Crise na Grécia estimula criação de comunidades sustentáveis

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Projeção de como a comunidade deve ficar.Projeção de como a comunidade deve ficar.

 

A preocupação dos gregos em relação à crise econômica incentivou a população a descobrir formas alternativas de viver. O grupo conhecido como Free and Real é um dos exemplos de comunidades sustentáveis que estão crescendo no país.

Fundada há três anos na ilha de Evia, a Free and Real (Livre e Real, em tradução literal) é uma sociedade alternativa baseada em princípios de sustentabilidade. Ela é formada por dez moradores em tempo integral e mais de cem que residem no local parte do ano.

Free and Real a sigla para o ideal: “Liberdade de recursos para todos, respeito, igualdade e aprendizado”. Foi baseado nestes valores que quatro jovens de Atenas criaram a comunidade.

Para o webdesigner Apostolos Sianos, um dos fundadores, a ideia inicial parecia difícil de colocar em prática, mas hoje ele não tem vontade nenhuma de voltar ao que era antes. “Quando tomei a decisão de abandonar a cidade e morar neste pedaço de terra, fiquei um pouco nervoso. Mas agora não consigo me imaginar naquele estilo de vida outra vez”, disse à BBC.

Além do conforto, Sianos teve de abdicar de seu emprego. Para sobreviverem, os moradores se alimentam da comida produzida por eles mesmos. Na comunidade não há energia elétrica e eles moram em cabanas comunitárias também construídas pelos próprios moradores. Todo o excedente da produção é trocado em um o vilarejo por produtos de que necessitem. É como se voltassem ao tempo em que a economia era baseada no escambo.

A ideia de criar a Free and Real surgiu em 2008 em um fórum da internet. Para os jovens fundadores, a Grécia já estava em crise na área da educação, no sistema de saúde e meio ambiente.

Com o agravamento do problema econômico, que ganhou destaque em 2010, o estilo de vida alternativo tem sido mais procurado. Muitos interessados buscam a Free and Real para aprender técnicas de vida sustentáveis e saber mais sobre agricultura orgânica.

“A crise financeira grega está dando uma enorme oportunidade às pessoas para verem que o sistema em que vivem não está funcionando, então podem começar a procurar alternativas”, acredita Sianos.

Outro grupo de destaque na Grécia é a Associação dos Desempregados. Os integrantes lutam por melhores condições fazendo passeatas e protestos. Eles também dão apoio psicológico aos desempregados e distribuem cestas básicas para famílias em dificuldades.

A associação surgiu na ilha de Creta e desde a sua fundação, em 2010, iniciativas semelhantes têm aparecido. Algumas das reivindicações são para que os desempregados tenham descontos nas contas de luz e telefone e transporte gratuito.

Nikos Karantinakis é o diretor da associação. Ele também passa dificuldades e precisa de auxílio para sustentar a família, uma vez que o que produz em seu jardim não é suficiente para sua família, composta por pai, mãe e noiva. “Se o governo não nos ajuda, temos que lutar”, afirmou à BBC. Com informações do G1.

Fonte: CicloVivo

20 Comments

  1. Essa é uma grande idéia que deveria estar à tona. Com esse pontapé inicial, vejo que logo muitas outras pessoas com o mesmo sentido de vida, devam aderir a viver com comunidade sustentáveis, isso é mágico, viver em harmonia, em paz, trabalho árduo para se manter e manter outras pessoas que sentem o mesmo prazer de vida, amar o próximo.

  2. Rodrigo Drumond Alvarenga

    26 de novembro de 2013 at 4:31 PM

    muito bom, muito obrigado

  3. A dois anos atrás não sei como me deparei com uma notícia parecida com essa, fiquei animada demais, sai falando com amigos e familiares, não fui levada a sério e virei até piada. Hoje é legal ver que isso esta mudando, a idéia de comunidade, pessoas se auto sustentando sem dinheiro está cada vez mais ganhando espaço, não ainda em meu circulo de amizades mas vejo com mais constância em sites de noticias e fóruns na internet.

  4. isso é evoluçao

  5. TENHO TERRAS NA CHAPADA DIAMANTINA E GOSTARIA DE FUNDAR UMA COMUNIDADE NESSE MOLDE! INTERESSADOS FAVOR ENTRAR EM CONTATO! VEJA NO VÍDEO O LUGAR É PARADISÍACO: http://www.youtube.com/watch?v=7dheaTfii7w

  6. Muito interessante a ideia e a iniciativa! Não tenho duvidas de que nosso sistema atual está falido e não tem como se sustentar… Mas não entendo porque para viver de uma maneira alternativa temos que necessariamente “voltar as origens” temos tecnologia suficiente e recursos disponíveis para que as pessoas do mundo todo vivam de forma digna.

