0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Hoje em dia uma pessoa sem celular é considerado um hippie pois a interação com a tecnologia é tanta que ela não é considerada algo a parte do dia-a-dia, da vida. Uma pesquisa feita pela Mobile Life 2013 Report concluiu que as pessoas gastam 30% mais tempo por dia com celular do que com o parceiro (namorado(a)/esposa(o)), e os maiores culpados apontados pela pesquisa são as redes sociais e os games.

Algo que deveria nos conectar com quem gostamos ou precisamos agora nos faz escravos dele mesmo.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, no Brasil, há mais 264 milhões de linhas de celular ativas. Isso representa 1,3 linhas por habitante e uma média de 500 mil novas habilitações todo mês.

celular interação humana digital www.destruidordedogmas.com.br

Quando veio o boom da internet também aconteceu a mesma coisa, pessoas não paravam de entrar nas coisas mais banais para apenas se ocupar, pois a vida aparentemente estava entediosa demais para se olhar.

Hoje em dia com a possibilidade de ocupar a sua mente com qualquer coisa que não seja a vida e interação humana em qualquer lugar é o maior grilhão que a sociedade poderia colocar em si mesmo.

Mas preste atenção, muito mais do que um simples passa tempo, esse tipo de comportamento é sim uma doutrinação social, assim como as escolas nos doutrinam a entender que estudar é decorar, criatividade não dá dinheiro, e o sucesso vem com o esforço de fazer coisas chatas, interagir no celular também é uma doutrinação, estamos mudando o nosso modo de enxergar o mundo, a viver nossos dias mais com a tecnologia do que com o contato humano, pois na visão de hoje em dia é “ok” estar com os amigos mas mexendo no celular.

Eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas www.destruidordedogmas.com.br

E isso ainda não atingiu o seu ápice eu imagino. Resta-nos saber se vamos realmente implementar a tecnologia em nós mesmos e ditaremos o novo curso da evolução humana como simbiótico com a tecnologia ou se enxergaremos que isso talvez não seja o melhor caminho, pois creio eu que precisamos de experiências reais com humanos, e viver a vida com nosso corpo, não com computadores ou simuladores de realidade.

Apesar de haver um julgamento de que a vida tem que se vivida de uma forma natural, talvez seja ignorância julgar o futuro por essa experiência primitiva que ainda estamos nos adaptando.

Se um dia a tecnologia ficar tão complexa quanto nosso corpo poderá ser possível evoluirmos tecnologicamente, mas claro ainda acredito que o toque e o contato com outro seres humanos é o que causará as maiores experiências, afinal emoções não pode ser expressadas realmente por emoticons.

Veja só essa tirinha que resume um pouco disso.

segundalife