0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Sinopse:
O Professor Jim Al-Khalili mostra como a teoria do caos pode responder a uma pergunta que a Humanidade tem se feito há milênios: como é que um universo que começa como poeira produz vida inteligente? É uma ideia desconcertante, contraintuitiva e, para muitas pessoas, perturbadora. Mas o professor Al-Khalili revela a ciência por trás de grande parte da beleza e da estrutura do mundo natural e descobre que, longe de ser mágica ou um ato de Deus, é na verdade uma parte intrínseca das leis da Física.

 

Comentário:
O documentário reuni um conjunto de informações/descobertas que deveriam ser conhecimento público, como construir algo com equações simples? Qual é a verdadeira razão para ter vida no universo? Há um design inteligente? Essas perguntas parecem terem sido respondidas nesse documentário.

 

Dados do Arquivo:
Direção: Nic Stacey
Qualidade: TVRip
Áudio: Inglês
Legenda: Português
Tamanho: 865 MB
Duração: 00:59:12
Formato: MKV
Servidor(es): Peeje (PJ) | Rapidshare (RS)
Download (PJ)
Download (RS): Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 – Legenda
Assistir online: Parte 1 | Parte 2

“Caos (do grego Χάος, transl. khaos) é, segundo Hesíodo, a primeira divindade a surgir no universo, portanto o mais velho dos deuses.[1] A natureza divina de Caos é de difícil entendimento, devido às mudanças que a ideia de “caos” sofreu com o passar das épocas.

Inicialmente descrito como o ar que preenchia o espaço entre o Éter e a Terra, mais tarde passou a ser visto como a mistura primordial dos elementos.[2] Seu nome deriva do verbo grego χαίνω, que significa “separar, ser amplo”, significando o espaço vazio primordial.

O poeta romano Ovídio foi o primeiro a atribuir a noção de desordem e confusão à divindade Caos.[3] Todavia, Caos seria para os gregos o contrário de Eros. Tanto Caos como Eros são forças geradoras do universo. Caos parece ser uma força mais primitiva, enquanto Eros uma força mais aprimorada. Caos significa algo como “corte”, “rachadura”, “cisão” ou ainda “separação”, já Eros é o princípio que produz a vida por meio da união dos elementos (masculino e feminino).” – Wikipédia