado hipnótico”, diz a psicóloga paulista Denise Ramos. A repetição das orações em voz alta, de olhos fechados, conhecida pela medicina como respiração alotrópica, produz um fenômeno de superoxigenação no cérebro. O resultado é um rebaixamento dos níveis de consciência. Quem está no meio de um agrupamento tomado pela euforia tende a se deixar contaminar pela emoção. Há um mecanismo do sistema límbico do cérebro, o mais básico da área nervosa, que induz a pessoa a se comportar segundo as atitudes da multidão que a cerca. “É por isso que choramos em comícios ao ouvir o Hino Nacional”, compara Denise.

A gritaria dos milhares de fiéis que participam das sessões de descarrego contagia quem está lá carregando conflitos psicológicos. “O povão não tem acesso à psicanálise. As pessoas procuram esses cultos populares para aplacar seu inferno interior”, diz o pastor Mozart Noronha, da Igreja Luterana do Brasil.

Para evocar os demônios, os pastores fazem orações repetitivas. A mente humana tende a aceitar como verdadeiras as frases proferidas sucessivamente, em tom de autoridade e num ambiente emocional. Os obreiros apertam e balançam a cabeça ou o corpo do fiel em movimentos circulares. A tontura e a falta de apoio no chão são fatores que induzem o transe. O burburinho das pessoas rezando e gritando rebaixa os níveis de consciência de fiéis suscetíveis. Quem está no meio de uma multidão é influenciado pelas emoções dos indivíduos ao redor. Em algumas igrejas, junto com a música, são reproduzidas gravações de gritos e sons de assombração. Esses ruídos estimulam o inconsciente das pessoas em transe a considerar real aquela manifestação.

Fonte: www.saindodamatrix.com.br

_____________________________________________________________________________________

Crítica:

Em minha adolescência cheguei a ir em muitas igrejas, e posso confirmar todos esses fatos, até a música macabra que serve para dar ambiência ao sofrimento e energia negativa presente na igreja.
Devo dizer que todos os sentidos e o psicológico da pessoa afetam a cor e intensidade de seu campo eletromagnético, podendo ele em si ser o catalisador da transformação psiquica para o endemoniado.
Esses pastores sabem menos que padres sobre a bíblia fazendo interpretações infatis sobre as histórias da bíblia.

Muitos deles são ignorantes, não tendo terminado nem os estudos, pois para ser pastor não há necessidade de cultura.
E em visitas a igrejas e questionamentos feitos por mim achei uma resposta que domina a pergunta: “Por que exigir desapego das pessoas se você mesmo está lucrando muito com isso?”.
A resposta para isso pode parecer uma declaração de hipocrisia eminente, mas não é o que acontece. Os pastores interpretando de forma materialista a frase da bíblia que diz que os seguidores de Deus serão ricos. Nunca se perguntaram do que serão ricos, ou melhor, não ousam largar o comodismo de sua situação e se auto-questionar, é arriscado demais.

Origem e Cura do Câncer.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=lbnsOjdcwnU&feature=player_profilepage]

Segunda Parte
Terceira Parte

8 milhões de pessoas no mundo morrem de câncer.
O câncer é conhecido a mais de 100 anos.
Por que só agora descobriram isso?!
Então o que era todas as informações que obtíamos?!

De Acordo com o descobridor da origem do câncer e sua possível cura, é a informação manipulada, que como todos sabemos, não de se surpreender que controlem a informação, ou afirmem saber algo para nos deixar tranquilos com relação a tal doença.
Pois temos que confiar no médicos.

Devemos ficar contentes que ainda existem pessoas combatendo as falsas verdades do mundo.

