Tag: brasil (page 1 of 2)

Quem vê economia antes da vida não precisa pegar o vírus, pois já está morto por dentro


A civilização se encontra em um frágil equilíbrio, abalado por uma doença até então sem cura e  ela nos tem causado muito sofrimento .

Na crise o verdadeiro homem/mulher se revela, vemos pessoas que éramos totalmente contra apoiando atitudes que valorizassem a vida, afinal, entre escolher um saco de dinheiro e salvar alguém quantas pessoas irão pensar duas vezes? E que tipo de pessoa escolhe o dinheiro?

Há uma corrida para salvar as empresas, mas não há pressa para salvar as pessoas.

É “efeito colateral” como muitos boçais falam, só morrem os doentes, como se a doença viesse pro bem, uma eugenia natural para deixar a raça mais forte.

Quanta maldade baboseira.

Se o governo não possibilita dignidade em vida, que pelo menos não deixe morrer quem jura proteger.

E podemos observar hoje em dia nas pessoas ao nosso redor e nas lideranças do país quem falhou como ser humano, em ser um ser social, quem entende o lugar do outro e tem preocupação genuína pelo grupo.

No livro “Artimanhas da Exclusão”  Heller  fala sobre dor e sofrimento, dor é próprio da vida, um aspecto inevitável, enquanto sofrimento é a dor mediada pelas injustiças sociais, o que vemos com frequência no Brasil, país que a desigualdade social só bate recorde a cada ano.

Em outra parte do livro ele comenta que a Exclusão perde a sua ingenuidade e vira estratégia (necro política), algo intencional, um projeto de exclusão de pessoas, a criação de verdadeiras castas com plano de ser perpetuado, e fica muito claro quem no poder tem esse plano, basta ver quem apoia Ciência, quem apoia faculdades/pesquisas, professores, profissionais da saúde e, do outro lado, quem é concorda com Olavo de Carvalho e outras pessoas pequenas, um grupo venenoso de pessoas no Brasil, além de serem totalmente descolados da realidade assim como seus seguidores incentiva o movimento anti-ciência.

Já é difícil um país passar pelo isolamento social, deixar de ganhar dinheiro, angústias novas aparecem e as antigas se potencializam, e ainda há esse grupo de pessoas que desvaloriza a vida, a ciência, e o sofrimento, querendo deixar o povo a própria sorte. Um governo apenas para quem concorda com ele, o resto pode apodrecer em casa em seu próprio isolamento.


Bolsonaro
deve sim ser interditado, se não preso, um discurso violento e ilusório desse não pode guiar um país, já vemos o que essa visão causou em seus filhos, e o que a falta de terapia fez com eles.

E o isolamento dói, há uma pressão social em fazer coisas, mas não precisa ser assim, você deve fazer precisamente o que pode, o que está disposto, e o que tem energia/interesse em fazer.

O ser humano usava o exílio como ferramenta substituta da condenação a morte, pois não é possível ser alguém sozinho, sem grupo, mas pelo contrário, ao se afastar do ruído você consegue se ouvir, e talvez nesse momento iremos repensar nossas relações de amizade, família, nossas relações com o consumo, e o jeito que encontrarmos amigos, que agora não estamos atrelados ao mercado para nos relacionar, podemos sim viver vida com mais qualidade e menos necessidade de gastar.

E não quero dizer que a economia não é importante, afinal, a escrita nasceu por causa dos comerciantes, devemos muito a ela e é parte essencial da nossa civilização, porém, antes a vida do que a economia, hoje podemos escolher assim, antigamente não, como fala Confúcio 500 anos antes de Cristo: Se tivesse que escolher entre educação e comida, ele sempre escolheria a educação, pois pessoas morrem todos os dias de fome, mas a educação evitará que mais pessoas morram.

Hoje em dia escolhemos entre a vida e a economia, mas a economia não vai morrer, mas tomará um golpe assim como a vida está tomando consequentemente desde o início da nossa civilização.

Podemos reviver a economia, mas não as vidas que perderemos.

 

Documentário: Eu Maior

O Documentário que eu queria ter feito.

Sente-se e aprecie essa incrível obra brasileira.

