Tag: energia (page 2 of 3)

Chi, Como Manipular?

Chi é o nome da energia vital que possuímos no corpo, outras culturas tem outros nomes para essa energia como Ki no Japão, prana na India, algumas pessoas dizem que ela é um campo eletro-magnético, como fotografadas pelas câmeras Kirlian, mas o que eu posso perceber por várias visões de culturas e estudos científicos sobre o que seria essa energia que a ciência apenas esbarra por enquanto é que ela está conectada com o corpo e com o mundo. Monges shaolin mestres na arte do Qi Gong (também conhecido como Chi Kung), e também em Tai Chi Chuan, que seria a arte marcial de controle dessa energia, e de meditação, que estão entrelaçados, pois a respiração e a mente controlam esse fluxo de energia.

O mestre em Qi Gong segundo o mestre do instituto de kung fu shaolin Marco Serra é alguém que consegue suportar sente dor e consegue dar golpes mais fortes que as outras pessoas ao foca sua energia, Qi Gong também tem uma versão terapêutica que tem o mesmo princípio, mas fins diferentes.

Continue reading

O que falta não é energia, mas Teleologia!

 

Pintura de Alex Grey

Estava hoje lendo na internet sobre o conceito de energia. Para falar a verdade, não entendo nada de física, não a estudei na escola nem para o vestibular. Sempre tive problemas com cálculos, e estudar as fórmulas era inútil. Mesmo assim, sempre senti um profundo respeito por essa área, e li algumas coisas sobre vários assuntos dessa disciplina, sobretudo os livros que “romantizam” a física, ou seja, que traduzem as fórmulas em teorias mais fáceis de serem compreendidas por nós, pobres mortais…

Fico sobretudo atento aos novos avanços da ciência física, principalmente a quântica, e os efeitos que elas criam em nossa concepção de realidade. Muitos se baseiam nessas novas teorias, como o caso das ciências noéticas, que mostram o poder da consciência e do pensamento em modificar o mundo. Esse é o novo paradigma: temos o poder para mudar tudo, para criar novas realidades. O pensamento possui um poder gigantesco, que se souber ser usado daria conta dos fenômenos parapsicológicos, como mover objetos (telecinesia) ou ler pensamentos.

O conceito de energia aqui ganha um estatuto essencial: compreende-se que o corpo possui campos energéticos, alguns provados e outros a serem provados, o que daria status científico a essas explicações.

Entretanto, acho que o buraco é mais embaixo… ou seja, compreender a mecânica de como o corpo realiza esses fenômenos ainda não aceitos pela ciência oficial, compreender também que há, para além do corpo físico, um corpo energético capaz de sobreviver após sua decomposição no mundo físico, tudo isso somente possibilita para a gente dizer: tá, é assim que funciona!

Sim, esses fenômenos seriam então considerados reais, novas pesquisas seriam realizadas e o campo científico seria modificado grandemente. Sim, as religiões teriam muito de seus dogmas confirmados ou refutados, as pessoas repensariam na forma como vêem o mundo… mas ainda falta algo, que a explicação em termos da física ainda não dá conta.

- Em primeiro lugar, é o que se chama de Teleologia, o estudo das finalidades últimas das coisas. Esse mundo que temos aqui, ele é gratuito? Ele surgiu do nada, por uma explosão (Big Bang), sem causa e nem motivo? Há algo que age, como em Aristóteles, como causa final, aquilo que explica o porquê de todas as coisas?

- Em segundo lugar, a Liberdade: há alguma liberdade, ou seja, alguma escolha livre e indeterminada, que parte de algum lugar, ou de alguém, ou de algum ponto no espaço? Ou tudo tem uma determinação específica, tem uma causa e um efeito específico?

Ora, não importa que haja uma alma, ou seja, que haja uma espécie de “corpo espiritual” exterior ao corpo material, biológico. Interessa sim se essa alma, ou mesmo esse corpo biológico antes da morte, possui uma liberdade de escolha, uma individualidade que opta por algo. E, no contexto mais geral, como é que fica a questão entre o mundo ter uma finalidade, um propósito, ou em ser aleatório, determinado pela rede de causa e efeito?