_________________________________________________________________________________________

O Dr. Túlio Simoncini, médico italiano descobriu acidentalmente a cura do câncer, apenas por uma simples observação, que sempre junto ao câncer existe uma colônia branca causada por fungos, que a oncologia atual explicava sendo fungos oportunistas ao câncer, porem o Dr. Tulio Simoncini pensou, Será que esse fungo não será o causador dos tumores? Fez um teste simples, tratou apenas o paciente no sentido de eliminar os fungos, e assim o fez com um antifúngico super conhecido o Bicarbonato de sódio.
Para sua surpresa com o desaparecimento das colônias fungicas e eliminação dos fungos, o tumor desapareceu junto em apenas 4 seções aplicando o bicarbonato A 20% com água direto nos tumores. Neste vídeo você verá vários casos reais de pacientes totalmente curados de câncer por ele.
Ele ficou radiante para contar sua descoberta para o mundo, publicou um livro que foi completamente ignorado pela mídia, pois como os poderosos poderiam lucrar com uma coisa tão barata e simples como bicarbonato de sódio, algo que não se pode nem Patentear.
O Dr. Tulio Simoncini então fez um site: www.cancerfungus.com e colocou provas cientificas de sua descoberta com a cura de vários pacientes reais. ELE CUROU O CÂNCER!

MAIS A HISTORIA NÃO TERMINA ASSIM:

Ele foi perseguido, pois a cura que ele descobriu não interessa a quem lucra com a venda dos medicamentos mais caros do mundo, os utilizados no tratamento do câncer, existem remédios tão caros que uma equipe de 5 médicos tem que assinar para liberar uma dose ao paciente de hospitais públicos. Essa indústria milionária perseguiu o Dr. Túlio Simoncini tomou sua licença medica e o ameaçou de morte varias vezes, mais parece que ele resolveu enfrentar os poderosos de frente!

O grande problema é que os médicos estudam a vida toda uma teoria sobre o câncer, e vem um médico e descobre acidentalmente que tava tudo errado, deve ser difícil abandonar tudo que se acredita para um método totalmente novo, o importante é que ele descobriu a cura do câncer e a verdade vai aparecer mesmo que demore, pois a Mídia Paga só vai divulgar isso quando não tiver mais como esconder, por isso eu peço aos médicos que deixem sua vaidade de lado e pensem a respeito deste método de cura tão Obvio, Simples, indolor, barato e sem efeitos colaterais. Sei que é importante pra você deitar sua cabeça no travesseiro e dormir bem, sabendo que fez a coisa certa e não a que foi doutrinado a fazer.

Caso se interesse clique no site dele.
http://www.cancerfungus.com/

Cinco mitos sobre a HIV e Aids

cemitério

A Aids, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (do inglês Acquired Immune Deficiency Syndrome, conhecida como SIDA em Portugal), é uma doença do sistema imunológico causada pelo vírus HIV. Mesmo com todas as evidências que provam a relação entre o vírus e a síndrome, ainda existe um grande grupo de pessoas que negam isso. Confira a seguir esse e outros quatro mitos comuns sobre a Aids:

MITO: A AIDS NÃO É CAUSADA PELO VÍRUS HIV
Este é um dos maiores mitos. Em 1983, pesquisadores isolaram o vírus HIV em pessoas que tinham Aids. Em 1985, foi desenvolvido um teste que mostrava que a maior parte das pessoas com Aids apresentavam anticorpos para o HIV no sangue. O teste também mostrava que as pessoas que têm o vírus HIV e parecem saudáveis a princípio acabam desenvolvendo Aids, na maior parte das vezes.

As pessoas que negam a relação entre a doença e o vírus afirmam que o HIV nunca chegou a ser identificado com os postulados de Koch, desenvolvidos no século XIX pelo cientista alemão Robert Koch. Na época, os postulados se aplicavam apenas a bactérias, e vírus não tinham sido descobertos ainda, então é controversa a aplicação dos princípios para a Aids. Mesmo assim, os postulados se aplicam à Aids, se não forem levados tão rigorosamente:

Postulado 1: O agente deve ser encontrado em todas as pessoas que apresentem a doença. Em 1993, uma pesquisa feita em Atlanta, nos Estados Unidos, mostrou que em 230,179 casos de pessoas com doenças parecidas com a Aids, apenas 47 não tinham o vírus HIV.

