0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×


Números Relevantes

1- Segundo o Censo do IBGE de 2000, o espiritismo tem 2,5 milhões de adeptos no Brasil (declaram-se evangélicos 26 milhões, e católicos, 125 milhões). A Conta da Federação Espírita Brasileira é diferente: Seriam 14 milhões de espíritas no Brasil.
2- Mais de R$ 500 milhões é o valor do faturamento do mercado editorial espírita ao ano no Brasil – Isso antes do boom de filmes espíritas de 2010, cuja influência ainda não foi medida.
3- Pelo Censo, o Espiritismo é a terceira maior religião do país. O quarto lugar está muito atrás: são 525 mil da Umbanda e do Candomblé.
4- O Brasil tem 10 mil centros espíritas, mais do que a soma de todas as paróquias e centros pastorais católicos de Portugal (lá são 7 258, segundo o Vaticano).
5- Mais de 150 milhões de livros espíritas já foram vendidos no Brasil – 70% dos títulos são obras psicografadas. É mais do que a venda mundial da saga “Crepúsculo” de Stephenie Meyer, que chega a cerca de 110 milhões de exemplares.
6- 35 milhões foi a renda da bilheteria do filme Nosso Lar (2010), inspirado no livro homônimo, psicografado por Chico Xavier. É a mesma arrecadão de Harry Potter e as Relíquias da Morte (parte 1) no Brasil, em 2010. 7- Em 17 de setembro de 1865 foi fundado o primeiro centro espírita brasileiro, em Salvador.
8- 3,4 Milhões de pessoas viram no cinema o longa de Chico Xavier, de Daniel Filho, de 2010 – praticamente a mesma marca dos sucessos nacionais Se Eu Fosse Você (2006) e Cidade de Deus (2002).

Pesquisa feita sobre Psicografia
A pesquisa realizada por Paulo Rossi Severino, com o apoio de Maria Julia de Moraes Prieto Peres e Marlene Rossi Severino Nobre, gerou o livro intitulado A vida Triunfa. A equipe estudou 45 casos entre cem catalogados pela Folha Espírita e, a partir de dados colhidos por um questionário padrão, chegou a conclusões reveladoras sobre o perfil dos destinatários das mensagens e o conteúdo básico divulgado dos textos.


Alguns Números Levantados sobre o Conteúdo das mensagens:
1) 100% dos comunicantes relatam a presença e o apoio de parentes e amigos “desencarnados” do “lado de lá”.
2) 68,9% das mensagem citam de um a três parentes e/ou amigos desencarnados desconhecidos pelo médium.
3) 75,6% dos comunicantes descrevem as circunstâncias da morte.
4) 82,2% deles pedem para as famílias cultivarem pensamentos positivos.
5) 44.4% aconselham as famílias a investirem na caridade.
Sobre a relação das famílias com o médium e as mensagens recebidas:
1) 42,4% das famílias reconhecem nas cartas o estilo peculiar dos comunicantes.
2) 35,6% definem como idênticas as assinaturas dos comunicantes psicografados.
3) 42,2% definem as assinaturas como diferentes das originais.
4) 93,3% das famílias não conheciam o médium antes da morte dos comunicantes.
5) 42,2% procuraram o médium uma única vez até receber a mensagem
6) 33,3% tiveram de dois a três contatos com o médium até receberem a mensagem.
7) 100% das famílias declaram 100% de acerto nos dados informados pelos comunicantes.

Um dado a ser avaliado: nas 45 mensagens psicografadas por Chico Xavier e selecionadas pela equipe de pesquisa, estão listados mais de cem nomes próprios, além dos nomes e sobrenomes completos de cada comunicante, muitos deles com assinatura idêntica às originais. Todos os nomes foram escritos por Chico, de olhos fechados, sem pausas, nas sessões públicas de Uberaba. Em nenhuma das mensagens, ele misturou nomes e sobrenomes, confundiu filiações ou causas de morte.

Conclusão do estudo:
As evidências da sobrevivência do espírito são muito fortes. A vida é uma fatalidade, segundo o depoimento desses 45 companheiros que se expuseram, por inteiro, revelando as nuances de suas personalidades através das mãos humildes do medianeiro.

Fonte:
Livro – Por Trás do Véu de Ísis – Uma investigação sobre a comunicação entre os vivos e mortos. (Recomendado)