Tag: destruidordedogmas

Uma nova visão de homem pode salvar o mundo.

Nossa sociedade cria pessoas para ficarem doentes, acho que isso todo mundo já está a par, mas por quê?

Se você não está agora, provavelmente já esteve ou vai ficar estatisticamente falando.

É muito difícil atingir um equilíbrio em nossas vidas, há muito o que  fazer, muita coisa pra pagar e pouco tempo para recuperar as energias.

São desejos implantados em nós toda nossa vida, vontades/necessidades essas que não buscam uma vida equilibrada, não pensaram nisso na sua criação, o que acontece é uma busca incansável por algo que muitas vezes não existe, ou é simplesmente impossível.

Na primeira palestra do curso de psicologia que participei um dos palestrantes mencionou estudar a psicologia positiva, que seria uma nova, mas na verdade esquecida visão do homem, ou melhor, de seu entendimento, ele focaria apenas em melhorar o indivíduo e não tratar a doença em si.

Depois de um tempo comecei a pensar que tipo de visão de homem deixaria a humanidade equilibrada, existem armadilhas que são óbvias para muitos, como por exemplo a busca do príncipe encantado, o corpo perfeito, uma vida materialista, mas mesmo assim, talvez pela falta de julgamento ou senso crítico, quase nunca trabalhada nas crianças, ainda temos uma grande porção da população que acredita nesse, vamos dizer assim, conto de fadas, nesse plano belo, porém irreal.

Na psicologia é chamado de Shouldism ou deverismo quando acreditamos no que deveríamos acreditar e não no que de fato nos satisfaz.

Acreditamos em muitas ilusões e muitas delas nos satisfazem por um tempo, mas a falta de enfrentamento e atrito com essas realidades nos causa angústia.

Vivemos em um mundo que nos adoece, que demanda tempo demais, esforço demais, e nos deixa em alerta o tempo inteiro, criando poucas oportunidades para sermos nós mesmos, de tirar todo o peso que colocam em nós e os que deixamos colocar também, até acrescentamos nós mesmos.

É peso demais.

 

Autoconhecimento é algo fundamental na vida de qualquer um, mas para isso é preciso pausar, desacelerar, olhar para dentro, mas hoje em dia trabalhamos mais para ganhar o mesmo que nossos pais, tudo ficou mais caro, principalmente no Brasil, e o custo da sobrevivência aumentou.

Quando se está encurralado você não pensar em resolver suas questões, há muitas preocupações, e o ciclo continua, e todos deixam a saúde mental de lado, o autoconhecimento e a satisfação de ser quem você gostaria de ser é deixado de lado e gradativamente esquecido.

Para o ser humano do futuro nascer, ou melhor, ser projetado, seria preciso criar uma sociedade, uma cultura em que a necessidade de se preocupar com a sobrevivência fosse vencida, e a partir daí outras questões e desafios entrariam na vida dessa pessoa, veja você, como é diferente a vida dos europeus e outros países de primeiro mundo, as prioridades são totalmente outras.

Viés otimista é o nome dado para quando imaginamos algo, um mundo, um homem, e tentamos construir essa ideia que não é realidade ainda e essa qualidade é encontrada em todos os líderes.

Essa mudança já começou, mas vai demorar bastante até alcançar metade da população, ela deve ser projeto, assim como os acordos ambientais, a humanidade deveria se juntar para criar o ser humano do futuro também, espalhando conhecimento e fórmulas que dão certo.

Talvez com a colonização de Marte e a Lua enxergaremos a noção de planeta, de raça humana, de que não dá pra colonizar Marte do jeito que fizemos na Terra. Temos que ser o melhor de nós lá e em tantas outros lugares que a humanidade ainda irá explorar.

Frases 2014

shaolin-monk-training-1320987604-2185

Quando a violência perde seu poder corretor e gera mais violência, ai sabemos que somos capazes de aprender de outras maneiras estamos preparados

Não existe porta que se abre melhor do que aquela que já está aberta.

O passado é uma historia que contamos a nós mesmos, mas demoramos pra aprendê-la.

Cair não é vergonhoso, vergonhoso é nunca reconhecer a força da gravidade.

O diabo não entra pela janela.

A distância as vezes é o melhor remédio, e as más escolhas o melhor anestésico.

A pessoa que pensa que se abrir é tolice nunca olhou dentro de si.

A Criatividade não é uma epifania, mas sim a arte de construir, planejar e conectar.

