Category: Verdade Conveniente (page 2 of 2)

Imagens que podem mostrar como somos hipocritas.

Uma Nova Identidade para os Professores

Um dos projetos mais interessantes de branding que já ví é este feito pelos criativos do estúdio Hyperakt para o Estúdio 360. A idéia é simples, reposicionar os professores do ensino médio, sob o ponto de vista da população, usando as ferramentas de branding. Com isso surgiu “Teach”, que com o conceito de “ligue os pontos” pode ajudar e muito no entendimento da profissão e revalorização da profissão de professor, pelo menos é o que acredita Kurt Andersen, apresentador do programa “Studio 360” na rádio WNYC, que é também o idealizador do projeto.

“O Estúdio 360 da WNYC pediu-nos para criar um novo vocabulário visual que reflita o papel multidimensional do professor. Iniciamos o projeto com uma premissa muito simples: a educação é a chave para o progresso humano, pois o ensino está entre as profissões mais importantes para a humanidade. Dessa forma, qualquer novo vocabulário visual deve capturar a emoção e a magia de ativar o potencial que é inato em todos os alunos. Deve celebrar o processo de desenvolvimento de idéias, refletir a natureza colaborativa do ensino e prestar homenagem àsatuais ferramentas visuais utilizadas no ensino”

Abaixo você confere um pouco do projeto:

Aprender a ver… aprenda a correr!

Continuar o caminho, sempre…

O que é uma teoria? É uma forma de conhecimento? É um passo para se alcançar a verdade? Muitas pessoas acham ao ver nas revistas, televisões e jornais a frase “cientistas descobriram que…”, o que vem a seguir é um passo a mais na verdade do mundo.

Mais que isso, as pessoas tem a idéia de que as descobertas científicas funcionam como uma luz, que cada vez fica mais forte, e aos poucos vai iluminando as áreas escuras da realidade, e nos revelando a Verdade. Ora, mas esse é um modelo religioso de verdade – Há um Deus perfeito, que contém em si toda a Verdade, e que podemos acessar ao menos uma pequena parte desse grandioso saber. O que quero dizer aqui não é que essa forma de saber está errada, mas que, no fundo, nossa visão de mundo depende de uma teoria, uma idéia do que é a realidade e o que é a verdade.

Por exemplo, se perguntarmos o que é um rio a um geógrafo, a um pescador e a um índio. Porvavelmente o geógrafo vai falar das propriedades físicas da água, do ciclo de nascimento do rio e sua formação através do relevo da paisagem, ou seja, aquilo que vemos dito nas ciências e provado em suas experiências. O pescador, por outro lado, estudou pouco mas tem uma experiência profunda de como o rio se comporta, se tem ou não muitos peixes, seus perigos e suas belezas. Seu saber só pode ser sentido por aquele que tem a mesma experiência. Já para o índio, este vai descrever o rio provavelmente através de uma mitologia, ou seja, vai tratá-lo como um deus, com suas vontades próprias.

Continue reading

Leitura no Brasil

Francine Fischer: Como uma disse alí… “preferem guardar dinheiro e ver BBB na íntegra”

Lisiane Fangueiro: pior que tem certos livros muito caros, me apavorei na feira do livro, mas nos sebos tem muita coisa que vale a pena.

Little Bird: Nada a ver, desculpa ridícula….. tem bibliotecas ótimas, tem sebo. Por que brasileiro não lê? Porque não goste e tem preguiça, agora com a internet que não vão ler mesmo. Pois são um bando de acomodados.

Mako Abe: Claro que somos acomodados, mas talvez essa acomodação tem fonte em outros lugares além do simples fato de sermos preguiçosos… e é óbvia a injsutiça nos preços de livros, é a prova do elitismo de informação.

Leonardo Marroquini: Bom mas até ai produtos eletrônicos como smartphones e outras futilidades custam mais do dobro do preço aqui e mesmo assim vendem muito e são almejados por todas as classes .. Os livros não. O conhecimento é elitizado mas o preço é o menor dos fatores

Mako Abe: Aí que entra o marketing, você não vê comerciais sobre leitura, ou sobre livros específicos, leitura no brasil é algo underground.

Triste realidade em que nos encontramos, onde pessoas não foram apresentadas aos ilimitados benefícios que um livro pode dar. Eu mesmo gosto de pensar em um livro como uma outra vida (ou outras vidas dependendo da quantidade de personagens e do tipo de narrador), vou tentar explicar isso, na vida real para conseguirmos conhecer uma pessoa leva certo desafio, para conhecer a fundo precisamos de cituações, confiança, pessoas e/ou objetos para isso acontecer, e para vivenciarmos coisas únicas, momentos que só acontecem uma vez na vida demora muito tempo, e as vezes é muito repentino, e o livro (Ou melhor, histórias em geral) nos faz cortar tudo isso, todo esse processo que demoraria anos, ele nos dá em questão de semanas.

