0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Por que a civilização humana acaba cometendo sempre os mesmos erros?

Muitos devem se perguntar isso, e realmente parece não ter lógica, será que estaremos destinados ao eterno retorno? Devemos sempre cometer os mesmos erros, terá a resposta um por que espiritual, de que devemos nós mesmos cometer o erro, e não os outros?

Realmente acredito que não é bem assim, e que um dia pararemos de repetir o ciclo da decisões ruins, pois apesar de realmente repetirmos decisões como acreditar em líderes iguais aos do passado, acreditar em propagandas iguais, em políticas iguais, em amores iguais.

Mas acho que a resposta está muito mais arraigada do que parece a princípio.

Existem comportamentos implantados em nós humanos através dos milênios que nossa  espécie evoluiu aqui na Terra, e outros animais também tem, como a tartaruga que nasce e sai para ver a primeira luz solar de sua vida de um ovo enterrado na praia, ela sabe por instinto que um animal voador, especificamente a águia, e não outro animal voador, é um risco para sua segurança, e ao ver ele teria que correr mais rápido ainda, mesmo sendo aqueles os primeiros segundos de sua vida.

Nos humanos também temos alguns comportamentos assim, temos medo de escorpiões, aranhas, e cobras, animais peçonhentos, e pesquisas indicam que não é por acaso, e sim por causa de uma memória genética que temos dentro de nós. Milhares de anos atrás por sermos animais diurnos não tínhamos a visão necessária para se enxergar em noites escuras, por isso dormimos de noite, pois não tínhamos a facilidade para andar de noite com segurança, animais como insetos e serpentes, seres que podem matar com apenas um golpe e ainda não ser vistos mesmo de dia pelo tamanho pequeno, camuflagem e também possuem uma ótima visão noturna ou sistema sensoriais que seriam muito melhor que os nossos.

Acredito eu que nossa espécie foi amadurecendo certos sentimentos e comportamentos durante sua existência, e que em vez de o erro ser causado por decisões nossas, as nossas decisões são tomadas de uma certa maneira, em um padrão, pois estamos condicionados a responder certas ações de maneiras específicas, na maioria dos casos.

Muitas pessoas não tem medo de escuro, ou de animais peçonhentos e considerados nojentos, enfrentamos nossos comportamentos enraizados como medo de altura, ou simplesmente não ativamos eles durante a vida.

Percebo que estamos em uma fase de transição, mudamos drasticamente nosso estilo de vida nos últimos séculos com a manipulação das terras e irrigação, a domestificação dos animais, o trabalho contínuo, o combate a doenças e vírus, e a alimentação contínua (em boa parte da população), evitando assim a necessidade de armazenar gordura no corpo, mas nosso corpo ainda não se adaptou, pois guarda a memória genética de guardar o máximo, pois não se sabia nos milhares de anos atrás se iria comer no dia seguinte. Um exemplo um pouco parecido com isso é quando usamos aparelhos para endireitar os dentes, depois que se usa o aparelho fixo é preciso usar o aparelho móvel, pois a arcada dentária guarda uma memória de todos os anos até o presente momento da posição dos dentes e é preciso conter a mudança.

E realmente acredito que estamos prestes a conter certas mudanças boas, estamos crescendo apesar de novos erros estarem nascendo muito estão diminuindo, revoluções estão nascendo para consertar os que ainda estão durando.

E sinto que a humanidade não encontrará o seu fim com algum erro colossal, pois sempre esperaremos chegar na beirada pra perceber que a altura do abismo é grande demais para nós e daremos o passo pra segurança de novo.

Já demos muitos tropeços e vários caíram ou quase caiaram durante nossa vida aqui na Terra, mas felizmente o ser humano tende a avisar e mostrar o lado humanitário (engraçado como querem dizer coisas diferentes, a natureza humana e atos humanitários).