Quando se entorpecer se torna o único objetivo da vida não é de se surpreender que aproveitá-­la se tornaria difícil.

Diariamente as pessoas se perguntam porque a humanidade comete os mmesmo erros, e a conclusão que cheguei é: porque as vezes pessoas precisam cometer o seus próprios erros.

Só quando soubermos de outras vidas em outros planetas que começaremos a ter o mesmo sentimentos que temos pelo nosso país e nossa casa com o nosso planeta.

Na sua Jornada não é preciso um mestre para começar, é preciso um aluno.

Somos tele espectadores sem TV.

As pessoas freqüentemente confundem estar ocupadas com falta de disposição.

Conhecer pessoas é o ato de conhecer a si mesmo através dos outros.

Não é difícil ser gentil, isso é óbvio, difícil é acreditar que ninguém o é.

Críticas e implicâncias de gente ignorante e infantil é igual jogar uma pedra numa montanha, não faz diferença nenhum, a não ser aumentar a própria montanha.

Cansado de olhar para o céu a procura dos deuses das estrelas, o homem antigo resolveu gravar sua marca eterna de forma colossal, para que todo ser que olhe de novo para o céu e o horizonte não importando quão distante do reino possa ver sua tentativa de se endeusar, através das pirâmides, suas montanhas artificiais.

Não importa se você nunca fez isso na sua vida, faça com confiança e agilidade, aplicando a experiência do segundo anterior no agora, e resolvendo as novas dificuldades em tempo real. Esse é o pensamento certo.

Quem se ilude geralmente é porque não tem controle sobre oo que se ilude, acabando assim deixando ao acaso e ao imaginário a função de segundo messias.

Escrever um texto é como um debate, mas com a chance de pensar duas vezes.

Não há dom que supere a disposição.

O ser de consciência implica uma mudança.

Uma pessoa ruim só quer uma vantagem para ser pior ainda, pois é o único caminho que conhece, o dele mesmo.

A maioria das mudanças não são revoluções.

A vida não acontece sem movimento.

A Telvisão Brasileira Sendo Vista Por Quem Não Está Anestesiado

Depois de vermos um análise fria de mentes não anestesiadas pelo blabla televisivo brasileiro é realmente difícil de imaginar o por que muitos ainda vêem ainda.

Busque sua informação.

Pois com certeza a tv não visa te acrescentar algo, quando raramente acrescenta eu tento postar aqui.

Livro: O Mensageiro

Hoje venho falar sobre algo especial para o DDD, Paulo Ferreira, uma das pessoas que escrevem no site acaba de lançar um livro sobre exatamente o objetivo do site, Acordar.

Paulo passa longe da arrogância que a idéia de “alguém te fazer acordar” traz, ele mostra que é possível para você caminhar para fora da estrada do entorpecimento e rumar não a esmo e sim a um lugar de sua escolha.

O livro foi escrito por Paulo no final do ano passado,  e devo falar que o livro é perfeito para a pessoa que está desconfiada, incomodada com a forma que as pessoas e com o caminho que o mundo está tomando. A maioria das pessoas que se encontram nessa situação se quer sabem que podem sair, e não só escapar, mas sim escolher o ambiente em que você quer estar, e isso não se trata de auto-ajuda e sim de auto-conhecimento.

Continue reading

Destruidor de Dogmas no Facebook

Pra quem não sabe o Destruidor de Dogmas está no Facebook, criamos uma página lá faz um mês para divulgarmos os posts e principalmente as imagens da parte Verdade Conveniente do site, que tem o formato que o facebook mais responde.

Peço para que todos Curtem a página para conseguirmos atingir o maior número de pessoas com o site, e com as informações e reflexões que saem dele, logo mais estaremos criando ações conjuntas com algumas ongs, vendendo camisetas com as idéias que divulgamos aqui, e fazendo videos, intervenções e campanhas publicitárias, mas tudo isso está muito verde ainda, mas já começamos esse trabalho de conscientizar os outros e estamos tendo ótimas respostas.

Espero que todos os leitores possam divulgar o que falamos para quem está aberto a escutar novas idéias, e que convidem gente lá na página do facebook para podemos continuar o trabalho que já tem um pouco mais de 2 anos de vida.

Muito mais do que dar informação e reflexão, queremos criar a cultura de que tudo isso pode ser usado em nossas vidas, a sabedoria tem que ser prática.

Facebook