Postulado 2: O agente deve ser isolado de alguém doente e então cultivado em uma cultura em laboratório. O HIV já foi isolado, seguindo as mais rigorosas regras da virologia moderna, mas mesmo assim um pequeno grupo de cientistas australianos, chamados de Grupo Perth, afirmam que não existem provas que o HIV existe.

Postulado 3: O agente deve causar a doença quando entrar em contato com uma pessoa saudável. Não há pesquisas feitas com isso, pois ninguém deliberadamente tentará se infectar com o vírus, mas em três acidentes separados nos Estados Unidos trabalhadores de laboratórios que entraram em contato com o vírus purificado desenvolveram Aids.

MITO: DROGAS ANTI-RETROVIRAIS SÃO “VENENOS”
A terapia anti-retroviral, usada para o controle da Aids, causa efeitos colaterais em muitas pessoas. Os efeitos vão desde a náusea a sonhos estranhos, e até mesmo danos nos nervos. Para as pessoas que usam as mais novas formas do remédio, os efeitos colaterais são diminuídos. Independente disso, testes experimentais mostram que os benefícios da terapia são muito maiores que os riscos. Por exemplo, um estudo com 1255 pacientes, feito durante dois anos, mostrou que a mortalidade do grupo caiu de 29% por ano para 9% ao ano.

MITO: EXAMES DE HIV SÃO IMPERFEITOS
Os dois testes mais comuns para a descoberta do HIV no sangue são o ELISA e western blot. O primeiro pode causar um falso positivo ao reagir com anticorpos da gripe, se a pessoa tomou vacina contra a gripe antes de fazer o teste, por exemplo. Desde que foi aperfeiçoado nos anos 90, o teste parou de causar esse tipo de problema. Ainda assim, a pessoa só pode ser considerada como portadora do vírus HIV depois de fazer o teste ELISA, que é mais caro, mas também mais eficaz. Menos de um em cada mil testes tem resultados falsos – e é sempre recomendável fazer outro teste, para confirmar o resultado.

MITO: A AIDS É CAUSADA PELA POBREZA OU PELA DESNUTRIÇÃO
Este engano é muitas vezes usado como desculpa à grande concentração da doença na África. Uma pesquisa feita em Uganda, país do nordeste da África, mostrou que, das 20 mil pessoas estudadas, a maior parte das que morreram devido à Aids tinham maior escolaridade e pertenciam à classe média, como empregados do governo. Na África do Sul, a quantidade de mortes por Aids aumentaram 57% entre 1997 e 2002, mesmo com o aumento da renda e a diminuição da pobreza no país.

MITO: PORQUE NÃO HÁ UMA EPIDEMIA NO OCIDENTE?
No início da década de 80, foram feitas previsões que logo o HIV sairia dos grupos de risco, como homens gays e usuários de drogas, para atingir a população em geral. Na África subsaariana, o HIV é muito comum entre heterossexuais, atingindo até 18% dos homens. Mesmo assim, em muitos países africanos e no ocidente, a Aids continua confinada em certos grupos.

Por que isso acontece ainda é um mistério. Uma teoria diz que o tipo do vírus mais comum na África é mais facilmente transmitido pelo sexo vaginal, enquanto o tipo comum nos outros lugares é transmitido pelo sexo anal. Outra explicação afirma que em países africanos é comum que as pessoas tenham dois ou mais parceiros sexuais de longa data, fazendo com que a transmissão do vírus seja mais provável. Em relacionamentos heterossexuais no ocidente, as pessoas infectadas geralmente são monógamas, ficando muitos meses ou até anos com o mesmo parceiro, diminuindo assim a chance de infecção para outras pessoas. [New Scientist]

MITO BÔNUS: A CURA DA AIDS, OU VACINA, JÁ FOI ENCONTRADA

Há pouquíssimos casos comprovados, como este, em que não é possível mais detectar o vírus no sangue de pessoas previamente contaminadas. Geralmente estes casos são atribuídos a falsos positivos nos exames de HIV.

