Tag: democracia

Porque votar nulo? Questionem-se, inovem!


É óbvio que se 50% mais um votarem nulo a eleição não será anulada. Alguém achou que o sistema abriria uma brecha dessas? Não votamos nulo para anular uma eleição, isso apenas adiaria a escolha de um representante, votamos nulo porque não acreditamos neste sistema e não queremos tomar parte dele, existem propostas melhores do que a política representativa, como a democracia direta e a auto-gestão.

Desde pequenos somos educados nas escolas e igrejas que votar é exercer nosso papel como cidadão. Ensinam-nos a respeitar os limites políticos, a nação, a pátria e todos seus símbolos como bandeira e hino, a respeitar a figura do soldado e a do policial de modo que passamos a ver nosso país como algo “sagrado”, um senso comum que raras pessoas ousam questionar. Mesmo quando as coisas não vão bem, quando há corrupção, ainda assim os valores nacionalistas implantados falam mais alto, fazendo com que toda a revolta do povo seja amenizada ou redirecionada aos líderes e representantes. Então vem a idéia: vamos livrar nossa pátria amada dos terríveis corruptos, vamos reformular todas as leis e tornar nossa nação um lugar melhor. Essa é a idéia de muitos que acreditam estar lutando por uma revolução, mas existe uma grande diferença entre revolução e reforma!

O problema não são os corruptos, o problema é a nação, é a pátria, é o sistema! O nacionalismo é um modo astuto de manter o sistema de pé, ele faz com que acreditemos que não existe outra forma de viver senão seguindo uma nação, senão elegendo um representante. Isso foi muito bem arquitetado pelo sistema e é deste modo que eles te manipulam a acreditar que seu papel nesta sociedade se resume em votar e policiar os candidatos para ver se eles fazem tudo que prometeram. Nem se eles fizessem tudo que prometem, um candidato pertence a um partido, defende interesses de uma parte da população, não da população, mesmo se exercer um bom papel de representante, não representa a todos! É um sistema de luta e embate, um sistema onde partidos batalham pelo poder, um sistema onde a vontade de um grupo tenta massacrar a vontade de outro grupo e o seu voto é a força motriz das engrenagens deste sistema podre!
Continue reading

VIdeo: A História da Escravidão

Para ver a Fazenda é preciso deixá-la.

Documentário: A Verdadeira Face da Democracia (This is what democracy looks like)

 

A verdadeira história do que aconteceu nas ruas de Seattle durante os protestos contra a conferência da OMC (Organização Mundial do Comércio) em 1999. Filmado por mais de 100 câmaras, This is what democracy looks like é um apaixonado e estonteante olhar sobre o momento que mudou para sempre os movimentos globais.

É impressionante o quanto frases bonitas como “Liberdade de Expressão” ou “Nós vivemos em uma Democracia”, ou até “Nosso Sistema Funciona”, tantas vezes faladas pelos líderes de vários países caem por terra quando se encontram em uma situação onde o povo toma as rédeas de suas vidas. Como policiais espacam pessoas que apenas estão exercendo seus direitos? Só uma resposta para isso, os direitos do povo estão influenciando ou dando oportunidade de estragar os planos das multinacionais e empresas gigantes do mundo, que são os grandes chefes e financiadores de campanhas dos presidentes.

Veja esse documentário da violação dos direitos do povo, por um lado é triste, mas por outro lado é muito bonito ver o povo se unindo cada vez em numeros maiores para o seu próprio bem. E o mais estranho/previsível disso tudo é que nunca tinha ouvido falar dessa manifestação até ver esse documentário, que foi dica do Leitor Sustenido13, a mídia fez seu trabalho.

Link para o filme

Documentário: A Guerra contra a Democracia legendado

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=39qGlu0B8h8&feature=related]

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Parte 5

Parte 6

Parte 7

Parte 8

Parte 9

“Fizemos isso por questão de Segurança Nacional”

Essa frase consegui simbolizar todo o egoísmo por parte do Império estadounidense.

No documentário é citado vários dos casos em que essa frase foi aplicada na america latina, pois os países que buscavam uma igualdade social foram atacados diretamente ou indiretamente e fazendo milhares de mortos ou muitos enfrentarem um pobreza desrespeitosa.

Hugo chavez fala de uma forma muito humilde que o povo pode ser pobre, viver em  simplicidade não quer dizer algo ruim, mas tem que se ter dignidade, não se pode faltar coisas básicas. Apesar de muitas pessoas criticarem ele e muitas engolirem a anti-informação que a mídia passa, acho que ele tem seu lado bom, e os números que vemos das pesquisas mostram com certeza uma melhora e uma preocupação com o povo mais pobre como vemos no documentário.

A palavra democracia teve seu significado distorcido com os estudados unidos. Podemos ver que a implantação de democracia deles é o seu desejo infantil que todas as outras nações tenham que se submeter as suas exigências, caso contrário colocarão alguém de sua confiança lá no poder para que isso aconteça.

Isso é igual a interpretação que algumas pessoas dão a frase bíblica: “Ama o teu próximo, assim como a si mesmo”, alguns dizem que essa frase foi feita para as pessoas amarem seus compatriotas, para que possam lutar contra o resto.

E é isso que vejo nos estados unidos,  “eles”, que são as pessoas por tras do presidente, as pessoas que tem o poder enquanto os presidentes vão sendo trocados, essas pessoas que ficam são as que tomam decisões.

Decisões essas que interferem na vida de outras pessoas sem que elas tomem consciência, e essa parte de consciência para eles tem que ser evitado a todo custo, mas as peças são encaixadas devagar pelas pessoas mais sóbrias da sociedade.

Facebook