Médiuns – Como Funciona?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

De Acordo com obras básicas da doutrina espírita como O Livro dos Espíritos e O Livro dos Médiuns, de Allan Kardec, o médium é um intermediário, uma antena capaz de captar e transmitir as comunicações do além. “Sintonia” é a palavra-chave neste processo. Em O Livro dos Médiuns, Kardec classifica a chamada “captação mediúnica” em três categorias:

1- Mediunidade mecânica – O espírito atua diretamente sobre a mão do médium e lhe dá uma impulsão independente da vontade do psicógrafo. É a escrita inconsciente, definida pelo próprio Kardec como “Preciosa”, por afastar qualquer dúvida sobre o teor da mensagem.
2- Mediunidade intuitiva – O espírito atua sobre a alma do médium. Sob este impulso, a alma dirige a mão e esta move o lápis. O médium, nesse caso, tem consciência do que escreve. É o chamado médium intuitivo.
3- Mediunidade semimecânica – O médium sente sua mão ser impulsionada por uma força invisível e, ao mesmo tempo, tem consciência do que escreve, enquanto as palavras se formam. Esta é, o segundo Kardec, a mediunidade mais comum.


Psicopictografia

Essa é uma das áreas da canalização, ou mediunidade, mais controversas. Temos no Brasil o médium baiano José Medrado, um dos mais conhecidos do país. Segundo ele mais de 100 espíritos de renome já se expressaram com a ajuda das suas mãos, como Van Gogh, Picasso, Tarsila do Amaral e Duccio. Os espíritos dos artistas começaram a se comunicar com ele no final da década de 1980, quando ele tinha 20 anos. Segundo Medrado, o francês Pierre-Auguste Renoir, um dos mais célebres impressionistas, é o porta-voz de uma turma de espíritos de pintores que querem se redimir de suas vidas passadas. O discurso seria algo como: “Você precisa fazer o que nós não fizemos. Pintamos por fama e dinheiro. Você vai transformar tintas em pães”, uma atitude muito nobre dos espíritos artistas.
José Medrado diz que 30% das vendas de suas obras são usadas para comprar material, e o restante é doado para obras assistenciais. Ele diz que tem o costume de pintar com os olhos aberto quando está canalizando algum artista, mas sente o estado de sua consciência se alterando, uma vez ele tentou copiar sem canalizar um quadro que tinha feito e demorou um dia inteiro para fazer, enquanto que quando pintou canalizando alguém ele terminou o quadro em 6 minutos.
A revista “Superinteressante” convidou o restaurador paulistano Carlos Rielli para comentar as pinturas, e ele após analisar as obras conclui que “O que vemos aqui é um traço infantil, que se repete em todas as obras”, pois dizia ele que não se conseguia ver o estilo dos artistas nas obras, apenas a temática era possível dizer que era semelhante. Em sua defesa, Medrado diz que nunca fez escola de arte e que ele é apenas um canal, um instrumento para a expressão dos espíritos: “É como se você pegasse na mão de uma criança analfabeta e escrevesse a letra H. Aquele H nunca vai ser igual ao seu.”.

Essa é o primeiro post de uma série sobre mediunidade.

Conversei com alguns psicógrafos algumas vezes e eles me falaram que as vezes você sente um peso em alguma parte do seu corpo, isso acontece quando o espírito quer se comunicar, e algumas vezes ele pode ser tão insistente ao ponto de você ter que psicografar para  a sensação passar, outras me falaram que sentiam a presença de alguém mesmo.

Ao que parece você (psiócgrafo) deve viver uma vida justa e ser alguém que tenha valores, pois para a sintonia da mensagem não sofrer com a sobjetividade do psicógrafo ele deve estar em equilibrio total, é por isso que no começo das reuniões espíritos há um tempo de silêncio, meditação e oração.

