O Domínio do Ser Mais Inteligente

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

comprimento

Einstein achava que todo mundo deveria se tornar vegetariano.

Os vegans de hoje em dia fazem documentários e camisetas tentando traumatizar/conscientizar as pessoas, através da morte e sofrimento deles(os animais).
A melhor forma de prender um pensamento numa pessoa é ligar ela a um sentimento, pois apenas com o sentimento envolvido que a memória se anexa nas profundezas do ser.
Os animais realmente são feitos de escravos, usados como cobaia, maltratados, mortos e até usados/educados para servir de companhia pelas pessoas, podemos até chamá-las de facistas. Dizem que é “Desumano” tratar os animais assim, mas esquecem que a humanidade nunca tratou os animais como “humanos”, alguns tratam com respeito, mas a maioria pensa que é superior a eles.

Como vemos na Lenda Da Dança Do Búfalo da Europa, nos períodos das grandes cavernas, cerca de 30 000-10 000 A. C.

Aproximadamente a 15 mil anos atrás existiam um grupo de pessoas que caçavam, uma pessoa se fantasiava de búfalo perto de uma manada, eles se sentiam curiosos perante a criatura similar a eles, e o fantasiado fazia eles seguirem ele até um penhasco, até que sua tribo saia das moitas assustando eles, os buffalos assustados pulavam em direção ao penhasco para a morte, muitos morriam, e os que sobravam eram mortos pelas flechas e lanças da tribo.
Numa época, os búfalos pararam de pular no abismo, e uma menina falou que se um búfalo pular ela se casaria com ele, vários pularam instantaneamente, e ela se casou com uma deles. Seu pai procupado foi atrás dela depois de um tempo, mas os búfalos descobriram e o pisotiaram até não sobrar nenhum membro distinguível.
A menina ficou extremamente triste e o búfalo comovido falou para ela que se ela achar algum pedaço do corpo do pai daria para ressucita-lo, a garota foi procurar e conseguiu achar uma pedaço de uma vértebra. Ela imediatamente usou a magia humana para reconstituir o pai, o Búfalo ficou impressionado com a magia dela e resolveu ensinar a ela como que os búfalos voltam a viver, com a Dança dos Búfalos, pois quando eles morriam no penhasco logo depois eles dançavam e os seus amigos mortos voltam a andar pelos pastos.

Nessa época existia um respeito enorme dos humanos pelos animais, pois uma coisa é caçar, outra coisa é anular a vida de um animal para que ele consiga entopir melhor suas artérias com sua gordura.

Carne sim, mas vamos ser homo-sapiens, pois ser humano, esse alter-ego, só distorci a filosofia essencial do ser.

1 Comment

  1. eu sempre pensei nessa linha, Mako.
    In natura, a mãe cervo, ensina o filhote à fugir de tigres. A mãe tigre ensina o filhote à perceguir o cervo.

    O porco nasce num buraco, vive num buraco, entupido de hormonio pra crescer. Quase todos ficam loucos, e pra muitos, o céu só aparece quando vão entrar pros caminhões que os levam ao matadouro.

    Há uns que podem falar que gostariam de ser um cervo ou um tigre, mas aposto que ninguém quer ser um porco.

    Ontem, tinha uma diarista aqui em casa, e ela não acreditou que no Vietnã (e em muitos outros lugares), se come cachorro.
    Quando mostrei, ela ficou chocada e enojada.
    Depois almoçou um bife.

    HAHAHAHA.
    Estamos cada vez menos sapiens, Mako.
    E olha que nem falamos de alimentação mundial..
    aquele abraço!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×