Um Olho na Bola e Outro no Spray de Pimenta

A polícia militar e o o governo de diversos estados já tem mostrado que acabarão com qualquer um, seja através da tortura, perseguição ou assassinato, que irão conter os líderes dos protestos, sejam eles quais forem, pois eles são símbolos, representam idéias, e isso até os ignorantes no poder sabem que tem um poder muito mais forte do que uma multidão reunida.

Nos jornais da primeira semana da copa foi mostrada a força totalmente exagerada usada em um homem que aparentemente estava apenas passando na rua, essa era sua intenção, e estava tomando seu suco sem camisa, quando a muralha de escudos da polícia militar visto que não existia medo em sua linguagem corporal deu o primeiro tiro, o homem ao receber o tiro em seu peito, apenas passa a mão na região de contato e limpa como se um inseto tivesse pousado nele, com indiferença.

Esse tipo de atitude visto no Tank Man da China, nos seguidores de Gandhi, a Paz guerreira, ela é assustadora para quem está no poder.

Continue reading

Tallinn é Primeira Capital Europeia com Transporte Público Grátis

Passageiros em ônibus de Tallinn, primeira capital europeia a oferecer transporte gratuito

Tallinn, na Estônia, se tornou em 2013 a primeira capital europeia com transporte público gratuito para todos os seus habitantes, uma forma de reduzir os engarrafamentos e a contaminação.

Desde o começo do ano, os moradores da cidade têm que apresentar um novo cartão ao embarcar em ônibus, bondes ou trólebus, mas o trajeto é totalmente gratuito.

“Ainda é tão novo que muitas vezes me esqueço”, admitiu à AFP Pavel Ilmajarv, um jovem de 19 anos, ao embarcar em um ônibus no centro da capital estoniana. “Antes, tinha um cartão mensal e não precisava apresentá-lo toda vez. Mas não vou me queixar: a gratuidade dos transportes é superprática, adoro”, afirmou,

A gratuidade é reservada aos 420 mil moradores de Tallinn. Só é preciso pagar dois euros pelo cartão magnético pessoal que comprova a residência.

Continue reading

Documentário: SOBREVIVENDO AO PROGRESSO / Surviving Progress (2011) LEGENDA PT

“A ascensão da Humanidade é geralmente medida pela velocidade do progresso. Mas e se o atual progresso estiver nos prejudicando, em direção ao colapso? Ronald Wright, autor do best-seller “A Short History Of Progress” (A Breve História do Progresso), que inspirou este documentário, mostra como as civilizações do passado foram destruídas pelas “armadilhas do progresso” – tecnologias fascinantes e sistemas de crença que atendem a necessidades imediatas, mas comprometem o futuro.
Com a pressão sobre os recursos mundiais aumentando e as elites financeiras levando nações ao fundo do poço, poderá nossa civilização globalizada escapar da catástrofe – a “armadilha do progresso” final?
Através de imagens marcantes e insights iluminadores, de pensadores que investigaram nossos genes, cérebros e comportamento social, este réquiem do modelo de progresso usual também propõe um desafio: provar que tornar macacos mais inteligentes não é um beco sem saída evolucionário.”

“Tudo que o homem não conhece não existe para ele. Por isso o mundo tem, para cada um, o tamanho que abrange o seu conhecimento.”
(Carlos Bernardo González Pecotche)
“Um povo ignorante é um instrumento cego da sua própria destruição.”
(Simón Bolivar)

Documentário: Terra em Transformação: Agronegócio ou Agroecologia (2010)

Sinopse:
“Terra em Transformação – Agronegócio ou Agroecologia” expõe os meios escusos que foram empregados na realização da revolução verde no Brasil. O documentário mostra como a industrialização da produção agrícola, com a expansão do latifúndio e o monopólio das transnacionais, situa-se na raiz de vários problemas sócio-ambientais, como o êxodo rural e a favelização nos subúrbios das grandes metrópoles. Por outro lado, apresenta a agroecologia como ciência a ser empregada pela agricultura familiar na promoção da justiça social e respeito ao meio ambiente. Imprescindível para quem quer ouvir a voz das lutas camponesas e conhecer os problemas causados pelo agronegócio e que são ocultados pela grande mídia.
Dados do Arquivo:
Direção: Nils Bucher, Michaela Danielsson e Lisa Persson
Qualidade: DVDRip
Áudio: Português
Tamanho: 505 MB
Duração: 00:36:07
Formato: AVI
Servidor(es): Depositfiles (DF) | Rapidshare (RS)
————————————————————————————————————————————–
Download (DF)
Download (RS):
————————————————————————————————————————————–