Livro – Por Trás do Véu de Ísis – Uma investigação sobre a comunicação entre os vivos e mortos. (Recomendado)

7 Comments

  1. Bem, tem que ver qual tipo é o Sr. Medrado. Se ele for dos dois primeiros “Mecânica” ou “Intuitiva”, não teria sentido já que independe dele, o impulso é originado pelo “ESPÍRITO”, ou seja, a justificativa de ser como um professor ensinando o garoto a escrever a letra “H”, uma vez que ele está sedendo o seu impulso para o espírito do artista, naquele momento ele não comanda mais o corpo e sim o espírito, o que não poderia ter uma influência sobre os modos de pintar do mesmo, pois segundo a descrição dos tipos, independe do médium.

    Talvez faltou essa informação no texto, classificá-lo.

    Abraço e fico muito feliz em saber que o site voltou, grande site.

    • Obrigado pelo comentário Igor, faltou essa informação porque simplesmente eu não conseguir achá-la heheh.
      Mas se você der uma olhada nos quadros dele e vendo de quem ele está tendo a ajuda para pintar(um pintor famoso), você realmente fica com dúvida do trabalho dele, eu nãou especialista em arte, mas entendo o bastante para ver que a única coisa em comum neles era o tema.

      mas agradeço pelo carinho, e vamos melhorando cada dia mais, ainda temos muito a fazer.
      aquele abraço.
      Mako.

  2. Penso que Médium é o Espírito e não o corpo físico e este se comunica(entre si e entre os mundos material e espiritual) somente através do seu perispírito(questão 135-a e 282 do Livro dos Espíritos)naquilo que poderiamos chamar de interação perispirítica entre frequências diferenciadas, já que o Espírito é transdimensional e o homem(corpo físico)é tridimensional, gostaria de ter a sua opinião sobre isso.

    • Caro Oduvaldo,
      Também acho que o espírito é que é a ferramenta importante no caso, mas devemos contar com a grande pesquisa que o Dr. sergio felipe de oliveira está fazendo na USP, descobrindo que pessoas com mediunidade forte tem mais cristais na glândula pineal, que serviriam como antenas para a comunicação transdimensional.
      Também devo falar do trabalho do médium de não deixar sua subjetividade interferir na mensagem psicografado, fato esse que preocupava muito Chico xavier e muitos outros, pois quem se deixar afetar a carta acaba invalidando-a.

      Ainda estamos ligados ao corpo apesar de algumas pessoas terem esse dom bem trabalhado, e por causa disso acho que o médium também é corpo físico, pois há uma série de fatores que envolve ele. Aliás, o médium é um canalizador, e para isso é preciso ter um corpo para “sintonizar” ou canalizar uma alma.

      espero que tenha sido claro, vou escrever um post sobre transdimensionalidade que você vai gostar muito eu acho.

      Obrigado pela colocação Oduvaldo,
      Aquele abraço

      • Respeitando sua opinião, insistiria que a Mediunidade deve ser entendida como interação períspíritica, dessa forma Médium é sempre o Espírito e nunca o corpo físico, pois após o desencarne a Mediunidade, nos termos das questões 282 e 135-a do L.E., continua normalmente, pois ela se refere não só à comunicação(dos Espíritos) entre encarnados e desenCARnados,mas também entre OS encarnados e também entre os desencarnados. Pense nisso! Posso lhe enviar mais material para comprovar esta tese.
        Obhs. tenho dificuldade em aceitar com tais atribuições da Glândula Pineal, com todo o respeito que tenho pelo Dr. Sérgio.

        • Eu também tenho dificuldades, mas a pesquisa dele está bem no início e já deu resultados positivos.
          Pode me mandar material sim, vou adorar ler isso.

          O que eu acho é que existe dois tipos de médiuns, aliás, dois tipos de interpretação, o do “povão” e esse que você falou, que é a explicação dada pelo Alan Kardec em seu livro, mas concordo contigo totalmente, só quis mesmo falar que existem outros fatores, é que nem a gente perguntar “quem somos nós?”, a pessoa mais espiritualista responderia, somos seres passando por uma experiência carnal, o corpo não faz parte do ser, alma, consciência.

          mande para [email protected].
          aquele abraço Oduvaldo.

  3. Carlos Henrique de Bastos Otto Franco

    6 de dezembro de 2011 at 7:54 PM

    Você devia ir em um centro de umbanda participar de uma sessão em uma noite. É uma coisa muito intensa e abala um pouco o seu pensar sobre essas questões.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×