Assim, a questão muda de figura. Os espiritualistas querem a física para se mostrarem reais e científicos, mas o que fica de lado é o essencial. Somos livres? somos determinados? há um propósito em tudo isso? Não posso responder diretamente a essas questões. Muito o que diria seria crença, fé, ou apenas opinião. Me entusiasmo mais em achar a verdadeira questão do que em respondê-la. Pergunto à vocês, leitores, o que acham? Qual a opinião de vocês e como vocês defendem essa opinião? Vou deixar aqui duas perguntas, e seria interessante se quiserem se envolver nesse debate.

- Existe liberdade? onde (no espiritual, no material, etc) ou em quem (no homem, em Deus, na alma, em todos os seres, etc)?

- O que existe possui finalidade, propósito? Essa finalidade, se existe, é vontade de alguém (ou seja, os homens ou Deus ou qualquer outro ser é quem deseja e faz o mundo ser o que é), ou ela é fruto do acaso, das coisas como surgiram (por exemplo, somo o que somos pois as vivências que tivemos aumentaram a possibilidade de sermos desse jeito)?

E aí, o que vocês acham?


Médiuns – Minha Experiência

 

Um assunto muito polêmico para alguns, uma certeza tão absoluta quanto a morte para outros.Peço primeiramente aos visitantes do site que entram aqui por causa dos outros assuntos que não fechem sua mente para isso, veja isso como uma experiência e tente entender os lados positivos de tudo isso a ser descrito, no final todos os assuntos convergem, as vezes até antes.No começo do ano eu escrevi um projeto de documentário sobre Psicógragfos e fui atrás de algumas pessoas que foram me indicando outras pessoas até chegar na Maísa Intelisano. Mas antes devo falar como tudo isso funciona, e vou colocar algumas partes do projeto, então por favor não reparem a linguagem formal de algumas frases do post que complementa esse. CLIQUE AQUI PARA VER.

Eu sempre estudei esse assunto, mas só nesses últimos tempos que fui ter contato com ele realmente, conheci pessoas que escreviam cartas sem ter intenção, e conseguiram parar com isso, e conheci outras que ainda escrevem apesar de tudo, e se sentem bem com isso. A Maísa teve a bondade de me conceder uma entrevista com uma boa duração e explicou bastante coisa bacana, de como tudo funciona e como as pessoas que psicografam reagem e sentem quando atuam (Irei colocar um pedaço da entrevista aqui no DDD). A minha experiência começou quando eu fui indicado pela minha professora Maria luisa Bairão a encontrar a médium Cristina Tanaka (Site Oficial) num sábado na casa em que ela dá algumas palestras explicando coisas sobre energia, espiritos e dando alguns exercícios de limpeza energética.

E a história começa assim: eu estava indo pra lá, mas a rua não tinha o número que me passaram, e entrei na casa com o número mais próximo, era uma igreja messiânica, uma vertente da religião sukyo mahikari (obviamente japonesa, veja mais em aqui), e ao perguntar lá percebi que não era lá, mas era uma grande coincidência, depois percebi meu erro e fui até o lugar certo, eu tinha ido na rua errada.

Continue reading

Bairro Solar na Alemanha produz Quatro vezes mais Energia do que Consome

São 52 casas em uma combinação de construções residenciais e comerciais, que criam uma região habitável com o menor impacto ambiental possível l Fotos: Rolf Disch

Continue reading

Médiuns – Cirurgias e Possessões Espirituais Pt 2

spiritual surgery

-

Cirurgia Espiritual

A expressão tratamento espiritual é utilizada para abranger um conjunto de ações terapêuticas, de fundamentação religiosa, praticados em centros espíritas, espiritualistas, de umbanda, ou afins, que têm como objetivo um auxílio no tratamento de doenças do corpo ou da mente.
São denominados de espirituais pelo fato de, segundo afirmam aqueles que praticam estes tratamentos, serem realizados – no corpo físico ou no chamado perispírito – por espíritos desencarnados, com o eventual auxílio de um médium. Notavelmente, no Brasil, ficaram famosas as cirurgias praticadas pela entidade que se denomina Dr. Fritz (entidade espiritual que, incorporaria médiuns para efetuar tratamentos espirituais) através de vários médiuns, como José Arigó, Edivaldo de Oliveira Silva, Oscar Wilde (irmão de Edivaldo), Maurício Magalhães, Edvaldo Queirós, entre outros, inclusive fora do Brasil, os quais a maioria morreu prematuramente, fazendo com que o espírito passasse para outro médium.

