Author: Ygor Abreu

Você tem a razão? Eu também a tenho.

Cristão e ateus! Parece uma eterna briga para provar quem está certo ou errado… A eterna luta pela razão. Razão? Afinal pra que ela serve mesmo?

A palavra Razão refere-se à capacidade humana de chegar a conclusões a partir de suposições ou premissas.

Se refletirmos veremos que brigar pensando que sua razão é melhor ou mais completa que a do outro é uma atitude infantil de massagear o nosso próprio ego, pois essa “razão” é um benefício individual, mesmo quando em grupo.

Sempre pensei que argumentar era uma tentativa sensata e mais fácil de chegar um modo claro e lógico das ideias. E estar errado era apenas uma passagem, um pequeno detalhe aceitável que nos levaria a uma compreensão segura dos fatos. Porém o que tenho visto é uma necessidade de estar 100% certo. As pessoas não admitem de maneira alguma estarem erradas, se armam e seguram suas bandeiras de ideia imutável como se suas vidas dependessem de suas opiniões. Até que vemos pessoas se matando, criando guerras pela necessidade de ter razão!

Então pensemos, se essa razão fosse uma questão tão imprescindível, Sócrates poderia muito bem ter se rebelado contra o Tribunal de Atenas, ou simplesmente ter fugido, afinal ele não tinha razão?

Surpreende-me o quanto as pessoas são egocêntricas a ponto de entrarem num atrito tão grande por querer que suas ideias sobressaiam as dos outros, coisa que, aliás, é característica de crianças de 2 anos. Até quando vamos agir feito crianças morrendo e matando por nossas ideias que depois podemos descobrir que estavam erradas?

Até que ponto vale a pena acabar com amizades, relações familiares só pelo prazer egoísta de ter razão?

Pra mim ter razão deixou de ser um ponto importante quando percebi que isso afasta as pessoas. E não podemos ser hipócritas ao dizer: É melhor estar sozinho que perder a razão!. Ninguém é uma ilha no meio do oceano. Até pessoas antissociais são sociáveis entre si. Ninguém vive exclusivamente sozinho porque quer. E quando digo “viver sozinho” me refiro a estar completamente só, como no filme Náufrago, onde mesmo na solidão o homem encontra uma forma de se livrar da solidão.

E comecei o texto falando de crentes e ateus pois era o exemplo perfeito de luta por ter razão, como mostra essas duas sociedades…

Na verdade, no que tange à religião, chega a ser absurdo as atrocidades geradas em prol de ter razão nesse meio.

Eu vejo isso tudo e me pergunto: “Meu Deus, onde vamos parar?” Talvez a resposta seja: a inútil luta por ter razão terminará quando todos estiverem mortos, após terem se matando lutando por ter razão. E valerá a pena? A resposta é um breve, objetivo e simples Não!

Vamos deixar de ser cabeças-duras e aceitar que pessoas diferentes tem opiniões diferentes, até porque se todo mundo fosse igual nenhuma graça teria a vida. Certifico que não fará mal a ninguém mudar de ideia às vezes, ou simplesmente pensar diferente sem querer impregnar seus pensamentos nas outras pessoas e ser ofensivo. Que tal passarmos a tentar encontrar o equilíbrio?

E por fim, voltar a refletir no famoso trecho: “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo!”

Quer colaborar e escrever pro Destruidor de Dogmas? A cada mês publicaremos os textos de vocês leitores.

Story of Stuff – A História das Coisas

 

Site do Projeto: http://www.storyofstuff.org/
Scripts com Anotações e transcrição do filme 

A história das coisas (em inglês Story of Stuff) é um documentário da web sobre o ciclo de vida dos bens e serviços.

Escrito e narrado por Annie Leonard, o documental de 20 minutos apresenta uma visão critica da sociedade capitalista. Expõe as conexões entre um grande numero de problemas sociais e do ambiente, e nos convoca a todos a criar um mundo mais sustentável e justo.

O documentário se divide em 7 capítulos: introdução, Extração, Produção, Distribuição, Consumo, Resíduos e Outro Caminho.

O documentário descreve a economia de materiais, um sistema composto de extração, produção, distribuição, consumo e resíduos. Este sistema se estende com pessoas, o governo e as corporações.

A ideia principal é: Não é possível operar um sistema linear indefinidamente em um planeta finito. Tais afirmações estão apoiadas por dados estatísticos e referencias a diversos trabalhos científicos (Que não aparecem diretamente no documentário, mas podem ser consultados no script com anotações e na folha de feitos, disponível para download lá em cima do Post.)

