0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

As pessoas buscam as religiões por diversos motivos, dentre eles podemos citar a paz de espirito, socorro financeiro/amoroso,  ou o que na minha opinião é um dos mais importantes nessa questão, a mudança de consciência, a vontade de sentir algo a mais, seja estar conectado com as pessoas, “sentir Deus”, ou entrar em estados de transe como muitos índios, envagélicos e freqüentadores de terreiros.

Elas querem sentir que há um ordem no Universo, que “Deus” está presente observando elas, pois elas se sentem sozinhas, esperando algo acontecer para dar sentido a vida delas, procuramos presságios, e significados em eventos rotineiros, uma coisa tão antiga, mas por mais tecnologia que tenhamos, ainda acreditaremos que se fizermos algo, ou entendermos alguma coisa, isso irá interferir no resto do universo, e talvez até intervenha, mas queremos certeza, queremos sentir.

Todos sentimos estados alterados de consciência, não é preciso estar em jejum, ou meditação para sentir algo, no momento em que você acorda você está em uma velocidade, quando você conquista algo e sente aquela liberdade e o sentimento de completude é outro momento.

Mas queria aqui ressaltar algo que ao analisar me fez querer escrever esse texto, muitas pessoas acham bobeira a religião dos outros, não canso de citar a grade observação do Joseph Cambell “Mitologia é a religião dos outros”.

Pra maioria dos evangélicos qualquer outra religião é do demônio, os hindus acreditam em milhões de deuses, budistas não acreditam em um deus, mas sim na iluminação pessoal, apesar de muitas linhas endeusarem o buda, o próprio Krishnamurti teve muitos problemas na sua vida por causa dessa necessidade das pessoas de endeusar outros.

Muitas religiões se ofendem (veja essa notícia), outras vivem tranquilamente com a diferença de crenças, outras acham extremamente bobo e digno de pessoas atrasadas acreditar no Deus do Sol, ou em um Avatar, mas será que falar “Olha sua religião fala que existe um homem com cabeça de elefante, isso é ridículo”, enquanto a religião dele é católica e acredita que simples imagens de santos podem mudar o seu destino, sem contar que acredita em seres com asas subordinados a Deus.

Acreditar que uma cobra falou e convenceu uma mulher a comer uma fruta que continha conhecimento é fácil de acreditar, mas acreditar que uma pessoa pode escrever cartas de espíritos ou entidades de outras dimensões é visto como algo de outro planeta? Não preciso nem falar que é muita bobeira esse tipo de pensamento.

Muitos podem falar que estão certos, e que o resto é errado, isso vai depender da sua índole e de como o “pastor” ou guia espiritual conduz o seu aprendizado sobre a religião.

Vamos pegar algumas religiões do Brasil que falam sobre Deus, e tentam explicar a mecânica do universo físico e espiritual.

Vejamos o católico moderno, ele acredita no mito da serpente, do eden, e que Deus interferiu muito na vida das pessoas no velho Testamento, matou um punhado de gente em seu nome, e no novo testamento fez muita pouca coisa, mas hoje em dia Ele ficou tímido, apenas mostra que existe fazendo estátuas chorarem, aparições em pães tostados, e claro, alguma vez ou outra aparece seu arqui-inimigo, o Diabo,  possuindo alguém, e que pra quem não sabe o demônio católico teve seu corpo inspirado no Baco e Fauno.

O Mundo foi ficando menos mágico pros Católicos.

Veja uma tirinha do Sábado Qualquer sobre isso

Já os evangélicos são totalmente o oposto, apesar de acreditarem na mesma base. Os católicos acreditam em um único messias capaz de milagres, o senhor Yeshua, mais conhecido como Jesus, mas os evangélicos acreditam que os pastores também tem os poderes mágicos de Jesus Cristo, aquele que morreu por nós na Cruz sendo traído intencionalmente por seu melhor amigo Judas. Os pastores por serem os representantes de Deus na Terra são uma espécie de Druidas das cidades, eles oferecem objetos como tijolos e meias que de alguma maneira vão distorcer as leis do universo e dar riquezas e outras coisas para as pessoas que adquirirem, mas apesar desse objeto ter tanto Poder, ele não é raro, muito pelo contrário, é possível comprar ele com o próprio Xamã evangélico. Assim como o capitalismo promete, os evangélicos acreditam que é possível ter tudo, pois a riqueza é de todos que são de Deus (Veja o Video), mas eles tem que dar pra receber, é meio que um bingo do dinheiro e do sucesso.

Enfim, eles acreditam que pessoas especiais hoje em dia tem poderes mágicos, e esse número só aumenta com o tempo, pois pra eles quanto mais igrejas melhor, pois assim podem espalhar a magia de seus magos para mais gente, pois quem não o segue vai diretamente para o inferno, um lugar fora do plano físico que tem um fogo que nunca para de queimar e machuca as outras pessoas que foram más na vida.

O mundo dos espíritas é um pouco diferente já, de acordo com eles uma pessoa chamada Allan Kardec descobriu através de espíritos a mecânica do universo espiritual, por isso chamam de Doutrina Espirita, e seu nome não é seu, e sim de uma vida passada dele em que ele era xamã. No espiritismo há os médiuns, que são xamãs, eles conversam com espíritos, mas muitos escrevem o que eles falam, ou deixam suas mãos serem levadas pelas mãos os espíritos, e assim conseguem se comunicar com o mundo espiritual. O objetivo da vida  no espiritismo é ser alguém melhor, pois você vai viver várias vidas até deixar de reencarnar, e vai viver no mundo espiritual pra sempre feliz e depois lá você pode ser alguém ainda melhor e ir para outros planos elevados, chegando a conversar com seres  não humanos e não fisicos.

Viu como é fácil ofender e menosprezar a religião dos outros?

Todo acreditamos em algo, algumas coisas realmente vão entrar em conflito ou divergir da dos outros, mas é a diversidade que nos marca, que nos faz interessantes.

Por mais que pensemos no mundo como algo racional, quadrado, queremos, ou melhor, sentimos que ele pode ser mais, que nossos pensamentos positivos irão interferir na realidade, e algumas pesquisas realmente mostram que podem mesmo, mas não do jeito como nos vendem as vezes (Ex: The Secret).

Tudo aos olhos de um cético pode ser levado como piada, sem pesquisa e sem nenhum tentativa de compreensão eles pensam que quem acredita em Deus é tão arcaico quanto acreditar que O sol é um ser vivo.

E para os que acreditam em alguma divindade, olha só, todas parecem tão absurdas quanta a sua ao olhar mais afastado, e olha que nem citei a criação do mundo dos Cientologista e Mormons pra realmente quebrar o barraco aqui.


A questão no fundo é, todos queremos ou sentimos que o mundo seja mais do que nos dizem ser, estamos numa jaula da imaginação e da mente, pensamos não haver terra depois do mar,pois nunca vimos nada além até agora.

E só nossa jornada pessoal e a científica para nos mostrar o que há realmente depois do horizonte.

Mas como toda religião tenta dizer, nós devemos procurar as respostas dentro de nós, não lá fora.