Mas o mito real é de que a indústria para a manutenção da Aids é tão valiosa para as companhias farmacêuticas que, apesar de já haverem descoberto a cura/vacina, ainda não a divulgaram para permanecerem lucrando. Apesar de soar plausível, além de particularmente perversa, esta idéia não faz real sentido econômico.

Qualquer companhia farmacêutica que descobrir uma vacina ou cura real para a Aids não hesitará em colocá-la no mercado o mais rápido possível por causa da chance de lucro pelo monopólio temporário. Todo novo medicamento é patenteado e sua fórmula é de uso exclusivo do fabricante por alguns anos. Neste período não há competição com outras marcas que poderiam oferecer os mesmos resultados. É por esta causa que quando foi a lançada a vacina contra o vírus HPV, que causa um mortal câncer uterino, ela custava mais de R$ 900 no Brasil. Quando começaram a surgir outras opções de vacinas o preço caiu vertiginosamente, mas foi uma mina de ouro exclusiva durante um bom período e continua sendo, mesmo com a concorrência atual. [New Scientist]

fonte:http://hypescience.com/

Gripe Suína Desvendada

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0K2LdGUca9w&feature=player_embedded]

Esse doutor é bem conhecido pela sua teoria da vibração do coração que está resumidamente exposta no documentário Kymatica, mas logo postarei um resumo sobre essa idéia.
O que eu desconfiava realmente parece estar acontecendo de acordo com o Dr. Horowitz, está acontecendo uma materialização da Umbrella Corp. (empresa que produz/vende um Vírus para vender sua cura e lucrar com isso no jogo Resident Evil), e se formos ver os que fazem teorias de conspiração, não foi a primeira vez.
Dou certo crédito por ser ele que está confirmando a hipótese de muita gente.
Devemos lembrar que a ONU em muito pouco tempo colocou em nível 5 a gripe suína, ou seja, passava de homem a homem. Incrivelmente só morreram 3 americanos, e a ONU agora falou que não era tudo isso de perigoso. A mídia quer nos assustar de qualquer jeito, pois esse vírus é parecido com 2 outros se não me engano, e claro antes de confirmar eles já pegam as pessoas suspeitas e contabilizam nos números assustadores que nos mostram no jornal das 8, e não confirmam quase nenhuma morte quase.

Nesse Centésimo post gostaria de agradecer as pessoas que estão apoiando o blog e que estão mandando assuntos e pedindo que eu fale sobre outros, me dando melhor chance de estudar diversos assuntos e desmitificar ou autentificar outros.

Instalações de Sonhos em Você

macaco-pensador1

Lá vai um conto.

O mulá Nasruddin estava sob a luz da rua, procurando freneticamente alguma coisa. Um transeunte lhe perguntou ” O que está procurando, mulá?”
“Perdi minha chace; estou procurando minha chave”, resmungou o mulá.
O transeunte comecçou a procurar também. O tempo foi passando. “Onde perdeu sua chave, mulá?”, perguntou ele.
“Na minha casa”, disse o mulá.
“Então por que está procurando aqui, seu tolo?!”, gritou o homem, exasperado.
“Há mais luz aqui”, apontou calmamente o mulá.
Há mais “luz” no mundo exterior dos estímulos sensoriais, e por isso nós procuramos e a felicidade ali. Mas a verdadeira fonte de toda a felicidade encontra-se dentro, com o eu quântico, e além, em turiya – a consciência em si mesma.

Fonte: A Janela Visionária, pág. 214 2º parágrafo de Amit Goswami.

O que desejamos muitas vezes são implementações de necessidades e sonhos da filosofia social atual, a maioria das pessoas sente um vazio naquilo que busca, naquilo que trabalha, se é que faz algo/busca algo, as opções são quadradas e suas variantes de ângulos retos, enquanto nós deveríamos viver num espiral de realizações, incabível para esse sistema de crenças e engajamentos.