Algumas das afirmações são:

  • …mas de 50% do dinheiro do imposto federal dos estados unidos agora é para as forças armadas…”
  • Das 100 maiores economias do planeta, 51 agora são corporações.
  • Nós (os Estados Unidos) temos 5% da população do mundo, mas consumimos 30%dos recursos mundiais e criamos 30% do lixo mundial.
  • 80% dos bosques originais do planeta foram perdidos
  • Só no Amazonas, perdemos 2000 arvores por minuto.
  • Cada um de nós, nos estados unidos, recebemos mais de 3000 avisos publicitários por dia
  • Cada um de nós nos estados unidos produz 2,04kg de lixo por dia
  • La Dioxina é a substancia mais toxica criada pelo homem conhecida pela ciência e os incineradores são as primeiras fontes de dioxina.

O documentário também cita o que Victor Lebow disse em 1955:

“Nossa economia enormemente produtiva, pede que façamos do consumo nossa forma de vida, que convertamos a compra e uso dos bens de serviço em um ritual, que busquemos nossa satisfação espiritual, nossa satisfação do ego, em consumo… nós necessitamos coisas consumidas, queimadas, substituídas e descartadas a um passo acelerado.”

Alguns dos temas mencionados no documentário são: Poluição, Custo Exteriorizado, Obsolência planificada, Publicidade, Incineração, Dioxinas, Reciclagem.

 

O Brasil na Visão dos Americanos

Reportagem da TV americana mostrando o potencial do Brasil.

Muito interessante.

O programa que fez esta reportagem chama – se 60 minutes da tv CBS. Não quer dizer que a reportagem sobre o brasil tenha 60 minutos, a reportagem está completa e dura 13 minutos.

Reparem quando o reporter compara Brasília a cidade dos Jetsons(desenho animado futurista dos anos 60), fala da alta tolerância dos brasileiros a corrupção, a falta de ambição e o famoso jeitinho brasileiro.

Na minha opinião faltou falar é claro, do maior responsável do bom momento que o Brasil atravessa = O PLANO REAL

Diálogo sobre Responsabilidade I

Fui a uma festa e me lembrei do que andei ouvindo por ai, por campanhas que me diziam: Se beber não dirija.

Tentei agir corretamente, peguei meu carro, sai de casa e na festa pedi coca cola e mate.

Senti orgulho de mim mesmo. Senti que o correto era isso mesmo, não beber para dirigir ou beber e não dirigir, embora meus amigos insistiam que isso era coisa de babaca.

Quando a festa finalmente acabou, vi gente bêbada, casais cambaleando e rindo. Com tanto álcool é comum ver como essas pessoas se acham incrivelmente superiores com seus carros caros mas com personalidades mal formadas.

Vi pessoas pegando seus carros, sem condições de fazer isso.

Peguei meu carro, com a certeza de que iria chegar em casa são e tranquilo, orgulhoso e tranquilo, pois havia seguido todas as recomendações de como agir corretamente.

Comecei a manobrar, coloquei uma musica bacana no carro e fui lembrando de como foi legal a festa quando… …. ….. …… ……..

Continue reading

Kymatica – Documentário Sequencia do Esoteric Agenda

 

Kymatica é um filme feito por Ben Stewart,um brilhante músico e filosofo, criador do filme Esoteric Agenda.

Na verdade Kymatica e a continuação do Agenda Esotérica (Esoteric agenda), onde fala sobre cimática (Estudo das ondas. Está associado aos padrões físicos produzidos pela interação de ondas sonoras em um meio.), praticas xamânicas, sobre a criação, como é feita a exploração do estado sobre o ser humano, inconsciente coletivo de Carl Jung,  repressão e sobre como estamos todos ligados.

É um filme belíssimo, muito parecido ao Zeitgeist.

Um documentário não só revelador, mas enriquecedor e de vital importância para toda a humanidade.

Playlist do Youtube com o Filme legendado
Download do documentário: Em torrent e com legenda em Pt-Br
Download do Documentário: EasyShare e com Legenda em Pt-Br

Disponibilizei esse filme também como um E-Book em pdf, para ler em tablets ou mesmo celulares. Vale muito a pena. Ebook Kymatica

Verdade Conveniente – Você acredita em Deus…