Category: Documentários Para Despertar (page 1 of 24)

Documentário: Going Clear Scientology (Netflix) e a série The PATH

Esse com certeza é o melhor documentário e mais completo sobre o assunto.

A BBC tentou fazer  uns anos atrás, mas foi totalmente anulada pelo o trabalho sabotador da Cientologia, o que é citado nesse documentário também.

Um Resumo curto da história é, mas vale e muito a pena ver o doc:

1- Escritor de ficção científica está pobre e deseja criar uma religião para ficar rico

2- consegue criar uma ciência baseada em abobrinha e seu livro vende muito

3- depois de algum tempo ele cria a religião e seu sistema de hierarquia, as pessoas doam tudo para entrar, e tudo parece muito terapeutico

4- ele fica imensamente rico, mas as pessoas ficam presas no sistema praticamente perfeito que ele criou, ninguém fala com ninguém fora da bolha

5- seu sucessor leva a religião para outro nível

 

 

o Sucessor

Na Série The Path, que tem como personagens principais o cara que fez o Parceiro do Mr. White em Breaking bad, conta a história sobre essa religião que é muitíssima parecida com a Cientologia e como acontece os movimentos sociais lá dentro.

Como os adolescentem se sentem tendo que ignorar os não puros, como eles tratam de sentimentos negativos lá dentro com meditação e terapia, como resolvem seus problemas em casa.

Tudo tem um lado muito bom, mas o ritual e as regras são péssimas, mas servem para prender a pessoa que acha que achou a resposta certa alí.

Indico primeiro ver o documentário e depois a série para ter uma noção mais aprofundada e sacar as referências também.

Documentário: DEEP WEB (Netflix)

 

Esse documentário conta uma história muito recente do que a internet pode ser no futuro.

Uma pessoa, ou mais de uma, criaram o site na Deep Web chamado Silk Road, um site para venda de drogas de todos os tipos, apenas drogas, e o gorverno dos EUA não ficaram nada contente com isso.

Todas as agências de seguranças foram acionadas para achar os responsáveis, mas na Deep Web você usa o programa Tor para navegar e ele é impossível de se rastrear, e aí fica a pergunta de um milhão de dólares, como o FBI conseguiu rastrear o servidor aonde estava  o site?

O filme só achei no Netflix, infelizmente, mas traz muitas questões importantes sobre como nossas vidas poderias ser de uma nova perspectiva, como por exemplo:

  1. - A guerra contra as drogas não tem como objetivo acabar com a venda de drogas, e sim criar um sistema onde várias áreas lucrem ao mesmo, desde o produtor das drogas até a policia, investigadores, cadeias, juizes, cria-se um movimento do dinheiro, onde há necessidade de melhorias é algo constante. A melhor prova disso aqui no Brasil é ver o helicóptero com pasta base de cocaína do senador que foi apreendido há pouco tempo, e nada foi feito contra ele, apesar de ele ser claramente o FABRICANTE de COCAÍNA e senador.
  2. - O governo deve estar consciente de tudo que se passa na sociedade? Isso é algo tão comum em nossas vidas que nem questionamos, mas realmente não seria poder demais para o governo? Quais são os interesses do governo, eles combinam com a sociedade? Pelo visto não.
  3. - Até onde uma investigação pode quebrar leis para capturar um fora-da-lei? As agências de segurança podem ser hipócritas nesse sentido? Não temos mais a proteção da privacidade?

Na Deep Web acontece muita coisa ruim, mas acontece muita coisa útil também, como é descrito no documentário a Deep Web serve para trazer segurança para informações sigilosas de empresas e bancos.

Ross Ulbricht, um dos Dread Pirate Roberts (nome inspirado em um personagem das telinhas que passava seu nome para o sucessor), era um pessoa idealista, falava sobre liberdade da informação e controle de nossas vidas não pelo governo, mas para nós mesmo, e por causa disso eu acredito que tudo isso foi armado de forma ilegal e injusta principalmente para prender perpetuamente Ross.