AIDS: A Grande Trapaça

aids
por David Icke

HIV não causa Aids. HIV não causa nada. Uma declaração cambaleante dado o exagero e aceitação pelo estabelecimento científico e, através deles pelo público, de que o vírus HIV é a única causa da Aids. O HIV é um vírus fraco e não afeta o sistema imunológico. E a Aids não é transmitida sexualmente. Há dois tipos principais de vírus. Usando a analogia do avião, você poderia chamar um destes vírus de “piloto”. Ele pode mudar a natureza de uma célula e deixá-la doente. Isto normalmente acontece muito depressa depois que ele a infecta. E então há o vírus “passageiro” que vive fora da célula, entra pra dar uma volta, mas nunca afeta a célula ao ponto de causar doenças.

O HIV é um vírus passageiro!

Então como diabos ele conseguiu o título de vírus mais ameaçador do mundo? A pessoa que anunciou que o HIV causava Aids foi um americano, o Doutor Robert Gallo. Desde então ele tem sido acusado de má-conduta profissional, o seu teste foi exposto como fraudulento, e dois dos executivos do seu laboratório foram considerados culpados de infrações criminais. Dezenas de milhares de pessoas fazem testes para anticorpos de HIV todos os anos e Dr Gallo, que patenteou o seu “teste”, ganha royalty por cada um deles. Luc Montagnier, o sócio de Gallo na teoria HIV-causa-Aids, admitiu em 1989: “O HIV não é capaz de causar a destruição do sistema imunológico que é visto em pessoas com Aids”. Quase 500 cientistas ao redor mundo concordam com ele. Assim como o Dr. Robert E Wilner, autor do livro “A Decepção Mortal. A Prova de que Sexo e HIV não Causam Aids”.

O Dr. Wilner até mesmo injetou o vírus HIV em si mesmo em um programa de televisão na Espanha para apoiar as suas reivindicações. Outros doutores e autores chegaram às mesmas conclusões, entre eles Peter Duesberg PhD e John Yiamouyiannis PhD, no livro deles, “Aids: A Boa Notícia é que o HIV não Causa essa doença. A Notícia Ruim é que “Drogas Recreativas” e Tratamentos Médicos Como o  AZT Causam”. Este é um título longo, mas resume a situação. Pessoas estão morrendo de Aids por causa dos tratamentos usados para “tratar” a Aids! Isso funciona assim: agora é aceito pelo estabelecimento e pelas pessoas que o HIV causa Aids, o sistema construiu este mito em cima do seu diagnóstico e “tratamento”. Você vai para o doutor e lhe dizem que seu teste de HIV deu positivo (positivo somente para os anticorpos do HIV, na verdade eles não fazem o teste para o próprio vírus). por causa da propaganda, muitas pessoas já começam a morrer emocionalmente e mentalmente quando lhes dizem que eles são HIV-positivos. Eles foram condicionados a acreditar que a morte é inevitável.

O medo da morte os leva a aceitar, freqüentemente até exigir, os altamente exagerados “tratamentos” que supostamente vão parar a manifestação da Aids. (Mas eles não vão.) O mais famoso é o AZT, produzido pela organização Wellcome, possuída pelos… espere por isto, Rockefellers, uma das principais famílias manipuladoras na Nova Ordem Mundial (NWO).

O AZT foi desenvolvido como uma droga anti-câncer para ser usada em quimioterapia, mas foi considerado muito tóxico até mesmo para isso! O efeito do AZT no “tratamento” do câncer foi o de matar células – simplesmente isso – não só matar células cancerosas, mas também células saudáveis. A questão seguinte (e isto é aceito até mesmo pelo estabelecimento médico), era: o AZT mataria as células cancerosas antes que tivesse matado tantas células saudáveis que matasse o corpo? Esta é a droga usada para “tratar” o HIV. Qual é o seu efeito?

Ele destrói o sistema imunológico, CAUSANDO assim a Aids. As pessoas estão morrendo do tratamento, não do HIV. Aids é simplesmente o colapso do sistema imunológico para o qual há infinitas causas, nenhuma delas é sexualmente transmissível. Essa é outra trapaça que tem rendido uma fortuna para os fabricantes de preservativos e criado um medo enorme ao redor da expressão de nossa sexualidade e da liberação e expansão de nossa força criativa.

