Se existe um Deus, ele não é o que pensamos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

god-and-man

Como podemos imaginar algo que está acima da gente?

A diferença de nosso DNA pros ratos é de apenas 1%.  Um rato não consegue entender pra que serve o cano em que ele anda, não consegue entender como o queijo que ele come foi feito, ele faz afirmações simples em sua cabeça, isso é comida, isso é um caminho.

Assim somo nós também, mas com outra magnitude.

Se com 1% de diferença de DNA dos ratos nós somos tão mais inteligentes, e somos capazes de compreender um pouco do Universo, quanto seria a diferença de DNA de Deus para gente?

Absurda no mínimo.

Todas as civilizações  tentaram entender o divino, o que sentiam que não fazia parte do mundo tri dimensional que experienciavam. As pinturas rupestres muito provavelmente saíram da mente de xamãs , e da necessidade de registrar a experiência que era considerado além do mundo físico, algo dos deuses, um pequeno contato com eles.

cave_of_forgotten_dreams

Desde os sumérios, egípcios e gregos criamos Deuses com aparência humana, defeitos humanos, desejos humanos, mas claro, um pouco mais que humanos também. Os Deuses eram senhores de lugares não físicos como o mundo dos mortos, o olimpo, um planeta chamado Nibiru (Sumérios). Eles domam elementos e por mais que sejam Deuses ainda entravam em contato com os humanos, as vezes até sentiam a necessidade deles.

Humanizamos o divino desde sempre, não conseguíamos assim como o rato entender o que são as coisas ao nosso redor, e pra tornar o mundo mais palpável transformamos o que sentimos em algo mais real, algo que possamos entender.

O ser humano ainda pensa que pode entender o universo, e talvez até conseguimos, mas provavelmente sejamos tão pequenos quanto ratos e formigas, jamais consiguiremos enxergar o quadro inteiro.

created-universe-god

Talvez as regras básicas sobre o divino realmente estejam certas.

Deus está em todo lugar, está em nós, podemos acessa-lo com treinamento, somos a sua imagem, somos feitos na mesma proporção de substâncias que todo o universo, seguimos seu padrão, Fibbonaci e fractal, sem contar os outros que não sabemos.

Se Deus criou o Universo, ele criou um movimento, e esse movimento criou outro que criou outro, somos parte de uma ordem de eventos que começou no iníciou dos tempos em que vivemos, se é que existiu apenas um universo. Tudo que acontece já está escrito, mas não escrito em um livro como muitos acreditam, isso é tentar transformar o que não entendemos em algo fácil como um livro, tudo está escrito, pois seguimos essa ordem, a ordem da criação do Universo, a sequência que Deus criou, que o universo criou para si mesmo se organizar, e tudo até eventos sociais, até esse texto faz parte desse movimento.

Perpetuamos o universo através de nossas ações, ou da falta delas, já somos parte de Deus, ele está em nós, no que fazemos, no que falamos, no que somos, agora, como acessá-lo?

Você deseja ver como funciona o Universo?

Muitos filmes tentaram traduzir essa experiência e você já percebeu no que aparece? Qual é a imagem mais repetida?

Veja uma parte do filme Enter the Void, o protagonista fuma DMT, ou seja, a substância que só liberamos no nascimento, morde e em meditação profunda.

Veja também como as mesquitas são feitas.

Coincidência? Acho que não.

10373489_860727860633067_3507818864948792776_n

2 Comments

  1. É isso mesmo,nos que tentamos conceber Deus como imagem e semelhança nossa.E numa sociedade doente,comsumidora de anti depresivos,numa sociedade acordada porem dormindo pro espiritual,imagina como sairia a imagem de Deus, pensada por nos,totalmente nada a ver.

  2. Me considero espiritualista, mas vejo a referência á “Deus” como algo no minimo, simplório, suas concepções e atribuições, definidas por aqueles que o reconhecem,reforçam essa afirmação. As doutrinas e filosofias que se fundamentam nas leis universais, têm uma concepção mais lógica da existência, mas com relação á “Deus”, não conseguem se livrar do bloqueio mental, por experiência, alguns de seus adeptos conhecem o ser espiritual, mas definem sua criação apenas através do “Poder”, as leis universais não trabalham com o poder, trabalham com sua dinâmica natural, e nessa dinâmica está a matriz de toda criação e seus fenômenos; as particulas, a Fisica Quântica mostra essas particulas inteligentes e autônomas, através do raciocinio-intuição pode se chegar á uma concepção mais abrangente, lógica e autêntica, dos fenômenos que regem o universo, em associação simples ou em cadeia, essas particulas são responsáveis por toda a dinâmica universal, inclusive a geração da vida biológica, que no âmbito universal é secundária, essa mesma associação formaria campos de energia, ou corpos espirituais, responsáveis pela regência de todo o universo…

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×