Felizmente nesse caso vários outros sites foram criados, e citando uma frase do filme: “Os ratos vão vencer, mas quando eles vencerem os gatos já estarão bem satisfeitos”

E isso é verdade, o governo não quer perder as rédeas da sociedade, e a deep web mostra um real potencial de se criar um sociedade a parte.

DICA: Vejam também o Documentário Making a Murderer da Netflix que também fala sobre casos injustos, e o Anime Ghost in the Shell que dá uma amostra do que a deep web pode ser no futuro.

 

 

Documentário: Eu Maior – Higher Self

 

“Todos mundo quer renascer, mas ninguém quer morrer”

Minha Experiência na Armênia e Nagorno Karabkh

Para muitos que pensam que a Armênia é só uma estação de metrô em São Paulo, a Armênia é um país com muita história e muitas delas triste. Estive lá ano passado coletando essas histórias para um documentário e falarei um pouco sobre essa experiência, minha primeira fora do país.

Um pouco de história primeiro.

A Armênia foi o primeiro país oficialmente cristão, tem até a primeira igreja cristão do mundo, que hoje em dia parece um mini vaticano. O país fica no oriente médio, mas bem perto da Europa, e esse foi um dos fatores críticos para a sua história, pois era um país que dividia o mundo cristão do islâmico, por isso alguns deles falavam que era o escudo do cristianismo, e foram de certo modo.

Continue reading

Video: As 5 Emoções primordiais, saiba como elas funcionam e aprenda a sentir

Não existem emoções negativas, o  que existe são reações a essa emoções que as transformam em algo negativo.

Nossas emoções são naturais, não controlamos se a sentimos ou não, mas escolhemos o que fazemos com elas.

Elas querem nos dizer algo, mas nossa relação com nossas emoções não são das mais transparentes, pois evitamos umas, condenamos outras, e ainda tem umas que engrandecemos, mas será que isso é certo? Devemos mesmo evitar certas emoções, algo tão natural?

As 5 emoções que sentimos são:

1- Tristeza – Quando reprimida se torna em depressão, você controla a tristeza, mas a depressão controla você

2- Raiva – Quando reprimida se torna Ira, você controla a raiva, mas a Ira controla você

3- Inveja – Quando reprimida se torna Ciúmes, você controla a inveja, mas o ciúme controla você

4- Medo – É fruto da Quinta emoção, o Amor.

Continue reading

Ex-diretor do DSM, a ‘bíblia’ da psiquiatria, admite: “Transformamos problemas cotidianos em transtornos mentais”

director_psycology_bible_book_mind_home

Indico ver o Documentário: Dislexia, TDA e TDAH ( Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade)

Allen Frances (Nova York, 1942) dirigiu durante anos o Manual Diagnóstico e Estatístico (DSM), documento que define e descreve as diferentes doenças mentais. Esse manual, considerado a bíblia dos psiquiatras, é revisado periodicamente para ser adaptado aos avanços do conhecimento científico. Frances dirigiu a equipe que redigiu o DSM IV, ao qual se seguiu uma quinta revisão que ampliou enormemente o número de transtornos patológicos. Em seu livro Saving Normal (inédito no Brasil), ele faz uma autocrítica e questiona o fato de a principal referência acadêmica da psiquiatria contribuir para a crescente medicalização da vida.


Pergunta. No livro, o senhor faz um mea culpa, mas é ainda mais duro com o trabalho de seus colegas do DSM V. Por quê?

Resposta. Fomos muito conservadores e só introduzimos [no DSM IV] dois dos 94 novos transtornos mentais sugeridos. Ao acabar, nos felicitamos, convencidos de que tínhamos feito um bom trabalho. Mas o DSM IV acabou sendo um dique frágil demais para frear o impulso agressivo e diabolicamente ardiloso das empresas farmacêuticas no sentido de introduzir novas entidades patológicas. Não soubemos nos antecipar ao poder dos laboratórios de fazer médicos, pais e pacientes acreditarem que o transtorno psiquiátrico é algo muito comum e de fácil solução. O resultado foi uma inflação diagnóstica que causa muito dano, especialmente na psiquiatria infantil. Agora, a ampliação de síndromes e patologias no DSM V vai transformar a atual inflação diagnóstica em hiperinflação.

