0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Os Eternos não vivem para sempre,
Os Eternos não sabem tudo, nem o que sentem
Os Eternos não demonstram sentimentos,
mas são constantes num tempo eternamente presente.

Se enxergam em terceira pessoa,
Observam tudo, tudo, tudo…
analisam tudo, tudo, tudo…

Procuram detalhes invisiveis ao mundo,
seguem uma ética simples e obscura,
mudam a realidade para o equilibrio que procuram.

Não é hoje, não vai ser amanhã,
as coisas mudaram e é difícil voltar,
o tempo mudou, sem alto nem baixo,
não existe mais como arriscar.

Voltar para hoje significa contar as possibilidades
de minha casa estar no mesmo lugar,
o que estaria de diferente?
será que eu vou notar?

Os eternos sabem contar.
Os eternos sabem mudar.
O que daria mais medo,
a possibilidade de errar ou de acertar?

Não vamos nos questionar,
Escolhamos o caminho do meio,
sem ter com o que se preocupar.
Mas existe um tempo que nunca vamos passar.
Não se sabe o porquê, mas os Eterno não conseguem alncaçar.
Ser Eterno não significa conseguir ir pra todo lugar.

Espaço e o tempo andam de mãos dadas,
controlamos o tempo, mas não saimos de casa.
Será que erramos em algo, ou cortaram nossas asas?

Quando tropeçar não se tornar algo insuportável de se pensar,
as pessoas verão as estrelas sem as nuves para atrapalhar,
vivendo nessa vizinha circular que chamamos de via lácteá.

Inspirado no Livro: O Fim da Eternidade – Isaac Asimov

Altamente recomendado.