Hipótese da Terra em Expansão

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Existem 3 hipoteses diferentes da Terra em expansão:

  1. A massa da terra tem permanecido constante e a força gravitacional na superfície tem diminuído com o tempo;
  2. A massa da Terra tem crescido com o volume de movo que a gravidade da superfície tem permanecido constante;
  3. A gravidade da Terra e sua superfície tem diminuído durante o tempo, em linha com a hipótese da terra que expande.

Essa hipótese foi pouco trabalhada pelos cientistas durante muito tempo, por haver alguns problemas com a teoria, mas Em 2005, J. Marvin Herndon postulou o que ele chama de descompressão dinâmica de toda a Terra, que ele descreve como uma teoria unificada que combina elementos da tectônica de placas e Terra que expande. Ele sugere que a Terra se formou a partir de um gigante gasoso do tamanho de Júpiter por perda catastrófica de sua atmosfera gasosa com descompressão posterior e expansão do planeta rochoso remanescente, resultando em rachaduras de descompressão em margens continentais que são preenchidos pelos basaltos de dorsais meso-oceânicas.

Outro presente defensor dia de uma Terra em expansão é artista de quadrinhos Neal Adams, que sugere que a Terra está crescendo e não apenas em expansão, e propõe suas idéias dentro de uma teoria chamada “Growing Earth-Growing Universe”. Adams fez animações de vídeo que graficamente ilustrar sua hipótese, em que a nova massa é fabricado por um elétron hipótese / pósitron processo de produção de pares dentro do núcleo da Terra e todos os corpos celestes.

É realmente muito interessante, e faz todo o sentido quando se vê as estrias que a terra tem sob o mar e como tudo se encaixa, realmente na minha opinião ignorante sobre a teoria por trás parece que a Terra em Expansão tem sua parte na formação do nosso planeta atual.

1 Comment

  1. Tales Carlos de Pádua

    4 de julho de 2013 at 2:22 PM

    O problema dessa teoria é que a velocidade de rotação, por conta do momento angular, seria muito maior caso a terra fosse menor, e iria progressivamente diminuindo conforme a terra for expandindo. Acontece que a rotação da terra é um fenômeno perfeitamente compreendido. Inclusive a influencia da gravidade da lua na rotação e o efeito de fricção do manto com o núcleo. Se essa teoria fosse plausível, seus efeitos na velocidade de rotação do planeta seriam evidentes.
    Outro problema é que ela sugere uma versão diferente de uma teoria muito aceita, muito compreendida e extensivamente estudada, que é a formação, não só do planeta terra, mas dos planetas em geral. Sugerir que o planeta terra foi um gigante gasoso é ignorar muita pesquisa e muitas evidências sobre o tema, atropelando teorias como a da formação da lua por exemplo, ou o fato que o núcleo de Júpiter e outros planetas gasosos são compostos quase exclusivamente de elementos pesados como ferro e níquel, o que não é o caso da composição dos planetas rochosos.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×