O que tem acontecido desde A Grande Trapaça é que agora qualquer um que morre por causa de uma fraqueza no sistema imunológico é dito ter morrido do abrangente termo, Aids. Isso é até mesmo posto no diagnóstico. Se você é HIV positivo e morre de tuberculose, pneumonia, ou 25 outras doenças não relacionadas, agora conectadas pelos Trapaceiros à “Aids”, você é diagnosticado como tendo morrido de Aids. Se você não é HIV positivo e morre de um dessas doenças, você é diagnosticado como tendo morrido dessa doença, não Aids. Isso manipula o quadro diariamente para indicar que só HIV-positivos morrem de Aids.

Isso é uma mentira.

Muitas pessoas que morrem de Aids não são HIV-positivos, e a razão para que o número das mortes causadas pela Aids não tenham subido às nuvens como o predito, é que a grande maioria das pessoas diagnosticadas HIV-positivas nunca desenvolveram Aids. Por que?

Porque o HIV não tem nada a ver com a Aids.

Qualquer coisa que destrói o sistema imunológico causa Aids, e isso inclui as chamadas drogas recreativas. A vasta maioria das mortes nos Estados Unidos envolvem homossexuais, e isto perpetua o mito de que a Aids tem algo a ver com sexo. Mas os homossexuais no EUA estão entre os maiores usuários das drogas que doutores genuínos têm ligado à Aids. Prostitutas que freqüentemente tomam drogas pegam Aids, prostitutas que invariavelmente não tomam drogas não adquirem Aids. A elevação da Aids nos Estados Unidos corresponde perfeitamente com o aumento no uso de drogas – a maioria das quais são disponibilizadas às pessoas nas ruas através de elementos dentro do Governo dos EUA, incluindo Bill Clinton e George Bush. Na África, o colapso do sistema imunológico, agora conhecido como Aids, é causado por falta de boa comida, de água limpa e pelos efeitos gerais da pobreza. Hemofílicos não morrem por causa de sangue infectado com HIV, eles morrem, da mesma forma que eles faziam antes da fraude Aids, de um erro no próprio sistema imunológico deles. O sistema imunológico deles ataca proteínas externas no sangue infundido, e em raras ocasiões ele pode ficar confuso durante esse processo e atacar a si mesmo. O sistema imunológico deles, em efeito, comete suicídio. O HIV é irrelevante pra isso. Contudo quantas pessoas que hoje foram diagnosticadas HIV-positivas estão tendo as suas vidas destruídas pelo medo de que os sintomas da Aids começarão a qualquer momento?

O AZT é o assassino. Não há um único caso do AZT revertendo os sintomas da Aids. Como poderia? Ele os está causando, pelo amor de Deus.

A indústria da Aids vale agora bilhões de libras por ano e faz uma fortuna inimaginável para a indústria de drogas controlada pelos Rockefellers e pelo resto da Elite Global.

fonte: http://br.geocities.com/umanovaera/Aids.htm

________________________________________________________________________

Nota do Destruidor de Dogmas: Eu já tinha visto esse assunto a muitos anos quando pais de uma amiga adquiriram aids, e fui pesquisar sobre o assunto e hoje vendo videos me deparei com  a farsa da Aids que coincidentemente tem a família Rocekfellers envolvida em mais um caso de manipulação e conspiração para a morte de vários civis, envolvendo marketing enganador e falsas pesquisas divulgadas. Eu puis esse texto sobre a Aids aqui com certa dúvida, pois o autor é bem mal visto no mundo acadêmico, mas quantas cientistas não foram expulsos por terem idéias novas?! (vários arqueólogos, pessoas contra a teoria da evolução, psicólogos como Jung) Milhares, resolvi dar a chance do leitor ver se é verdade, assim como deveriam fazer com tudo, até porque não tenho conhecimentos médicos.

Older posts Newer posts