A literatura espírita refere ainda que os chamados “médicos espirituais” se utilizam de uma ampla variedade de recursos, que vão desde aparelhos e instrumentos até fluidos e
medicações. Nesse particular, a doutrina espírita compreende que o pensamento e a vontade possuem a capacidade de modelagem e aplicação desses itens no chamado “mundo espiritual”. Complementarmente, podem recorrer a métodos terapêuticos convencionais, como intervenções cirúrgicas de pequeno porte, a dietética, a medicação alopática e a homeopatia. Ressalte-se que as práticas cirúrgicas encontram na atualidade grandes restrições, principalmente entre os médicos espíritas, pela natureza de sua própria formação.

Continue reading

Médiuns – Como Funciona?

De Acordo com obras básicas da doutrina espírita como O Livro dos Espíritos e O Livro dos Médiuns, de Allan Kardec, o médium é um intermediário, uma antena capaz de captar e transmitir as comunicações do além. “Sintonia” é a palavra-chave neste processo. Em O Livro dos Médiuns, Kardec classifica a chamada “captação mediúnica” em três categorias:

1- Mediunidade mecânica – O espírito atua diretamente sobre a mão do médium e lhe dá uma impulsão independente da vontade do psicógrafo. É a escrita inconsciente, definida pelo próprio Kardec como “Preciosa”, por afastar qualquer dúvida sobre o teor da mensagem.
2- Mediunidade intuitiva – O espírito atua sobre a alma do médium. Sob este impulso, a alma dirige a mão e esta move o lápis. O médium, nesse caso, tem consciência do que escreve. É o chamado médium intuitivo.
3- Mediunidade semimecânica – O médium sente sua mão ser impulsionada por uma força invisível e, ao mesmo tempo, tem consciência do que escreve, enquanto as palavras se formam. Esta é, o segundo Kardec, a mediunidade mais comum.

Continue reading

Por Que Energia Nuclear Pode Ser Energia “Verde” no Futuro?

 

Desde 1986, com o desastre de Chernobyl, a energia nuclear é vista com desconfiança pelo público em geral. Realmente, as usinas nucleares podem ser muito perigosas, mas além do perigo da segurança das instalações ainda há outros fatores que prejudicam a popularidade desse tipo de energia. Confira:

  • A energia nuclear pode ser usada para a construção e proliferação de armas nucleares.
  • A construção de uma usina nuclear é cara e demora de 15 a 20 anos para ser concluída.
  • Elas funcionam à base de urânio, elemento que não é muito fácil de ser encontrado.
  • Os resíduos da fissão nuclear são elementos altamente radioativos.

No entanto esse é só um lado da história. Saiba por que a energia nuclear ainda é considerado um modo de geração de energia vantajoso:

  • Usinas nucleares produzem um milhão de vezes a energia que hidrelétricas e energia eólica são capazes de produzir.
  • Elas são responsáveis por 18% da produção de energia elétrica mundial.
  • Não há liberação de gases do efeito estufa nas reações nucleares.
  • A fissão usa muito pouco urânio. As reservas atuais poderiam durar por até 100 anos.
  • Combustível nuclear é barato e fácil de ser transportado.

Continue reading

Documentário: Awakening legendado Pt-Br

Parte 1


Parte 2


Parte 3


Parte 4

Esse mini-documentário mostra de forma diferente do Zeitgeist, e muito boa,  como funciona a economia mundial ou o sistema monetário, mostrando as falhas de sua existência no atual momento, pois houve um tempo em que tinha dado certo, mas a sociedade da tecnologia veio e mudou tudo, e nem todos os lados conseguiram acompanhar a mudança.

Vale MUITO a pena.

