O Estagnado Feliz e o Insatisfeito Ganancioso

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

praia

“Quanto menos consciência você tiver de sua existência ou do que acontece ao ser redor mais feliz você será. E isso é inversamente proporcional.”

“Tem gente que se contenta com o que tem e estagna pela vida inteira, realmente não sei se a natureza humana de ganância é a certa, pois quem se estagna pelo menos está contente, estado esse que o ganancioso só alcança por alguns segundos.”

Esses dois pensamentos meus realmente me colocam em cheque, e a única saída possível que vejo é que podem existir os dois ao mesmo tempo, apesar de existir uma linha tendenciadora de estilos de vida, a essência das pessoas continuam em uma correntes, o Estagnado Feliz, e o Insatisfeito Ganancioso.

O Estagnado vive sua vida tranquilamente, sem se preocupar muito com o futuro, gosta de aproveitar os momentos simples e geralmente não se envolve com projetos grandes, e trabalha em lugares em que não se exija muito esforço, que não gere stress, afinal o que importa para ele é a qualidade de vida.

O Insatisfeito evita vida tranquila, está sempre atrás de coisas grandes, e grande maioria se apega aos valores que a mídia e a sociedade passa, muitas vezes sendo extremamente fútil e materialista, ele também tem a irritação/mania de querer impor seu estilo de vida (ganancioso) para o Estagnado que não ouve ele, pois suas realidades são completamente diferentes, mas o Insatisfeito nunca desiste e sempre pressiona o Estagnado.

E é uma batalha para ver quem domina quem, de um lado ataques psicológicos do outro, a compreensão de que se deve valorizar outras coisas.

Um que se move tranquilamente num ritmo hipnotizante no outro o que precisa do vento para rastejar e mudar sua direção.

Talvez apenas a penumbra de areia molhada seja o certo, o equilíbrio.

3 Comments

  1. Só não concordo com algumas generalizações tuas.

    por outro lado, existe o Estagnado Insatisfeito.

    O que é mais comum do que parece!

    eu leio sempre aqui,
    vou comentar com mais frequência.

    aquele abraço, Makoto.

  2. …uma vez tendo consciência de sua existência ou do que acontece ao seu redor, vc irá ficar infeliz. MAS com as velhas crenças que formavam, até este ponto da tua vida, a tua “existência”.

    A felicidade perdida com as velhas crenças seria uma coisa “passageira”, pois, você irá buscar por novas “crenças e verdades”, deixando todas as outras, já envelhecidas, para trás.

    Foi isso que o “homem” veio fazendo desde os primórdios*. Deixar o “velho” para trás e buscar sempre o novo.

    Seria como deixar uma felicidade falsa e forjada, chegar à uma infelicidade “confusa” para alcançar uma felicidade original, real e verdadeira.

    *não em todas as áreas de conhecimento, só em algumas.

    -=-=-
    ps. intuito não de rebater ou provar o lado que está certo ou errado, apenas mostrando meu ponto de vista…

    belos textos… visita constante por aqui a partir de hoje…

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×