P. Seremos todos considerados doentes mentais?

R. Algo assim. Há seis anos, encontrei amigos e colegas que tinham participado da última revisão e os vi tão entusiasmados que não pude senão recorrer à ironia: vocês ampliaram tanto a lista de patologias, eu disse a eles, que eu mesmo me reconheço em muitos desses transtornos. Com frequência me esqueço das coisas, de modo que certamente tenho uma demência em estágio preliminar; de vez em quando como muito, então provavelmente tenho a síndrome do comedor compulsivo; e, como quando minha mulher morreu a tristeza durou mais de uma semana e ainda me dói, devo ter caído em uma depressão. É absurdo. Criamos um sistema de diagnóstico que transforma problemas cotidianos e normais da vida em transtornos mentais.

P. Com a colaboração da indústria farmacêutica

Os laboratórios estão enganando o público, fazendo acreditar que os problemas se resolvem com comprimidos.

Continue reading

Vídeo: Por que Copiamos?

Copiamos não porque achamos legal e queremos entretenimento, copiamos pois é isso que fazemos desde a criação da vida.

Pense bem, somos cópias de nossos pais, herdamos o código genéticos deles, e é assim que também herdamos costumes, religiões e rituais.

Copiamos para aprender, e precisamos desse mecanismo para evoluir.

assista esse vídeo e copie a informação dele e desse blog.

Vídeo: Educação x Escolarização – MÁRIO SERGIO CORTELLA

Eu cheguei a visitar esse ano dezenas de CEU’s, pra quem não sabe o CEU é uma compensação ou tentativa de trazer cultura, educação e esporte para bairros e favelas isolados de São Paulo, e ao entrevistar tantas pessoas do meu da educação realmente consegui sentir isso que o grande Mario Cortella aponta, que os pais tem um papel totalmente importante na eficiência e quão feliz a criança pode ser.

Já cheguei a presenciar situações em que a mãe xingava a filha de burra e a humilhava na frente da diretora por ser uma repetente, uma situação tristíssima, que infelizmente estava além do meu alcance.

Muito além da informação, a  criança precisa de um conforto, e de limite, saber que a vida exige movimento, vontade, e que ela irá se inspirar em tudo que vê, pois está num momento da vida que ela está entendendo o mundo, sua mente está querendo se adaptar a realidade apresentada pra ela, pra cultura em que ela nasceu, por isso ela precisa de bons exemplos, pois isso irá determinar o jeito que a criança vê o mundo para sempre muito provavelmente.

Aconselho todos a lerem o livro do Confúcio que fala sobre moralidade, e o do Paul Ekman sobre A Linguagem das Emoções.

Portanto devemos agir corretamente sempre, ou você é correto ou não, e quando você ver os benefícios de uma vida correta, vai ser difícil voltar atrás.

As crianças agradecem.

Continue reading

Documentário: O QUE ESTÁ MATANDO NOSSAS ABELHAS? – BBC

Precisamos muito mais das abelhas do que apenas seu mel. Elas são responsáveis pela polinização da maioria dos nossos alimentos e sem  elas, a sobrevivência da própria humanidade estaria em jogo.

Sinopse: “Bill Turnbull investiga um dos maiores mistérios rurais britânicos: o que está matando nossas abelhas. É uma questão que gera enorme controvérsia. As mudanças no clima, pesticidas e até mesmo um vírus letal tem sido responsabilizados. É uma questão com a qual Bill já está bem familiarizado por ser, ele próprio, um apicultor. Ele se encontra com cientistas que estão pondo pequenos transponders de rádio nas abelhas em busca de respostas.”

Older posts