Tag: europa

Dos astros que possuem água do Sistema Solar a Terra é um dos que menos tem

 

Crédito de imagem: Steve Vance; NASA/JPL-Caltech

Na próxima vez em que alguém lhe perguntar qual o maior oceano, aponte na direção de Júpiter.

Com os seus quase 1,4 bilhões de quilômetros cúbicos de água, o nosso planeta é praticamente um deserto em comparação com outras partes do sistema solar.

Europa – a lua de Júpiter, não o continente -, por exemplo, possui aproximadamente o tamanho da nossa Lua, mas provavelmente esconde um oceano subterrâneo com mais do que o dobro da água existente na Terra.Ganimedes, outro satélite de Júpiter, possui cerca de 39 vezes mais água do que o nosso planeta, apesar da maior parte estar em forma de gelo.

E os cientistas continuam encontrando água onde quer que olhem: em setembro, pesquisadores revelaram que Dione – uma das luas de Saturno – provavelmente também tem um oceano subterrâneo.

O Business Insider, junto do cientista Steve Vance, da NASA, construíram o seguinte gráfico, que relaciona o raio de alguns corpos do Sistema Solar e o raio que uma esfera contendo toda a água do corpo em questão teria.

Tallinn é Primeira Capital Europeia com Transporte Público Grátis

Passageiros em ônibus de Tallinn, primeira capital europeia a oferecer transporte gratuito

Tallinn, na Estônia, se tornou em 2013 a primeira capital europeia com transporte público gratuito para todos os seus habitantes, uma forma de reduzir os engarrafamentos e a contaminação.

Desde o começo do ano, os moradores da cidade têm que apresentar um novo cartão ao embarcar em ônibus, bondes ou trólebus, mas o trajeto é totalmente gratuito.

“Ainda é tão novo que muitas vezes me esqueço”, admitiu à AFP Pavel Ilmajarv, um jovem de 19 anos, ao embarcar em um ônibus no centro da capital estoniana. “Antes, tinha um cartão mensal e não precisava apresentá-lo toda vez. Mas não vou me queixar: a gratuidade dos transportes é superprática, adoro”, afirmou,

A gratuidade é reservada aos 420 mil moradores de Tallinn. Só é preciso pagar dois euros pelo cartão magnético pessoal que comprova a residência.

Continue reading

A Música de Hoje Trabalha para o Lado Negro da Força

Frecuencia-432-Hz2-300x198

Não, isso não é um protesto contra o heavy metal “do demo” ou o sertanejo. A frase acima serve para praticamente todas as músicas que ouvimos atualmente. Até um Mozart ou um Verdi.

Hoje, praticamente todos os instrumentos e e todas as músicas que escutamos estão afinadas na frequência 440 Hz (vibrações por segundo – afinal, som é uma vibração). Mas não foi sempre assim. Na época de Mozart, Verdi e todos os outros compositores até o início do século XX, a frequência usada para afinação na música era de 432 Hz. Era uma frequencia perfeita, harmônica, já que é a mesma frequência do universo.

A frequência 432 Hz utiliza a fórmula Pi, conhecida como regra de ouro. É capaz de reproduzir de forma natural a “espiral musical pitagórica”. É a sequência seguida por toda forma de vida. Está em ressonância com cada célula de nosso corpo. É a frequencia dos batimentos cardíacos. Estimula a produção de serotonina e o lado direito do cérebro. Essa é a frequência de afinação dos violinos Stradivarius que, não por acaso, soam muito melhor do que os violinos convencionais. Está de acordo com padrões matemáticos perfeitos. Por exemplo: como convenção, utiliza-se o Lá como base de afinação, sendo que a afinação das outras notas são uma consequência. Nessa afinação, a frequência do Dó, nas diferentes oitavas, segue uma progressão da potência de 2:

128 Hz = 27
256 Hz = 28
512 Hz = 29

Então, por estar de acordo com o universo e suas leis, a frequência 432 Hz inspira paz, lógica, harmonia, perfeição e universalidade.

Em 1939, houve um decreto na Europa para mudar a afinação de 432 Hz para 440 Hz. Uma frequência dissonante com o universo. Que, por isso, pode gerar os efeitos contrários à afinação 432 Hz: distorções, inadequação, podendo inspirar caos social, estresse e até guerras. E adivinha quem proclamou essa mudança? Joseph Goebbels, o ministro da propaganda nazista, durante o período de ascensão do nazismo, para causar vulnerabilidade e caos na Alemanha.

Anos depois, em 1953, o decreto de Goebbels foi aprovado pelo ISO (Organização Internacional de Padronização), e passou a servir para todo o mundo, dominando os instrumentos, as orquestras e a indústria fonográfica. Então, hoje, quando você escuta um Mozart, ou um Bach, está escutando em uma frequência diferente daquela em que foi escrita.

Dá para ter uma noção da diferença das frequências ao ver alguns videos no youtube comparando, até existe um canal no youtube em que se toca sucessos em 432 Hz.

Hoje em dia, há diversos músicos e institutos lançando movimentos para se voltar ao padrão de afinação de 432 Hz.

Então, na próxima vez em que o U2 quiser lançar uma música pela paz, é bom começar compondo na frequência 432 Hz.

Fonte: Pequena Dúvida

Documentário: Devidocracia/Debtocracy 2011 Legendado

(Grécia, 2011, 74 min. -Direção: Katerina Kitidi e Aris Hatzistefanou)

Comentários de Jair de Souza: “Documentário que revela a crise econômico-social pela qual passam os países periféricos da União Europeia, em especial a Grécia. Vemos como as políticas econômicas neoliberais impostas pelos agentes financeiros da UE levam à bancarrota os países de sua periferia e os deixam maniatados às decisões das grandes corporações financeiras extranacionais. O interesse primordial é sempre a defesa dos ganhos dos grandes grupos financeiros dos países mais fortes, principalmente da Alemanha, em detrimento das maiorias populares dos países de segunda linha, como Grécia e Irlanda.

O filme também nos mostra que é possível enfrentar com êxito às pressões dos aparelhos a serviço do capital financeiro mundial (FMI, Banco Mundial, etc.) quando os governantes do país ameaçado têm suficiente dignidade para colocar em primeiro lugar a satisfação das necessidades de seu povo, e não a obsessão por lucros dos magnatas financeiros. É o caso do Equador dirigido por Rafael Correa.

Este documentário expõe a crueldade que move o neoliberalismo em seu afã por ganhar cada vez mais às custas do sacrifício de todos os demais setores da população. Ele também deixa claro que, com a decidida mobilização das maiorias populares, o monstruoso aparato financeiro pode ser derrotado.”

Site Oficial: http://www.debtocracy.gr/
Download:
Torrent
Legendas pt-br 

Ou assista diretamente em parte única aqui

Agradecimentos à Juliana Mendes Svete, João Costa, Celestino Cele, Cristiane Adiala e Jair de Souza pela sugestão e links.

Fonte: blog docverdade

Facebook