———————————————————————————————————–

Fonte: Docprimus

Documentário: Belo Monte, Anúncio de uma Guerra

Sinopse:
Documentário sobre a maior obra de engenharia do país da atualidade, na qual depoimentos a favor e contra Belo Monte apontam para um desastre do ponto de vista ambiental, econômico e social.
Belo Monte é uma usina hidrelétrica que o governo pretende instalar no coração da Amazônia, na Volta Grande do rio Xingu na cidade de Altamira, Pará. O documentário “Belo Monte, Anúncio De Uma Guerra” é um projeto independente e coletivo a respeito desta obra, que foi filmado durante 3 expedições à região do rio Xingu. Trata-se de material riquíssimo sobre os bastidores da mais polêmica obra planejada no Brasil, com imagens de alto impacto e entrevistas com os principais envolvidos na obra, incluindo lideranças indígenas (como o Cacique Raoni e Megaron), o Procurador da República (Dr. Felício Pontes), o Presidente da FUNAI (Márcio Meira) e políticos locais a favor da construção da Usina.
Dados do Video:
Direção: André D’Elia
Áudio: Português
Legenda: Português
Duração: 01:44:01

Exemplos que teríamos que seguir. Estradas e transito no Canadá

Estradas e transito em países de “primeiro mundo” veja, são exemplos que

podíamos seguir e eu me pergunto varias vezes por que não seguimos?

Vamos Festejar? Brasil, País de “Ricos”

Reuni alguns dados de jornais, revistas e sites oficiais para ver como nós, brasileiros, temos motivo pra festejar o ano todo.
abaixo apresento algumas informações recolhidas:

Segundo o matemático gaúcho Gilberto Flach, em matéria publicada no Jornal Meia Hora, a grande diferença entre Brasil e China é de apenas uma ponte.

Explico:
Em junho de 2011 o governo da China inaugurou a ponte da baía de Jiaodhou, que liga o porto de Qingdao à ilha de Huangdao. Mais ou menos no mesmo tempo o DNIT (Departamento Nacional de Infra-instrutora de Transportes) escolheu o projeto da nova ponte do Guaíba, em Ponte Alegre.
Temos aqui um comparativo bem interessante:
A ponte chinesa tem 42km de extensão, custou R$ 2,4 bilhões para os chineses e ficou pronta em 4 anos.
Nossa ponte também ficará pronta em 4 anos e custará “apenas” R$ 1,16 Bi, porém tem apenas 2,9Km.

Continue reading

ONG: Um Teto Para Meu País.

Esse foi um video que eu fiz para exibir a ONG Um Teto para meu País na Europa, mas primeiramente seria exibido na Cambrigde University (para os engenheiros) e na semana internacional de vida sustentável que aconteceu lá esses dias.

A Ong nasceu no Chile logo depois do terremoto que destruiu o país, e foi uma solução rápida e pratica para dar um pouco de tranquilidade para  as pessoas que mais precisavam.

E esse movimento se tornou bem famoso e com grandes resultados em toda a América Latina, 19 países se não me engano, e foram até agora construidas quase 1000 casas no Brasil.

O esquema é o seguinte, eles (a ong) recebem ajuda de empresas como a Pepsi e outras, e pedem 25 reais para os voluntários a cada construção para construir casas pequenas em favelas, casas pré-feitas, onde só é preciso montar elas e construir os pilares de sustentação, pois a causa fica suspensa, ela não é constroida do chão, essa parte dos pilares demora um dia inteiro, geralmente as casas são construidas em dois dias, e depois os voluntários voltam para pintar, quando há doação de tinta, o que geralmente tem.

Continue reading

Older posts
Facebook