Pra quem não conhece o Zeitgeist movement e o Venus Project, vou deixar links de videos e textos já feitos aqui nesse blog.

Vênus Project:
Video Explicativo do Projeto Vênus
Documentário: Futuro Pelo Design

Tudo Sobre Jacques Fresco e o Projeto Venus
Quietude = Estagnação?
A Sociedade Perfeita

Zeitgeist Movement:
Sinopse do ZeitGeist Movement
Filme: ZeitGeist
Filme: Zeitgeist Adeddum

Reserva Federal:
Explicando o Sitema da Reserva Federal

Vídeos Sobre Apometria

VÍDEO 01 – CORPOS ASTRAIS:

VÍDEO 02 – CENTROS DE FORÇA:

Continue reading

Como Fazer Alguém Virar Ateu?

darth-vader-star-wars

Como Fazer Alguém Virar Ateu?

Frequentemente ouço isso, antigamente me perguntava isso também.

Fazia esquemas, juntava argumentos imaturos usando a bíblia como fonte, e as contradições dela e das pessoas que pensam viver segundo sua palavra.

Um ateu nasce de uma revolta para com o sistema religioso que nos envolve hoje, pela descrença nas divindidades, por um simples trauma ou por ter uma falsa idéia que é o mais lógico não acreditar em Deus e tirar o crédito de milhares de anos de sabedoria escrita em todas as religiões.
Ser ateu é apenas o outro lado da moeda, é ser tão cego quanto um crente fanático, devemos como diria Buda, “Seguir o caminho do meio”,pois apenas com o equilíbrio é que se consegue viver feliz e em harmonia.
Mas o que venho falar aqui na verdade não são palavras zen apenas, e sim mostrar uma outra razão por trás das crenças religiosas.

Ateus geralmente estudam bastante as ciências para ter argumentos contra religiosos, mas esquecem um fator muito importante, “Como viver a vida?”. Qual seria a importância de saber, ou pensar saber, sobre todas as ciências e esquecer de como se comportar, como tratar as pessoas, como respeitar e ser alguém moral? Além de estudarem algo totalmente distorcido como é a ciência que nos apresentam hoje em dia (resultados são manipulados para o bem das multinacionais), pois me responda uma coisa, você leitor, acreditar em algo sem você mesmo ter tirado de veracidade dela, é ter naquele que dizem que é certo? E isso se assemelha muito ao que as pessoas religiosas fazem, mas existe uma diferença, e claro existem exceções em todos os casos, uma pessoa que procura Deus não como fim, mas como meio, é muito tranquila e geralmente está feliz, sim, muitas vezes isso é uma felicidade ilusória passada pela igreja, mas ela encontra tranquilidade, e existem muitas pessoas sábias e inteligientes que gostariam de acreditar ou acreditam, e a bíblia foi a primeira experiência e a mais próxima que apareceu para eles.

Dizem que a religião roubou a moralidade, e sim muitos religiosos afirmam isso com seus discursos sobre bem e mal, mas existe muita coisa por trás do que simples mitologias.

Mas o que eu quero dizer na realidade é, de que adianta tentar converter um religioso, mostrar as “falhas” ou “má compreensões” de seus ensinamentos se ela vive tranquilamente, tem gente que não está preparado para ouvir certas coisas, e existem pessoas que precisam de certezas para viver suas vidas, como crentes e ateus, já outras apenas vivem, como os agnósticos, e na realidade é isso que importa, é o jeito que você vive a vida.

Se tudo fosse destruido, e nada sobrasse do mundo, você ateu ia ser uma pessoa melhor que um religioso? Essa é a questão, crenças as vezes ajudam as pessoas a se tornarem melhores.

Tem uma frase da bíblia que me lembro, “os justos terão o caminho eterno”, algo parecido.
E com certeza é nisso que devemos nos focar.

Não tente converter ninguém, tente compreendê-lo, pois até por que como venho mostrado aqui no site a compreensão do que é Deus verdadeiramente está longe das que nos vendem em igrejas e mesquitas no mundo.

Veja o Episódio de South Park que serve para tirar uma dos Mormons, mas no final eles mostram essa visão que tenho.
Baixe por aqui.

Older posts Newer posts