A nova cara da Inquisição

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Interrogatório no “Strappado” (Bessonov Nicolay, 1992)

A internet fornece conteúdos apresentados de todos os tipos. As novas roupagens e os raciocínios apresentados nos leva a encarar o que vemos como verdades, caso não desenvolvamos um mínimo de raciocínio crítico. Bom, hoje mesmo entrei em contato com um blog cuja missão me pareceu interessante: A Mídia Illuminati, que visa “esclarecer” a mente das pessoas sobre o simbolismo oculto dos grandes satanistas, que buscam através do controle mental instaurar uma nova ordem mundial.

Creio que não estão errados em seu argumento inicial, segundo minha opinião. As altas rodas da sociedade desde muito utilizam-se de estratégias, nem todas conscientes, de manipulação da sociedade, buscando o controle da opinião pública. Nós aqui do Brasil sabemos bem claramente o sistema: ensino público de baixa qualidade, somado a uma mídia poderosa e formadora de opinião. Não é preciso mais que isso para dar início a uma massa manipulada.

Entretanto, o site vai além: associa o controle a uma seita satânica, e coloca que a Nova Ordem Mundial é aquela sobre o controle do Diabo. Diz que o controle mental se encontra nos inúmeros simbolismos espalhados pela mídia. Aí começa a mistura: Cabala, Illuminatti, Maçonaria, Rosacrucianismo, Paganismo, etc, todos os símbolos aparecem como forma de controle mental, exceto um: o Cristianismo.

Se vocês quiserem ver a ideia básica deles, comecem por ver esse video:

Esse é o início de uma série que explica a forma de raciocínio dos criadores do blog. Sinceramente, poderia passar horas debatendo cada argumento, relativizando cada símbolo, cada entrevista, cada informação. Mas não cabe aqui um trabalho tão profundo. Espero que os leitores tenham por si a capacidade de refletir sobre o que vêem.  O que me interessa é a conotação de perseguição religiosa que aparenta na posição dos autores.

Há claramente uma posição cristã, que nem é citada diretamente no vídeo – o que demonstra que para eles a verdade cristã é a única, tão óbvia que nem precisa ser citada. O vídeo todo parte do discurso paranoico tão comum às teorias de conspiração: busca-se uma lógica oculta, não acessível a todos, e que foi criada por alguém ou alguma instituição, a fim de controlar ou obter algum tipo de benefício.

Eu dou valor ao críticos. Às pessoas que olham as coisas e se questionam sobre o que há por detrás delas. Assim, é importante vermos que as músicas, os clipes, e os artistas não são simples profissionais, mas propagam determinadas ideologias e possuem estruturalmente propósitos políticos-ideológicos, e pode ser até espirituais. Mas antes disso, devemos questionar também o questionador.

Eu, Enquanto alguém que questiona, devo ser questionado, debatido. O que digo não é verdade, mas OPINIÃO (já digo isso me preservando de possíveis contra-argumentações…).

Assim, posso então colocar meu ponto de vista: Essa perspectiva de ver o satânico em tudo, sem nem ao menos contextualizar os símbolos e teorias religiosas que tanto apontam, não teria relação com a mesma postura Católica, na Idade Média, que, em parte, absorveu símbolos de outras religiões, mas que categorizou todos os outros como símbolos satânicos? Seria essa a nova roupagem da Inquisição, uma forma do pensamento religioso ser preservado na mente mais jovem, fascinada pela face oculta do poder? Assim, se captura no pensamento cristão a parcela de pessoas que age não pela pregação, ou seja, pela participação e defesa das ideias cristãs, mas sim pela busca e denúncia do que não é cristão.

É divertido caçar demônios. Mais divertido que ir à missa. Ouvir discos ao contrário, buscar imagens simbólicas no símbolo da Coca-Cola… Essa forma de pensar não é nova, e sobrevive até hoje. O que a torna ruim, ao meu ver, é que ela é uma forma de pensar pela metade, ou seja, você critica mas não se critica. Não se avalia de onde parte para pensar o outro.

Assim, a conspiração dita “satânica” pode ser tão verdadeira quanto a conspiração que se diz “cristã”…

2 Comments

  1. Cara concordo! Eu acho sim que há elementos de manipulação das mentes, acredito que houve estudos e que há símbolos que nos conduzem a uma outra consciência, até mística, tanto que Jung fez um grande estudo sobre. porém chegou em uma parte que eles falaram de Umbanda ou candomblé, como satanismo brasileiro. Aí meu amigo eu saquei a fita! Toscos desfazendo de uma cultura africana ancestral!! Eles foram espertos na lógica partindo da maçonaria sociedades secretas que com certeza querem poder, geram ignorância que pra mim onde o mal se manifesta. Você colocou um símbolo de harmonia no site, tipo uma mandala, é melhor que coisas ponteagudas, senão eu ia te chamar de programador, rsrs

    • Vitor Hugo

      15 de abril de 2014 at 2:46 AM

      Oi Tiago, valeu pelo comentário! Creio que mais do que símbolos, a questão é se há espaço para discutir e avaliar seus significados. Sobre o símbolo de harmonia do site, realmente nunca escapamos de utilizar alguma fórmula de símbolo, mas é realmente o espaço de discussão aberta que faz toda a diferença! Toda busca pela verdade passa, acredito, pelo diálogo, então temos que deixar nossas mentes abertas ao outro. Abraço!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×