A Fama do Mendigo de Curitiba

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Na falta de uma palavra melhor que Preconceito, usarei “Ignorância” para descrever o que aconteceu com as pessoas que viram e se expressaram com relação à esse mendigo que ficou famoso esse mês passado, em sua maioria.

Pra quem não sabe, ele é de Curitiba, ex-modelo e atual mendigo usuário de drogas (crack ao que tudo indica) que ficou famoso após pedir para alguém tirar uma foto dele, e esse usuário divulgar essa foto no facebook. Resultando em mais de 17 mil compartilhamentos.

Foram milhares as pessoas que soltaram comentários como: “Que mendigo bonito. Precisa de um caça-talentos”; “Mendigo bonito… Vai ficar famoso rapidinho”; “Da até vontade de levar pra casa”; “Traz pra Goiás que pra esse ai dou casa, comida e roupa lavada”, dizem alguns dos comentários.

Ele virou Meme por dias sem saber, viraria notícia nos maiores sites e jornais (globo, uol, folha), viraria conversa de bares, e seria discutido sobre como ele teria virado um mendigo. “-Mendigo? Bonito assim? De olhos azuis?” foi o hino de outubro de 2012.

A vida se mostra mais complicada do que as portas que a beleza pode abrir para facilitá-la. É certo que muitas pessoas bonitas se encontram em situação boa, vemos isso em novelas, nas faculdades e nas revistas. Elas sempre se dão bem, nas histórias, nos filmes e em nossa imaginação.

A beleza ariana se tornou sinônimo de sucesso garantido.

Rafael Nunes, é o nome do ícone nacional, teve súbita fama, e até por causa disso duvidaram da veracidade pelo efeito viral que teve, pensaram que talvez fosse propaganda de algum produto até. Mas o que ninguém fala é ele tentou matar seus pais. Foi o que disse sua irmã, via Facebook, esse monstro imenso de tentáculos infinitos.

Muitas coisas fúteis ganham repercussão viral hoje em dia, como as fans de Justin Bieber que rasparam o cabelo num boato falso de que ele tinha sido diagnosticado com câncer, ou que o Bruno do KLB virou lutador de MMA. São piadas com validades curtas que mostram um problema social, apenas perdemos tempo na internet. Colhemos bobagens na rede, e sopramos suas sementes pra longe, cultivamos ignorância e reclamos que não há nada interessante pra fazer ou aprender.

Vivemos na era da Informação e ainda assim nos encontramos sozinhos e estagnados.

Provamo-nos incopetentes na arte de viver.

Desviamos o olhar do que é verdadeiro pelos segundos de hipnose anestésica que a mentira/inutilidade elaborada pode nos trazer,  e repercurtir.

O entorpecedor é prazeroso hoje em dia.

 

*Veja aqui uma entrevista com Ele pelo programa Balanço geral.

1 Comment

  1. Às vezes nos flagramos dizendo: coitada como foi acontecer isso com uma menina tão bonita… E não damos conta de estarmos fazendo um prejulgamento. Não sentiremos tanto se for uma pessoa plasticamente desfavorecida. É politicamente incorreto, mas esse tipo de comentário é automático. Agora, esse rapaz tem um olhar “à deriva” que esconde muito mais do que a fachada bonita parece mostrar…

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×