    O problema é o egoísmo e a ganância dos seres humanos, a falta de distribuição de renda, o acúmulo de riquezas, etc.

    Saúde e paz para aqueles que acreditam em um mundo diferente!

    • Meu caro, ainda não é possível obter a tecnologia, pq ela ainda está integrada ao sistema vigente. Isso será realidade quando os produtores de tecnologia aderirem à sociedade alternativa. O sistema em que vivemos está se esfarelando pouco a pouco.

  7. Sou um naturista verdadeiro, ou seja, um estilo de vida e não um nudista!!!

    Adorei a idéia, de se ter uma Comunidade, tipo Kibutz, em Israel, onde tudo era dividido, onde pessoas se ajudam, onde um dos Setores era o da Adminitração, a que tudo era apontado e onde cada Comunidade, e per sí, era fechado para se saber o que estavam e como estavam produzindo. Claro, tinham pequenas e esparsas fontes de dinheiro, ou usava-se o escambo, e tantas mais !!!!!
    Apesar dos meus 68 anos, mesmo com sequelas própias da minha idade, acho a idéia magnífica e estou pronto a colaborar.
    Moro no Rio de Janeiro, Padre Miguel, Vila Vintem.
    Gostaria muito de participat de um Grupo de pessoas que tivessem as mesmas idéias, o mesmo objetivo!!
    Claro que a Sede seria próximo aqui do io, e seria algo, parecido, como hoje se tem na Grácia!!!!
    Uma boa noite a tdos!!!!
    Luiz carlos machado
    984842594

  8. Nossa, que maravilha. regredimos 10 mil anos e voltamos a viver em cavernas, sem luz, buscando água no balde, plantando e colhendo na mão, malemal tendo o suficiente pra subsistencia.

    A produtividade duma tribo dessas deve ser absurda. trabalhando umas 15 hrs por dia talvez eles não morram de fome no primeiro inverno. Mas mais curioso que isso é o fato deles usarem um monte de materiais produzidos pelos capitalistas do mal pra construir esse belo domo fullerano e essas tendas mongóis.

    Tudo altamente sustentável. rah

  9. anselmo de lira ferraz

    28 de novembro de 2013 at 11:14 AM

    Na verdade nao existe nenhuma n ovidade , nesse sonmho o que poderá existir e se ela ira vingar., permanecer., pois varias e varias sociedades alternativas nao resitiram., que bom que esse novio projeto exista., só nao concordo com o motivo., a crise economica da grecia., ora as razoes sao superiores e muito as questoes economicas., nao achas…..

  10. tem espaco,crie micro clima e se sustente ,se comunique e descubra os beneficios que podera tirar de um emprendimento verde.

  11. Essa ideia só serve para curto prazo. A longo prazo entra em colapso.

    • Cynthia Minne Schauff Ringel

      29 de novembro de 2013 at 11:08 AM

      Curiosamente, gostaria de saber por que essa ideia, em sua concepção, a longo prazo não funciona. Quais são suas causas?

      • Cynthia, é só ver a história da humanidade. Com o crescimento das comunidades surgiriam disputas por terras férteis para cultivo de seus alimentos. Em épocas de secas prolongadas esses grupos teriam que migrar para outros territorios.

        Agora já pensou nessa situação num mundo de bilhões de pessoas que resolvessem fazer isso?

        A própria Grécia na antiguidade já enfrentou esse problema, é só ler Fustel de Coulanges no seu livro “A cidade antiga”

        • Olá Biribinha e Cynthia.
          Biribinha ainda não li o livro que indicou, mas penso que hoje é diferente de épocas passadas, permacultura, sistemas agroflorestais, captação e reutilização de água e etc sanariam (acredito eu, leiga no assunto) esses problemas que citou, como disputas por terras férteis ou falta de água.

  12. Para quem entende, isso tem muito a ver…as pessoas que estão conectadas já estão fazendo sua parte…e isso é no mundo todo! Não se enganem com a sensação de alegria que as luzes artificiais te dão…a vida é muito mais que isso…observe a luz que a luz te proporciona…ah, mas não, na cidade não conseguimos ver a luz da lua…http://beyondblindfold.com/the-man-who-lives-without-money/

  13. viver só com vegetais? nenhum churrasco no fim de semana? Tá doido.

    E outra, como eles cagam e se lavam? No riozinho onde toma banho?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Facebook
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×