Minha primeira experiência com o Daime, ou melhor, a Ayahuasca

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Primeiramente tenho que explicar o óbvio que muita gente não sabe sobre a Ayahusca, ela não é droga e muito menos alucinógeno. O cipó mistura com as folhas de um arbusto resulta no chá que faz o ser humano liberar uma substância chamada DMT, ela é considerada a molécula do espírito, essa substância só é liberada quando nascemos, quando morremos e quando estamos em estado de profunda meditação.

Eu fui num lugar previlegiado com o leitor e agora meu amigo Paulo Castilho, fui no CEU Sagrado que fica em sorocaba, um lugar enorme e lindo, onde há uma igreja no meio com paredes de vidro, e lá mesmo é cultivado o cipó e feito o chá.

É preciso ter uma conversa rápida com alguém antes de entrar no ritual, há muitas pessoas para te auxiliar a qualquer instante, e as mulheres são divididas dos homens, deixando a banda no meio de todos.

Logo no início já começamos a cantar os hinários e rapidamente fomos tomar a primeira leva do chá, a versão que tomei era algo bem diluido, pois havia quase 300 pessoas,  pessoas de todas as idades e estilos, e uma coisa muito legal de ressaltar é a quantidade bem parecida de homens e mulheres.

Depois de bebermos o chá em um copo de 100 ml, o gosto definitamente não era tão ruim quanto descreveram pra mim , você pode pegar uma frutinha ou bala para tirar o gosto. Você pode beber água ou ir no banheiro caso passe mal, vomitando ou liberando o intestino, o que no dia não aconteceu comigo.

É bom falar que esse lugar é fantástico, existe uma equipe preparada te ajudar caso você passe mal, ou queira água, ou mesmo um guardanapo. Você se sente muito acolhido pelo lugar e a energia é muito boa.

Depois de uma hora e meia eu começo a sentir o efeito do chá, até então a única coisa que estava diferente era quando eu fechava os olhos para meditar já era uma sensação diferente, fechar os olhos parecia mais intenso.

Primeiramente eu via imagens de ambientes, depois de obras de arte, e elas se adaptavam se achava que não era capaz de fazê-las, alguns ambientes com temática negativas apareciam também, depois do segundo copo eu comecei a ver tatuagens que achava lindas nos meus dois braços cobrindo eles inteiramente, a principio achei que era apenas uma projeção da minha mente que coincidia em aparecer nos meus braços, paraprovar isso decidi mexer minha perspectiva e realmente as tatuagens brilhantes continuavam no meus braços.

Uma das coisas impressionantes que aconteceu comigo foi que uma hora quando fechei meus olhos eu estava em um ambiente vermelho-alaranjado e eu conseguia sentir que havia algo na frente e algo atrás, mas não conseguia identificar o que era, um ser estava comigo nessa sala e ele me disse sem usar palavras que essa era outra dimensão e que eu vivia “nessa”, e quando ele falou isso ele girou algo que fez com que esses dois objetos na sala se solidificassem, como se tivesse sido focados, e percebi que havia uma escada a minha frente e um balcão atrás.

Isso pra mim foi bem impressionante.

muitas pessoas vomitavam e defecavam no banheiro, e eu não entendia isso porque foi bem tranquilo pra mim, só sentia um incômodo no intestino. Na hora eu achava que vomitar era questão de aguentar no estômago mesmo.

Depois da segunda hora eu já não conseguia cantar muito bem, simplesmente os comandos não eram executados bem, e minha visão tinha mudado, de repente eu conseguia ler frases inteiras e depois o texto inteiro de uma vez.

Uma outra coisa que aconteceu de interessante era que eu parava de respirar durante muito tempo, mas eu não me sentia desesperado com a faltade ar, na verdade eu nem a sentia, parecia que eu realmente não precisava.

Depois de finalizado o ritual, fomos para um banquete praparado para todos os envolvidos, e isso realmente ajudou pois já era bem tarde, umas 3 da madrugada, e todos estávamos sem sono.

Não senti o efeito das músicas, quando eu fechava os olhos era quando eu sentia que o chá fazia efeito, mas foi uma boa experiência, na próxima vez eu tomarei um mais forte.

Primeiro devo dizer que não recomendo a todas as pessoas, é sempre bom conversar com alguém do lugar antes de experimentar.

Esperem pra saber no próximo post.
Perguntem o que quiser pro favor.

7 Comments

  1. Excelente relato, Mako. Gratidão.

  2. Filipi Bisteka Vieira

    4 de dezembro de 2013 at 3:03 PM

    dahora mako! tenho vontade de ter essa experiência faz um bom tempo. sem dúvida alguma deve ser no mínimo muito interessante e, possivelmente, bastante reveladora. inclusive, me pergunto se essa sua visão não vai de encontro com alguns textos que li sobre projeção, onde dizia que podemos acessar o “outro plano” ou “dimensão astral” através do uso de algumas substâncias e meditação. enfim, desde que você me falou da projeção, eu tenho estado um quanto confuso sobre o que eu acredito ou desacredito, mas não tenho dúvidas de que é preciso experimentar e conhecer, e ayahuasca é minha próxima experiência. nóis bro!

    • Com certeza tem muita coisa ligada, afinal, lidamos com a consciência e a alma a todos instante e qualquer mergulho neles tem relação com outras vertentes, se quiser podemos combinar inxa.

  3. Consumi o dia de ontem o chá e confesso que por ser o único dos 10 participantes a não sentir nada, fiquei muito frustado.

  4. ja tomo ayahuasca a algum tempo e recentemente tive a experiencia em casa muito bom tomei 40ml de ayahuasca super forte fiquei 5 horas sobre o efeito da ayahuasca perfeito.

Deixe uma resposta para Mako Abe Cancelar resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×