Conhecer pessoas a fundo é o que nos dá experiência de vida, viver situações singulares é o que nos dá histórias para contar, se não conseguirmos viver mais do que nossas vidas nos proporciona estaremos desperdiçando amadurecimento, o conhecimento e atitude que precisamos para enfrentar certas situações muitas vezes não vem da vida real, mas nem percebemos na maior parte do tempo.

Gosto muito de ler os livros do Irvin D. Yalom (autor do livro Quando Nietzsche Chorou e A Cura de Schonpehauer), pois por ser um romance de terapeuta é possível entender as manias das pessoas, o porque delas reagirem de certa maneira a algo, o como o problema delas nasceram, e isso pode nos dar uma tremenda experiência para aplicarmos na vida.

Tudo o que experienciamos desde livros, videogames, quadrinhos, e etc pode ser transformado para que tenha uma utilidade, e deixe de ser apenas um passa-tempo para ser algo que te faça crescer e ter mais consciência.

Ter cultura é totalmente diferente de sabedoria, enquanto um guarda a espada na bainha o outro só anda com ela em mãos.

O poder de viver vidas incontáveis em uma só é gigantesco.

Obs: Conversa acima tirado do facebook.

Carta do Cacique Seattle para o Presidente dos Estados Unidos

Antes, peço para que reparem na atemporalidade do texto da carta, e veja como se encaixa perfeitamente no caso de Pinheirinho.

Em 1855, o cacique Seattle, da tribo Suquamish, do Estado de Washington, enviou esta carta ao presidente dos Estados Unidos (Francis Pierce), depois de o Governo haver dado a entender que pretendia comprar o território ocupado por aqueles índios. Faz já mais de cento e cinquenta anos. Mas o desabafo do cacique tem uma incrível atualidade. A carta:

“Como podeis comprar ou vender o céu, a tepidez do chão? A idéia não tem sentido para nós.

Se não possuímos o frescor do ar ou o brilho da água, como podeis querer comprá-los? Qualquer parte desta terra é sagrada para meu povo. Qualquer folha de pinheiro, qualquer praia, a neblina dos bosques sombrios, o brilhante e zumbidor inseto, tudo é sagrado na memória e na experiência de meu povo. A seiva que percorre o interior das árvores leva em si as memórias do homem vermelho.

Os mortos do homem branco esquecem a terra de seu nascimento, quando vão pervagar entre as estrelas. Nossos mortos jamais esquecem esta terra maravilhosa, pois ela é a mãe do homem vermelho. Somos parte da terra e ela é parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs, os gamos, os cavalos a majestosa águia, todos nossos irmãos. Os picos rochosos, a fragrância dos bosques, a energia vital do pônei e do homem, tudo pertence a uma só família.

Continue reading

ONG – Instituto Pensamentos Filmados

Falar da minha cura ativa a cura alheia. E também diante da minha história de vida e de quem eu sou, não me restaram muitas alternativas a não ser fundar e tocar uma Ong – o Instituto Pensamentos Filmados e também escrever para este site “Destruidor de Dogmas”, que é muito interessante e vai de encontro a meu Ser rebelde!

Ao longo de meu longuíssimo caminho da cura, descobri diversas ferramentas, ainda pouco divulgadas como a medicina integrativa, para melhorar da Depressão agressiva que estourou na minha infância devido ao ambiente familiar disfuncional em que vivi, onde apesar de estar junto de adultos inteligentíssimos, amorosos e espíritas kardecistas, sofri abusos morais e sexuais por parte de meu pai, e ninguém me ouviu.

Meu pai foi um médico muito amado e famoso na cidade em que cresci, de uma inteligência (Q.I.) brilhante que o fez passar em uma excelente residência médica, em primeiro lugar do Brasil todo! Mas a falta de conhecimento acerca do funcionamento psicológico e dos mecanismos da mente, a falta de Consciência, como ele mesmo colocou para mim anos mais tarde quando se desculpou por tudo que fizera comigo, o fez se perder.

Continue reading

ONG: Um Teto Para Meu País.

Esse foi um video que eu fiz para exibir a ONG Um Teto para meu País na Europa, mas primeiramente seria exibido na Cambrigde University (para os engenheiros) e na semana internacional de vida sustentável que aconteceu lá esses dias.

A Ong nasceu no Chile logo depois do terremoto que destruiu o país, e foi uma solução rápida e pratica para dar um pouco de tranquilidade para  as pessoas que mais precisavam.

E esse movimento se tornou bem famoso e com grandes resultados em toda a América Latina, 19 países se não me engano, e foram até agora construidas quase 1000 casas no Brasil.

O esquema é o seguinte, eles (a ong) recebem ajuda de empresas como a Pepsi e outras, e pedem 25 reais para os voluntários a cada construção para construir casas pequenas em favelas, casas pré-feitas, onde só é preciso montar elas e construir os pilares de sustentação, pois a causa fica suspensa, ela não é constroida do chão, essa parte dos pilares demora um dia inteiro, geralmente as casas são construidas em dois dias, e depois os voluntários voltam para pintar, quando há doação de tinta, o que geralmente tem.

Continue reading

Verdade Conveniente – Você acredita em Deus…

Newer posts
Facebook