Tag: debate

Por que você quer sempre estar certo?

 

Entramos em debates todos os dias, alguns mais difíceis e outros mais fáceis, alguns de uma posição nada vantajosa, outras de uma posição de poder, com pessoas amadas e colegas que não gostamos muito ou que nos odeiam.

Supostamente a prática leva a perfeição, mas por termos humores constantes e geralmente escolhermos as mesmas saídas sempre não conseguimos melhorar nessa arte.

A arte de estar certo.

É uma faca de dois gumes, apesar de ser ótimo estar certo e sentir aquela sensação de vitória intelectual, ninguém gosta de quem está certo o tempo todo, ainda mais se você piora o processo de declarar que teve uma ideia melhor.

Todos podemos estar certos um dia, tomara que sejam muitos dias, mas esmagar o concorrente por isso demonstra falha de caráter e necessidade de engrandecimento, essa declaração pode trazer medo ao ambiente, ninguém vai querer debater com você.

E as pessoas gostam de estar certas, então se você se encontrar em grupos em que sempre está certo talvez essas pessoas não se sintam tão bem ao seu lado. Poderiam se sentir melhor, em uma democracia da certitude e não em uma ditadura.

Não me interprete errado, você deve pensar e agir certo, mas no processo tente preservar a dignidade das outras partes, isso demonstra empatia e que você constrói algo junto e não sozinho, sinais ótimos para um ambiente saudável.

Somos programados para estar certos, ou pelo menos pensar que estamos, seja por causa social, pois demonstra um valor de análise e liderança, até porque ninguém quer seguir alguém está está certo apenas metade das vezes, e outro motivo para demonstrarmos estar certos é por causa que o líder, ou a pessoas que tem mais costume de acertar é bem visto, e ganha vantagens com isso.

Estar certo se conectar com sobrevivência, errar não muito tempo atrás era igual a morrer.

O felino caçado mais eficiente do mundo é menor que o gato normal e só acerta 60% das vezes. Imagine animais que precisam atacar 10 vezes para acertar uma vez, ou mais ainda, o acerto garante a perpetuação da espécie.

Tente acertar com empatia e não sangue nos olhos.

Perceba os sutis posicionamentos que você e as outras pessoas tomam e com isso seja uma pessoa querida e confiável ao mesmo tempo.

Um Ótimo Debate sobre a Existência do Jesus Histórico

Gostei muito desse Debate, por isso gostaria de compartilhar com vocês as informações expostas nele.

Quatro especialistas discutindo a existência do Jesus mitológico, histórico e místico, só fiquei triste de não relacionarem muito a história de Jesus com outras religiões, há apenas uma rápida menção de Mithra, mas há muitos outros que também há referências astronômicas disfarçadas em sua história, ou mitologia. Como por exemplo o dia 25 de dezembro que é aniversário de muitas figuras mitológicas é porque no dia 25 termina o solstício de inverno, ou seja, há 3 dias de escuridão, ou de menos sol dependendo do lugar, e três dias depois do dia 22 de dezembro, o Sol nasce denovo, a referência fica no fato de vários deuses terem como símbolo o Sol, e até uns terem como história serem seres (deuses) vindos do Sol.

Um livro que aconselho muito a ler sobre o assunto é o Assassinato de Cristo do psicólogo Wilhelm Reich tão falado aqui no site.  Há uma sensibilidade incrível por parte de Reich ao tentar entender a mente de Jesus na época, um Homem normal com idéias novas para a região, e como a visão dos seguidores de seu “messias” influenciaram e muito as histórias contadas anos depois.

Deepak Chopra também fez um romance sobre Jesus, mas não cheguei a ler, vocês também podem procurar um quadrinho Yeshua.

Espero que gostem, esse Mário Cortella é sempre muito didático, são muito bons os videos que vocês encontrarão deles.

Debate: Deus Existe?

 

Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5
Parte 6
Parte 7
Parte 8
Parte 9
Parte 10
Parte 11
Parte 12
Parte 13
Parte 14

Uma coisa dentre todas as discutidas me chamou muita a atenção, todas as pessoas reclamam do sofrimento no mundo, pois não conseguem enxergar além dela, e claro, tem medo de que seu dia de experimentá-la chegue, mas nessa discussão há Deus como fator determinante, o que muda muita coisa nesse questionamento se o sofrimento deve ser evitado a todo o custo ou não, o que na minha opinião não deve, pois ele serve como alavanca para o crescimento do ser humano, mas vemos no mundo mortes de milhões de crianças por malária, uma doença bem simples se tratada no começo, e esse fato de muitas crianças morrerem, obviamente bem cedo em suas vidas, mas se tomarmos o pressuposto que existe uma consciência viva por trás do universo (sendo ela a da bíblia ou não), há de haver um ciclo de reencarnação, pois se Deus é  todo poderoso e apenas bondade, ele não daria apenas uma vida, ou um corpo físico, para uma pessoa experiênciar, pois se não há intervenção na maldade e no sofrimento “desnecessário”, como a morte de crianças de fome ou doenças, então há por meio de uma necessidade de se dar sentido a vida e entender o mecanismo da mesma a necessidade de uma pessoa/alma ter mais do que um só corpo, pois como dito na religião cristã, nós só temos uma vida (o que na minha opinião é uma afirmanção equivocada, mas não tenho o conhecimento ainda para debatê-lo), mas seria demasiadamente injusto, para não dizer falho, um sistema que possibilita em larga escala a “anulação” da experiência vida de um ser.  Sendo que de acordo com a interpretação comum da bíblia ou a pessoa vai para o inferno ou para o céu, mas no céu apenas uns poucos estarão, algumas centenas somente como é falado na bíblia, enquanto no inferno bilhões perecerão.

Quero chamar a atenção para a falta de congruência nesse aspecto, ou nossa interpretação da bíblia é muito fraca, pra não dizer nenhuma, ou ela não condiz consigo mesma. Acredito que seja a primeira opção.

E uma outra coisa surgiu no meio da discussão que acho bom ressaltar, SE existir um, ou vários, ser pensante além da nossa dimensão e que veio antes da criação do tempo e espaço, portanto se há algo/alguém agindo por trás de tudo que acontece no universo, ele tendo uma compreensão além do tempo como o experienciamos não agiria de forma tão direta como descrito na bíblia, pois ele teria uma mente tão avançada, como por exemplo o Dr. Manhatam do quadrinho Watchman ou mesmo os Observadores da série de Tv Fringe, que não teria ações com o pensamento tão humano, e sim algo muito mais compreendedor da mecânica do universo. Claro, isso não é nenhuma certeza, mas faria mais lógica se assim o fosse.

O ateu, Austin Dacey, fala no final que a alma/consciência não implica nada nesse assunto o que mostra certa ignorância nesse da parte dele, pois há vários experimentos demonstrados pelo Dr. Jacobo que demonstram uma possível ligação, por favor leia a parte Pensamento Quântico do blog.

Peço a todos que não tentem converter alguém que não queira ouvir, ou que não esteja preparado, além da inutilidade da tarefa, você tem que ligar pra quem a pessoa é e não na crença dela de onde ela vai depois da morte.

Espero que leiam alguns complementos para esse post que já há no blog.

Posts relacionados:

Como Fazer Alguém Virar Ateu
Documentário: O Código da Bíblia
Documentário: Falsos Profetas?
A Segunda vinda, e a Função do Sonho de que Tudo vai Melhorar
Ashtar Sherar – O Trabalhador da Luz
A Suméria é Devastada por Armas Nucleares

Facebook